São Judas é uma das melhores universidades de São Paulo, segundo IGC

Segunda melhor entre as instituições particulares do estado de São Paulo, universidade teve aumento significativo de nota de 2007 a 2018

Resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2018 apontaram que a Universidade São Judas Tadeu, que integra a Ânima Educação, manteve o Índice Geral de Cursos no nível 4, conquistando o posto de segunda melhor instituição particular de ensino superior em São Paulo. A nota da São Judas cresceu de 3,24 em 2017 para 3,37 em 2018, de acordo com a divulgação realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).  Com esse índice, a instituição permanece no grupo de excelência do Ministério da Educação.

Diferentes fatores foram responsáveis pelo crescente aumento da nota ao longo dos anos. Um deles é o quadro docente – composto por mestres e doutores, um corpo administrativo de alta qualidade, além das notas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) stricto sensu. Outro fator importante foi a melhoria no Conceito Preliminar de Curso (CPC), aliado aos investimentos educacionais e estrutural. Além disso, para manter o crescimento dos resultados, a instituição investe cada vez mais em tecnologia, como parcerias de peso, como o Google for Education, e propostas de novos cursos de graduação e pós-graduação, alinhados a demanda do mercado.

A São Judas também conta com uma ótima avaliação do Conceito Preliminar de Curso (CPC), do Ministério da Educação (MEC). O indicador de qualidade avalia os cursos de graduação no ano seguinte ao da realização do Enade. Dos cursos avaliados da São Judas em 2018 destacam-se: jornalismo, administração, ciências contábeis, ciências econômicas, publicidade e propaganda, desenho industrial, design, design de interiores, direito, gestão de recursos humanos, logística, marketing, processos gerenciais, psicologia, secretariado executivo, turismo, entre outros.

“Temos como objetivo transformar o país pela educação e oferecer educação de qualidade aos jovens brasileiros. Esse resultado vem para mostrar que nosso investimento em formação docente, tecnologia, estrutura, cursos alinhados às demandas do mercado, foi um caminho acertado. Mas o desafio só aumenta e nosso objetivo, além de manter o excelente índice, é alcançar a nota máxima. Para isso, continuaremos inovando e acreditando no potencial humano”, destaca o Marcelo Henrik, reitor da São Judas.