Ex-aluno São Judas representa o Brasil em competição global de Gastronomia

Frank Bin também já participou do MasterChef

Ex-aluno de Gastronomia do Centro Universitário São Judas Tadeu – Campus Unimonte, o chef santista Frank Bin, que já participou do MasterChef Profissionais,  representa o Brasil na competição global San Pellegrino Young Chef, promovida pela marca de água italiana San Pellegrino com o objetivo de revelar jovens talentos da Gastronomia.

A competição é dividida por continentes. Frank está entre os 15 chefs selecionados na América Latina, sendo o único a representar o País. São 135 classificados em todo o mundo. Para a seleção, ele teve que enviar uma receita, seu currículo e sua história de vida em inglês à organização do evento.

A regional da América Latina será em setembro, em Lima, no Peru. “Acredito que vamos nos enfrentar para sair um vencedor da América Latina que irá para a grande final, em 2020, em Milão, na Itália”.

A competição exige que cada chef tenha um mentor que esteja ao seu lado para auxiliar. A mentora de Frank será a chef Giovanna Grossi, que é presidente do comitê Bocuse d’Or no Brasil. A chef curitibana, Manu Buffara, estará no apoio ao santista.

Sobre a competição, ele diz que, por enquanto, está tranquilo. “O nível é muito alto, mas, consigo ter um trabalho linear no restaurante e nas competições. Minha maior motivação é poder representar a culinária brasileira e autoral. Temos um país grande com vários chefs de talento que precisam ser vistos”.

Frank está atualmente no restaurante Ecully, em São Paulo, que tem indicação no Guia Michelin. Antes, passou pelo renomado  Kinoshita, também na Capital,  que detém 1 estrela Michelin.

Reconhecido pela produção de sobremesas espetaculares, ele já trabalhou no extinto Restaurante Guaiaó e na Enoteca Decanter, ambos em Santos.

Inscreva-se