Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas é celebrado neste domingo (dia 15)

Segundo o INCA, a doença causa  4 mil mortes no Brasil por ano

Neste domingo (15 de setembro) é celebrado o Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas. O principal objetivo desta data é conscientizar a população sobre a importância de identificar precocemente os sintomas do linfoma, ajudando a facilitar o seu tratamento.

O linfoma é um tipo de câncer que afeta o sistema linfático, parte do corpo responsável pela defesa do organismo contra doenças e infecções. Também pode surgir nos tecidos linfáticos, como os linfonodos, o fígado, o baço e a medula óssea.

Esta doença se caracteriza quando o linfócito (glóbulo branco) se transforma numa “célula maligna”, crescendo de modo descontrolado e criando outras células idênticas.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), aproximadamente 4 mil pessoas morrem todos os anos vítimas de linfomas no Brasil. A principal causa das mortes é justamente o desconhecimento sobre esta doença que, caso seja diagnosticada precocemente, apresenta elevado índices de cura.

Segundo o infectologista e professor do curso de Medicina da São Judas, em Cubatão, Evaldo Stanislau, é extremamente importante conscientizar a população sobre os linfomas. “Trata-se de um tipo de tumor relacionado ao sangue e aos órgãos linfóides, frequente e que acomete sobretudo jovens e adultos, mas pode estar associado até com algumas infecções”.

“Portanto, conhecer é o primeiro passo para diagnosticar e tratar. Com o avanço da terapia, podemos curar e controlar a maior parte dos casos, mas o diagnóstico precoce é essencial para o sucesso do tratamento”.

Sintomas – Alguns dos principais sintomas que podem indicar a existência de algum tipo de linfoma são febre (vespertina); surgimento de ínguas (sem motivo específico); perda de peso e de  apetite; coceira na pele; fadiga e sudorese noturna anormal.

Atualmente, as principais formas de tratamento dos linfomas são quimioterapia e radioterapia. Mas, em alguns casos, também poderá ser necessário a realização de transplante de medula óssea.

Originalmente, a campanha de conscientização do Dia Mundial dos Linfomas foi criada pela Coalização Linfoma, uma organização internacional que luta pela prevenção e diagnóstico precoce deste tipo de câncer.