Alunos de Engenharia da São Judas produzem álcool em gel para doar à comunidade

Eles também vão atuar na conscientização sobre a importância do produto

 Um trabalho feito no laboratório da faculdade vai fazer a diferença para muitas pessoas. É o AlquinGel, álcool 70% em gel produzido por alunos do curso de Engenharia Química e de Produção da São Judas – campus Unimonte, com o objetivo de oferecer o item essencial na pandemia.

“O projeto teve início nesse semestre. Nossa intenção é que todos tenham acesso a um álcool em gel de qualidade e que também venha em embalagens ecológicas, que não agridam o meio ambiente”, explica a aluna Monizze dos Santos Caires, do 6º semestre de Engenharia Química.

Desenvolvido nos laboratórios de Engenharia do campus Unimonte, o AlquinGel segue os padrões da Organização Mundial de Saúde (OMS), no qual a porcentagem de álcool na mistura dos componentes é entre 75-85%.

“O responsável por matar os vírus e as bactérias é o Peróxido, por isso, é tão importante usar o álcool 70% em gel e não apenas o álcool para higienização”, alerta Monizze. O densímetro verifica o percentual da mistura. São necessários dois dias de descanso antes do uso do produto.

A produção do AlquinGel já foi iniciada bem como já está pronto o totem ecológico para o seu armazenamento. E o dia do teste do novo produto está chegando. No próximo dia 12, durante um evento de gastronomia, no Monte Serrat, os participantes e visitantes terão o AlquinGel à disposição.

“Nosso trabalho não vale nota e nem faz parte do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC),  mas estamos tão animados de fazer o álcool em gel e distribuí-lo para as pessoas se cuidarem”, completa Monizze.

Mão na Massa – A equipe responsável pelo AlquinGel é composta pelos alunos Giovana Ribeiro da Silva, André Maurício Nunes de Souza, Guilherme Bezerra, Matheus Celestino, Fernanda de Souza, Williane Ferreira, além de Monizze dos Santos. É um projeto de extensão chamado Mão na Massa orientado pela professora Maria Fernanda Palanch. Ao todo, o projeto conta com 16 alunos, sendo 7 responsáveis pela produção do álcool.

A proposta é fazer os alunos de Engenharia trabalharem de forma prática no desenvolvimento de um produto útil para a população. “A iniciativa é fazer os estudantes perceberem uma demanda da sociedade e trabalharem, de forma prática, para a solução do problema. O grupo foi bastante participativo e, além do aprendizado acadêmico sobre a elaboração de um produto, puderam ainda entender o seu papel social como futuros profissionais”, explica a professora Maria Fernanda.

Receba os melhores conteúdos e fique por dentro de tudo