Estudantes de Medicina de Cubatão participam de simulado de emergência

Ação prepara para combate em unidades de saúde do Município

Cerca de 60 estudantes de Medicina da Universidade São Judas participarão neste sábado (dia 11) do 1º Simulado de Evacuação de Emergência de Edificações de Saúde de Cubatão. A ação será realizada das 8 às 12 horas, no bairro de Monte Cabrão (área continental de Santos), na empresa Work Fire (Avenida Principal de Monte Cabrão, 460).

O foco principal será o treinamento na proteção dos pacientes internados, colaboradores e meio ambiente em situações de incêndio. Além dos alunos do curso de Medicina de Cubatão, vão participar:  representantes dos hospitais de Cubatão, médicos, brigadistas, SAMU, Corpo de Bombeiros, órgãos públicos e privados, indústria e sociedade civil.

Idealizada pela Liga Acadêmica de Urgência e Emergência do curso de Medicina da Universidade São Judas, sob a supervisão da Dra. Tricia Cristiane, do SAMU de Cubatão, a simulação de emergência é um método fundamental de avaliação e teste da capacidade para averiguar como as organizações reagem a situações inesperadas. Em geral, não há tempo para preparação nos instantes que antecedem uma ocorrência.

Serão criados ambientes similares aos presentes em hospitais, prontos-socorros, unidades de pronto atendimento, unidades básicas de saúde e clínicas, focando na proteção do público, incluindo  colaboradores, pacientes e visitantes, além do  meio ambiente.

Entre as simulações estão a prática de combate a incêndio, resgate de vítimas em locais sinistrados e confinados, ambientes em chamas, remoção e triagem de vítimas, atendimento médico a vítimas de queimaduras, fraturas, intoxicação, entre outras situações.

“Esse tipo de treinamento é fundamental para garantir a segurança da sociedade em casos de emergência. Os nossos alunos já têm atividades de simulação em nossos laboratórios. Mas uma simulação em campo real permite vivências e experiências ainda mais interessantes, uma vez que eles já fazem estágio em hospitais e unidades de saúde, e esses locais serão num futuro próximo seu ambiente de trabalho”, destaca Marcos Calvo, coordenador do curso de Medicina da Universidade São Judas em Cubatão.

Receba os melhores conteúdos e fique por dentro de tudo