Saí do Ensino Médio direto para a faculdade – e agora?

Ensino superior tem uma dinâmica diferente da educação básica; confira as dicas para se adaptar melhor nesta transição de ciclos

Você se esforçou, estudou demais, ralou e conseguiu – saiu do Ensino Médio direto para a faculdade. Parabéns! Mas atenção: nem todas as técnicas de estudo que você usava antes irão funcionar agora. O ensino superior tem uma dinâmica diferente e serão necessárias algumas adaptações. Mas nada que você não possa tirar de letra, aproveitando ao máximo essa fase. Confira, abaixo, algumas dicas: 

Mantenha a leitura em dia

Não é porque passou no vestibular que você vai jogar tudo para o alto e deixar de ler os conteúdos relacionados à sua área. Mantenha as leituras em dia, incluindo aquelas que irão acrescentar e reforçar seu aprendizado. 

Também se mantenha informado: você não tem mais de saber dos temas da atualidade para fazer as temidas redações, mas é importante acompanhar o noticiário até para um debate em sala de aula ou para participar de uma entrevista de emprego. 

Mas principalmente leia por prazer. Adquira este hábito. Um bom livro faz a gente viajar e é um amigo valioso

Vai que cola? Nem sempre 

Não deixe para estudar tudo na véspera da prova, como costuma acontecer na educação básica (quem nunca?). Os conteúdos do ensino superior são mais complexos e interligados, e também maiores em volume. Então passar a noite em claro só decorando pode ter um resultado desastroso. Procure absorver os conteúdos de maneira gradual, estudando todos os dias e consolidando o que foi compartilhado na sala de aula. 

Aproveite as oportunidades 

Envolva-se em atividades extracurriculares na sua faculdade, de seu curso ou até de outros, quando possível. Pode ser um trabalho voluntário, um curso extra, uma atividade prática… tudo isso irá agregar conhecimento, irá te ajudar a colocar a mão na massa e conhecer melhor outras áreas de atuação. Quem sabe daí não sai uma iniciativa para uma futura startup, por exemplo? Boas ideias estão em todo lugar: amplie seus horizontes e elas surgirão. 

Networking é para sempre

O que significa networking? Network vem do inglês (“net” é rede e “work” é trabalho) e significa rede de relacionamentos ou rede de contatos. Networking consiste em cultivar uma rede de pessoas que trocam informações e conhecimentos entre si.

Logo no começo do curso com certeza você irá perceber que há estudantes vindos de diversos lugares, com diferentes formações, interesses e objetivos. É uma boa ocasião para iniciar seu networking – algo que você irá levar para a vida toda. 

Aquele colega de classe com quem você simpatiza, ou acha esquisito, poderá ser, lá na frente, um colega de trabalho, ou mesmo um sócio. Ou seu futuro chefe (o mundo dá voltas)! O mesmo ocorre com os professores, com quem você poderá trocar experiências valiosas que irão além dos conteúdos ministrados durante a aula. 

Seu futuro é você quem faz

Mais do que nunca, hoje você é protagonista do seu aprendizado. As metodologias ativas estão sendo cada vez mais aplicadas com este propósito. Isso significa ter autonomia e construir conhecimento caminhando com as próprias pernas, buscando informação, com novas tecnologias e compartilhando experiências. Não deixe de interagir na sala de aula e ser cooperativo; afinal, todo mundo está lá para aprender, e todo mundo tem algo para ensinar.