Fique por dentro das 12 profissões promissoras de 2016 Fique por dentro das 12 profissões promissoras de 2016

Fique por dentro das 12 profissões promissoras de 2016

A sociedade tem mudado bastante nos últimos anos e é esperado que as profissões sigam o mesmo caminho. Fatores como o avanço da tecnologia, o acesso à informação, as mudanças na renda da população e a conscientização do consumidor em relação a questões sociais e ambientais influenciam para que surja um novo cenário no mercado de trabalho.

Ao mesmo tempo, existem também algumas profissões que permanecem ao longo dos anos, mantendo-se atualizadas de acordo com as novas condições. Com base em todas essas variáveis, é possível dizer quais são segmentos mais interessantes para 2016.

Conheça agora as profissões promissoras para o próximo ano e planeje seus estudos!

1. Profissional de compliance e controles internos

Em função dos recentes escândalos de corrupção, muitas empresas têm buscado reforçar seus controles, com foco em ética corporativa, auditoria e códigos de conduta. Esse profissional analisa e aprimora os processos internos, garantindo que todos estejam de acordo com a legislação. Normalmente é formado em Direito, Administração ou Finanças, com especialização na área. O domínio do inglês também é importante.

2. Controller

Com a retração da economia, a gestão financeira das empresas ganha ainda mais importância na tomada de decisões. Assim, o Controller passa a ser essencial, reunindo informações técnicas e estratégicas, monitorando indicadores e alertando para desvios.

Esse profissional avalia custos, despesas, investimentos, além de outros números que envolvem aspectos fiscais e tributários. Formado em Ciências Contábeis, Administração ou Economia, com especialização em Controladoria ou Gestão Financeira. Inglês fluente pode ser pré-requisito.

3. Analista, especialista ou gestor de Recursos Humanos

Os departamentos de Recursos Humanos também passam por grandes desafios, alguns trazidos pela crise econômica, como a redução de vagas e a necessidade de flexibilização da gestão, mas também relacionados ao capital humano, como capacitação, atração e retenção de talentos.

Esse profissional é responsável por identificar necessidades de treinamento e elaborar planejamentos inteligentes, realizar processos de recrutamento e seleção, administrar as políticas de remuneração e de benefícios e fortalecer a cultura da empresa. O alinhamento entre iniciativas, procedimento e valores corporativos deve ser buscado sempre pelo responsável pela área.. É comum que tenha formação em Recursos Humanos, Psicologia, Administração, Engenharia ou Economia.

4. Profissional de governança corporativa

Para contar com uma gestão mais transparente e responsável, várias empresas estão fortalecendo a governança corporativa, em especial as de menor porte, familiares ou interessadas em participar do mercado de fusões e aquisições.

Esse profissional desenvolve projetos para implementar boas práticas de gestão, cuidando da reputação e da imagem corporativa, permeando toda a organização seguindo as regras de mercado. Geralmente, a formação é em Administração, Engenharia, Economia ou Direito, com especialização em Governança.

5. Gerente de desenvolvimento de negócios

Uma das profissões mais promissoras de 2016 é a de gerente de desenvolvimento de negócios, uma vez que a área comercial é fundamental para o crescimento da empresa, principalmente em tempo de crise.

Nesse caso, os profissionais mais procurados são aqueles que superam a simples gestão de vendas baseada no portfólio de produtos e serviços — ou seja, é preciso pesquisar, prospectar novos clientes e buscar oportunidades em outros nichos. A formação em Engenharia, Administração e áreas afins deve ser complementada com um bom networking e uma grande rede de contatos.

6. Profissional do agronegócio

O setor do agronegócio é bastante amplo e abrange todas as atividades e empresas relacionadas à produção de alimentos. A indústria de máquinas agrícolas, fertilizantes e rações, além das próprias plantações, faz parte das alternativas de atuação para esse profissional.

Apesar da situação econômica do país, o agronegócio conseguiu manter bons indicadores, investindo em modernização de processos e capacitação de colaboradores. Assim, há espaço para os formados em Agronomia, Engenharia Agrícola e de Pesca, além de Medicina Veterinária e Engenharia de Alimentos.

7. Especialista em geração de energia

Com a fragilidade das atuais matrizes, muitas instituições estão se dedicando a desenvolver novas alternativas, capazes de garantir o fornecimento de energia. Esse profissional deve atuar em pesquisas para geração de energia limpa, além de potencializar a utilização de fontes como o petróleo, o carvão e o gás. Os formados em Geologia, Mineração e Engenharias de Petróleo, Química e Segurança do Trabalho terão oportunidades nesse setor.

8. Profissional da área de supply chain

Em busca de produtividade e eficiência, é essencial manter o alinhamento entre vendas e produção, para que não haja desperdício ou até mesmo a perda de recursos. O profissional da área de supply chain é responsável por centralizar as informações e realizar programações enxutas, junto aos departamentos comercial, de compras e de logística, equilibrando oferta e demanda. Normalmente é formado em Engenharia, mas também há administradores na área. Especialização em cadeia de suprimentos é um grande diferencial.

9. Arquiteto de soluções

A tecnologia se tornou necessidade básica ao funcionamento e a gestão de qualquer negócio. Assim, os arquitetos passaram a ser fundamentais no processo de venda de soluções tecnológicas, em especial nas áreas de infraestrutura, sistemas e engenharia.

Quem atua na função alinha a demanda dos clientes aos produtos ofertados pela empresa, desenvolvendo propostas técnicas e análises de custos, além de precificar os projetos. É formado na área de tecnologia e tem uma ampla visão gerencial.

10. Profissional de mídias sociais

As mídias sociais são um ambiente importante para divulgação de marcas e produtos; por isso, é grande a necessidade de investir em uma presença ativa na internet. Esse profissional cuida da comunicação em redes sociais, a partir de uma estratégia relacionada a comércio eletrônico ou voltada para reforçar a imagem e a identidade da empresa. Em geral, é formado em Marketing ou Comunicação.

11. Cientista de dados ou engenheiro de big data

Gerenciar os dados é uma questão de sobrevivência para qualquer negócio atualmente e, nesse sentido, o big data é um grande aliado, pois permite compreender tendências de mercado, efeitos de uma campanha de marketing e o comportamento do consumidor.

Esse cientista ou engenheiro desenvolve algoritmos para melhorar o desempenho das empresas, reunindo cálculo e visão gerencial. Tem formação em Matemática, Estatística ou Engenharia da Computação. São comuns especialização, mestrado ou doutorado na área de exatas. Atualmente, os profissionais mais procurados são os que têm experiência com bancos de dados e business intelligence (BI).

12. Desenvolvedor mobile

Entre as profissões promissoras para 2016 está também a de desenvolvedor mobile. As aplicações mobile fazem parte da estratégia de diversas empresas, com o objetivo de se aproximarem do público consumidor.

A principal função do desenvolvedor é construir aplicativos para sistemas móveis, como smartphones e tablets, de acordo com as demandas dos arquitetos de software. Esses profissionais também têm formação em tecnologia, com grande experiência em linguagens específicas, como C, Java, J2EE, C++ e frameworks. O conhecimento ou fluência em inglês pode ser uma exigência.

E aí, qual dessas opções se alinha melhor ao seu perfil e às suas expectativas? Sabe de mais algumas profissões promissoras para 2016? Conte para a gente nos comentários!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *