Como funcionam as bolsas de iniciação científica?

Quem ingressa na universidade se depara praticamente com um mundo novo, que, além das aulas e laboratórios esperados do curso superior, oferece uma série de outras oportunidades de aprendizado. As bolsas de iniciação científica fazem parte desse grupo de portas que se abrem para o estudante universitário que procura ter uma experiência que vá além das salas de aula.

Além de todo o conhecimento que pode proporcionar, a iniciação científica pode ser uma boa para quem procura uma vivência mais próxima da universidade, além de somar ótimos pontos no currículo e dar uma ajudinha na hora de pagar as contas no fim do mês.

Neste post, vamos te contar um pouco sobre o que é a iniciação científica, a importância dela tanto para o aluno quanto para a sociedade e a universidade, e também sobre as bolsas, sua função e como consegui-las. Confira:

O que é Iniciação Científica?

É uma atividade dirigida aos alunos de graduação que estejam interessados em desenvolver uma pesquisa científica.

Quais são os objetivos?

  • Aprimorar o processo de formação acadêmica;
  • Mostrar a importância da produção de conhecimento;
  • Proporcionar a aprendizagem de processos e métodos gerais e específicos de investigação científica;
  • Preparar de maneira mais adequada o graduando para a pós-graduação stricto sensu;
  • Desenvolver a cultura científica, crítica e investigativa na graduação.

Quem pode participar?

O aluno que estiver regularmente matriculado num curso de graduação e não esteja no último ano do seu curso, tem um excelente desempenho acadêmico e dispor de tempos para as atividades programadas.

Como fazer?

A Diretoria de Pesquisa, oferece dois programas de Iniciação científica: ProCiência e PIBIC, ambos com início em agosto.

 

ProCiência

O ProCiência é um programa destinado aos alunos que desejam aprender a utilizar técnicas de e princípios do método científico. Tem duração de 12 meses.

Como participar?

O Edital de Inscrição e Seleção é publicado pela Diretoria de Pesquisa durante o mês de abril. O processo seletivo ocorre em maio.

Quais as exigências?

  • Ter um projeto de pesquisa recomendado por um orientador
  • Dispor de 20 horas semanais para participar das atividades programadas

O que é oferecido?

  • No universo de 100 vagas disponíveis, para os 40 primeiros colocados no processo seletivo ganham uma bolsa de estudos na forma de 10% de desconto sobre as mensalidades do curso de graduação;
  • Um conjunto de atividades destinadas a auxiliar o aluno na elaboração e desenvolvimento de sua pesquisa;
  • Toda a infraestrutura física e pedagógica da Instituição;
  • Orientação de um professor credenciado pela Diretoria de Pesquisa;
  • Após a entrega dos relatórios parcial e final e apresentação no evento de Iniciação científica e aprovação, é emitido um certificado de participação.

 

 

PIBIC/CNPq

O Programa de Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC/CNPq é administrado pela Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação da USJT e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) por meio da concessão de bolsas a estudantes de graduação integrados na pesquisa científica.

Como participar?

O Edital de Inscrição e Seleção é publicado pela Diretoria de Pesquisa durante o mês de abril. O processo seletivo ocorre em maio.

Quais as exigências?

Ter um projeto de pesquisa recomendado por um orientador

Apresentar o termo de compromisso do orientador credenciado pela Diretoria de Pesquisa.

Dispor de um parecer favorável ao projeto de autoria de um professor da USJT;

O que é oferecido?

  • Toda a infraestrutura física e pedagógica da Instituição;
  • Orientação de um professor credenciado pela Diretoria de Pesquisa;

Após a entrega do relatório e aprovação, é emitido um certificado de participação.

 

Mais informações:



Deixe uma resposta