Como conseguir um emprego na área de formação? Como conseguir um emprego na área de formação?

Como conseguir um emprego na área de formação?

Há 20 anos, ter um diploma era garantia de um bom emprego na área de formação. Entretanto, os tempos são outros. Hoje em dia, o maior acesso à educação superior aumentou a concorrência, e muita gente tem dúvidas sobre como se colocar no mercado de trabalho durante o curso ou após o término da faculdade.

No artigo de hoje, vamos te dar algumas dicas de como conseguir um emprego na área que você estudou. Confira!

Planeje com antecedência

Essa é uma questão que não pode ser deixada de lado. Cada curso de graduação prepara os estudantes para atuar em diversas áreas dentro do escopo de atuação da profissão. Um estudante do curso de Administração, por exemplo, pode trabalhar em vários departamentos de uma empresa: comercial, RH, administrativo, financeiro, etc.

Você sabe onde quer chegar? Ter um planejamento de carreira consistente e bem estruturado ajuda muito na hora de conquistar um emprego na área de atuação. Com ele, você saberá quais passos terão de ser dados durante a graduação para que você atinja seu objetivo. Sonha em trabalhar em uma multinacional? Aprender um idioma estrangeiro terá de ser uma de suas metas para chegar lá.

Aproveite seu curso de graduação por inteiro

Apesar de cada vez mais pessoas terem acesso a cursos de ensino superior no Brasil, fazer uma faculdade continua sendo privilégio de poucos. Por isso, aproveite ao máximo essa oportunidade!

Ter um bom comportamento em sala, utilizando o período das aulas para realmente aprender o que está sendo passado; realizar as tarefas propostas com empenho e dedicação; e construir bons relacionamentos com colegas e professores são atitudes que indicam maturidade e competência. Isso pode te ajudar muito na hora de conseguir uma indicação a estágios e vagas de emprego. Aprenda a construir as oportunidades!

Corra atrás de estágios

Algumas pessoas têm que trabalhar para pagar seu curso de graduação, e, por isso, acabam sendo obrigadas a deixar de lado as oportunidades de estágio. Se esse não é o seu caso, ou se o seu curso tem vagas de estágio remuneradas, não perca essa chance!

Estagiar na área de atuação que você pretende seguir depois de formado permite que você aprenda muito sobre o trabalho, atuando junto a profissionais experientes na área, e ainda fica muito bom no seu currículo. Além disso, se você se destacar durante o estágio e passar a ser visto como um profissional competente, aumentam suas chances de efetivação após a formatura.

Por outro lado, se você ainda está em dúvida sobre qual área de seu curso seguir, estagiar em diversos ramos pode lhe ajudar a solucioná-la. A graduação é um período de intenso aprendizado e experimentação, e você deve aproveitar isso se ainda não está certo de onde quer trabalhar. Você aprenderá um pouco sobre cada ramo e terá mais certeza na hora de decidir qual delas tem mais a sua cara.

Não subestime a importância do networking

Contatos abrem portas, e essa máxima não poderia ser mais verdadeira quando se trata de como conseguir um emprego. Esforce-se para formar, durante a graduação, uma boa rede de contatos de profissionais da sua área.

Participe de atividades complementares oferecidas pela sua instituição de ensino, entre em grupos de discussão e fóruns na internet compostos por profissionais de seu curso, assista a palestras e workshops, esforce-se para conhecer pessoas.

Construindo um bom networking — e mantendo a dinâmica de relacionamento fortalecida, sempre é bom ressaltar — você poderá ser lembrado e indicado com muito mais facilidade quando aquela vaga de emprego dos seus sonhos surgir.

Foque no aprendizado contínuo

Como dissemos na introdução desse artigo, hoje em dia ter um diploma apenas pode não ser suficiente na hora de conseguir um emprego. O mercado de trabalho está bem saturado em diversas áreas, com muitos profissionais graduados disputando vagas. Sendo assim, você tem que investir no aprimoramento de sua empregabilidade, ou seja, sua capacidade de sincronizar suas habilidades pessoais e profissionais ao cenário atual.

Para isso, ter diferenciais pode te ajudar muito. Invista em cursos de pós-graduação, MBAs, cursos, palestras e congressos de sua área. Mantenha-se sempre atualizado e leia bastante sobre sua área. O aprendizado contínuo é uma das características mais bem-vistas por empresas e empregadores.

Invista no marketing pessoal

Marketing pessoal é o esforço que você mesmo faz para ser notado por suas qualidades, habilidades e competências — não confunda com bajulação ou arrogância! Para isso, você tem que desenvolver ou aprimorar qualidades que são muito bem vistas no mundo corporativo e mostrá-las ao mundo.

Ter flexibilidade, jogo de cintura, foco, competência, mostrar-se como uma pessoa pró-ativa, organizada, bem-humorada e positiva diante da vida pode abrir muitas portas em sua futura carreira profissional. Assim, invista na montagem de um currículo completo e criativo, que mostre, além de suas experiências estudantis e profissionais, quem você é e quais são suas melhores habilidades.

Mas atenção: nada de mentiras! Só coloque no currículo aquilo que for realmente verdadeiro. Empregadores não são tolos e, mesmo que o contratem, perceberão rapidinho que você não é aquilo tudo que descreveu.

Se você não tem ainda habilidades que considera importantes em sua futura profissão, trate de empenhar-se em desenvolvê-las! Apesar de todos termos personalidade e características distintas, que devem ser respeitadas por fazerem parte de nossa essência, isso não impede que certas características possam ser trabalhadas e melhoradas.

Por exemplo, você é extremamente tímido e acha que isso pode te atrapalhar em sua futura profissão? Experimente, aos poucos, desafiar-se a enfrentar seus medos. Você pode começar dando uma opinião em uma discussão em sala de aula. Ao ver que nada de trágico acontecerá e que ninguém julgará você por isso, você ficará mais confiante para novos desafios.

Não necessariamente você se transformará na pessoa mais extrovertida da classe, porque isso não faz parte de quem você é. O foco tem que ser não deixar que sua timidez lhe paralise e impeça-o de conquistar o emprego de seus sonhos, e isso pode ser aplicado a qualquer característica que você deseja trabalhar para ser um melhor profissional.

Essas dicas foram úteis para te ajudar a traçar estratégias e entender como conseguir um emprego em sua área de formação? Tem alguma outra opinião sobre o assunto? Comente e conte pra gente!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *