Ciências Biológicas: como saber se tenho vocação para essa área? Ciências Biológicas: como saber se tenho vocação para essa área?

Ciências Biológicas: como saber se tenho vocação para essa área?

A escolha do curso certo é o primeiro passo em direção a uma carreira profissional de sucesso. Por isso mesmo, é uma decisão muito difícil para os estudantes de ensino médio, que nem sempre têm informações suficientes sobre as possibilidades e as realidades do mercado de trabalho de cada área.

Por isso, no post de hoje preparamos informações sobre a área de Ciências Biológicas. Você vai conhecer um pouco mais sobre as carreiras que um profissional formado nesses cursos pode seguir e conferir dicas para saber se você tem vocação para seguir esse caminho. Confira!

Quais são as Ciências Biológicas

A grande área de Ciências Biológicas compreende uma ampla gama de cursos superiores. O mais concorrido é a Medicina, mas a área também inclui outros cursos de saúde como Fisioterapia, Odontologia, Biomedicina, Fonoaudiologia, Farmácia, Enfermagem e Nutrição. Outros cursos da área de Biológicas são Educação Física, Zootecnia, Medicina Veterinária e Biologia.

Como saber se você tem vocação

Você gosta de Biologia?

Para saber se você tem vocação para a área de Ciências Biológicas, o primeiro passo é ter afinidade e gostar de Biologia na escola, pois será preciso ter uma boa base nessa disciplina.

Mas tenha em mente que o seu nível de comprometimento com essa matéria na faculdade será muito mais profundo. No ensino médio, a Biologia que se aprende é bem geral e a maior dificuldade costuma ser decorar e associar nomes a tipos de plantas e insetos.

Como estudante e profissional de Ciências Biológicas, sua tarefa será mais árdua. Pesquisando sobre algum tema, você pode simplesmente chegar à conclusão de que a resposta que procura ainda não existe. Esse costuma ser um problema para os alunos que acabaram de chegar na graduação, independentemente do curso.

O lado bom é que, de repente, você é quem vai apresentar a primeira teoria ou hipótese interessante para aquela área de estudos. Ou, ao menos, contribuir bastante para melhorar a pergunta, com os resultados que encontrar em suas pesquisas.

Essas possíveis lacunas de conhecimento aumentaram sua vontade de saber sobre Biologia e imergir nas pesquisas relacionadas à área? Se a resposta é sim, essa já é uma boa maneira de saber que você leva mesmo jeito pra coisa!

Pense também que, embora a necessidade de lidar com pessoas seja maior ou menor dependendo da área de Ciências Biológicas que você escolher, todas elas envolvem necessariamente certas habilidades sociais. Ser proativo, trabalhar em grupo, respeitar hierarquias e prestar conta à sua equipe são requisitos fundamentais.

Aproveite o seu tempo na faculdade para treinar também essas habilidades de convivência e interação.

Tem interesse por formas de vida animais e vegetais?

Todas as opções de carreira nesse campo do conhecimento compartilham o grande interesse pelo estudo das formas de vida. Mamíferos, anfíbios, plantas e outros seres vivos são objetos de estudo do biólogo.

Além disso, boa parte das suas aulas na faculdade serão práticas. Isso envolve trabalho de campo, pesquisas laboratoriais e também as famosas dissecações. Sim, algo indispensável para aprender sobre a anatomia humana e animal é dissecar.

Mas se a ideia de aprender examinando o corpo de um animal morto te causa desconforto, não se preocupe: converse com qualquer biólogo e ele vai te dizer que esse tipo de atividade é muito menos assustadora do que parece. Além disso, todo o procedimento é feito com material higienizado e sem que você entre em contato direto com o objeto que vai dissecar, seja ele um animal ou um ser humano.

Gostar de Biologia e se interessar pela vida animal e vegetal é muito importante, mas é preciso também refletir sobre as carreiras possíveis dentro do campo, as condições de trabalho e a rotina dos profissionais, até mesmo para entender qual opção dentre as Ciências Biológicas é a melhor para você.

Quais são as principais disciplinas do curso

Citologia

Também conhecida como Biologia Celular, essa é a área da Biologia que se encarrega do estudo das células e tecidos vivos. Com certeza, você já teve algum contato com essa disciplina, que costuma ser abordada no primeiro trimestre do 1º ano do ensino médio.

Tente se lembrar daquele desenho de uma célula com as setas apontando cada uma das partes e dizendo seu nome. Normalmente é por aí que a coisa começa.

Genética

Um dos campos de estudo da Biologia mais em alta nos dias de hoje. Hereditariedade, variação dos genes, transmissão de características biológicas, clonagem e outros assuntos relacionados são estudados pela Genética. O interesse por essa área é tão grande que há até mesmo cursos de graduação que se dedicam inteiramente a ela, como é o caso da Engenharia Genética.

Zoologia

Essa disciplina é responsável por um estudo aprofundado dos animais: sua constituição, características, evolução, anatomia, a forma como cada espécie se distribui pelo planeta e outros aspectos. Com uma parte crescente das espécies encarando ameaças de extinção, o trabalho do biólogo especializado em Zoologia ganhou muita importância.

Ecologia

O meio ambiente e a interação dos animais com ele são o objeto de estudo da Ecologia. Essa área se volta aos motivos de certos animais são abundantes em certas áreas e quase inexistentes em outras, a função que cada um desempenha no ecossistema em que vive, entre outras coisas. Assim como acontece com a Zoologia, os biólogos da área de Ecologia têm a importante tarefa de contribuir para evitar a extinção de espécies animais.

Morfologia

A Morfologia é a disciplina que estuda a formação dos animais. Ela busca entender como répteis, anfíbios, mamíferos, aves e outras classes são formadas e como evoluíram até chegarem ao estágio em que estão hoje. A Morfologia se divide em Anatomia (que estuda a formação visível dos animais) e a Histologia (que estuda sua formação microscópica).

Como é o ambiente de trabalho

Outro aspecto que deve ser levado em conta na hora de escolher um curso na área de Ciências Biológicas é o ambiente de trabalho e o perfil de cada profissão. De maneira geral, são três tipos de carreira:

  • os cursos ligados à saúde, que se dedicam ao estudo do corpo humano, suas doenças e o tratamento de patologias;

  • os estudos ligados à natureza, que observam os seres vivos e sua relação com o meio ambiente;

  • e os cursos mais focados na área técnica, como Biomedicina e Farmácia, que são indicados para quem deseja trabalhar em laboratório manipulando e testando substâncias, estudando microrganismos etc.

Cursos de saúde e técnica

Os cursos de saúde abrangem a Medicina, a Odontologia, a Fisioterapia, a Enfermagem, a Nutrição, a Fonoaudiologia, a Educação Física, a Biomedicina e a Farmácia, cada uma com suas especificidades. Com exceção dos dois últimos, os demais cursos são direcionados ao trato de pacientes e, por isso, são carreiras que requerem do profissional paciência e habilidades sociais para lidar com o público.

As áreas de Biomedicina e Farmácia já são de um perfil diferente, pois são direcionadas ao setor técnico e laboratorial. Portanto, o ambiente de trabalho é mais reservado, ideal para aqueles que gostam de trabalhar em silêncio.

A Medicina Veterinária também é um curso de saúde, mas a atenção é voltada para a vida animal. Há diversas opções de especialização e é possível focar tanto em animais domésticos como em seres selvagens ou rurais. Os médicos veterinários também precisam desenvolver habilidades sociais durante a faculdade, pois a profissão também requer o diálogo constante com pessoas e proprietários de animais.

Ciências da natureza

Diversos cursos de Ciências Biológicas são direcionados para a compreensão de fenômenos da natureza. O mais abrangente é o curso de Biologia (que se divide em Biofísica, Biologia Evolutiva, Marinha ou Vegetal, Biologia Celular, Genética, Microbiologia e Zoologia), mas também há cursos como Ciências Ambientais, Ecologia e Zootecnia, focados em fenômenos específicos do meio ambiente e na relação dos seres vivos com os recursos naturais.

As carreiras em Ciências Biológicas fora do campo da saúde também incluem o serviço público (em agências ambientais, vigilância sanitária, saneamento etc) e consultorias especializadas, além do mercado privado.

Produção de conhecimento

As Ciências Biológicas são uma área fortemente ligada ao setor de inovação e desenvolvimento tecnológico. Seja na produção de alimentos, substâncias, cosméticos, vacinas ou medicamentos, diferentes carreiras da área de Biológicas possibilitam ao profissional atuar no desenvolvimento de tecnologia de ponta para a sociedade.

Se você sempre sonhou em trabalhar em laboratórios, vale a pena se informar mais sobre carreiras como Biomedicina, Genética e Farmácia.

Carreira acadêmica

Outra opção de carreira para quem se interessa pela área de Ciências Biológicas é o caminho acadêmico. São diversas opções de cursos de mestrado e doutorado para quem deseja ingressar na área de pesquisa científica e atuar na formação de novos profissionais por meio da docência em instituições de ensino superior.

Bacharelado e licenciatura

Cursos como Ecologia, Zoologia e Biologia, de maneira geral, oferecem duas possibilidades para a formação profissional. A licenciatura é a modalidade direcionada para quem deseja construir uma carreira em docência e habilita o profissional a dar aulas no ensino fundamental e médio, incluindo na grade disciplinas dos cursos de Educação e Pedagogia.

Já o bacharelado é a modalidade indicada para quem deseja trabalhar com pesquisa científica, consultoria, laboratórios e demais carreiras do campo. Na maioria dos cursos, é possível formar-se nas duas modalidades.

Bacharelado interdisciplinar

Os cursos de bacharelado interdisciplinar são uma nova modalidade implementada para testar um modelo de ensino diferente. Nele, o aluno completa um ciclo básico em Ciências Biológicas — que dura entre dois e três anos — voltado para uma formação mais geral, e, depois, pode cursar um bacharelado em uma área mais específica.

Essa é uma boa alternativa para quem quer conhecer um pouco mais sobre o campo das Ciências Biológicas antes de decidir a carreira, mas, em geral, não é destinado a quem deseja seguir carreira em saúde.

Diante de tantas opções para seguir a carreira em Ciências Biológicas, o ideal é se informar sobre a profissão, o mercado de trabalho e as possibilidades de carreira para tomar uma boa decisão. Igualmente importante é escolher uma faculdade bem avaliada, que vai valorizar o seu currículo.

Como é o mercado de trabalho

Com todas essas opções para quem se forma na área de Ciências Biológicas, basta ter foco e planejamento para conseguir um bom emprego. Algumas informações sobre o mercado de trabalho também podem ajudar a preparar melhor o seu caminho na faculdade e direcionar seus estudos desde o primeiro dia.

O caminho da especialização é natural para aqueles que desejam seguir carreira acadêmica. Mas, ao contrário do que se poderia pensar, isso não significa que você pode parar de estudar quando sair da graduação só porque pretende trabalhar fora da universidade.

O curso de Ciências Biológicas oferece uma formação sólida para o profissional, mas ainda assim o mercado de trabalho demanda especialização, principalmente se a área que você escolher for mais concorrida.

Outra dica que vale não só para biólogos, mas para qualquer carreira: busque ao máximo as oportunidades de experiência prática dentro da faculdade. Estágios, pesquisas, disciplinas que oferecem prática laboratorial, trabalho de campo e outras atividades que darão ao seu currículo um diferencial de experiência quando se formar.

Profissionais conceituados da área costumam afirmar que experiência e especialização são as melhores maneiras de o aluno estar preparado para o mercado de trabalho quando sair da faculdade.

Qual é a média salarial do profissional das ciências biológicas

Falar sobre o salário de um tipo de profissional pode ser complexo, já que os valores costumam variar muito. Os profissionais das Ciências Biológicas, como vimos, podem atuar em áreas muito diferentes.

Vamos citar alguns valores apenas para que você tenha uma ideia, mas lembre-se de que o mercado de trabalho pode mudar, ocasionando aumento ou diminuição na média salarial de uma profissão, ok?

Um biólogo que acabou de chegar no mercado de trabalho costuma ganhar algo em torno de R$ 1100. A boa notícia é que essa é considerada uma das médias salariais mais altas para um profissional que acaba de começar na profissão. A média geral no Brasil é de R$ 2.604,71.

Há casos de profissionais renomados — ou mesmo que atingem altos escalões no emprego público — com rendimentos acima dos R$ 14 mil mensais. Muito estimulante, não é verdade? Mas lembre-se: isso não é nem de longe a regra.

Pense na carreira de Ciências Biológicas como bem remunerada, mas sem exageros, e também como uma profissão que exige muito estudo e dedicação. Quem sabe não é essa a profissão perfeita pra você?

Agora que você já sabe tudo sobre os cursos de Ciências Biológicas, que tal conferir mais informações sobre as áreas de Humanas e Exatas no blog?



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *