6 razões para apostar no curso de Educação Física 6 razões para apostar no curso de Educação Física

6 razões para apostar no curso de Educação Física

Visto antigamente como um curso de quem “não estava a fim de estudar” ou de quem só gostava de praticar esportes e nada mais, o curso de Educação Física tem ganhado muitos adeptos. Isso porque cada vez mais pessoas se mostram interessadas em estudar e promover a saúde das pessoas por meio da prática de atividades físicas.

Se engana quem pensa que o curso de Educação Física é moleza, focado somente em atividades práticas ou que prepara os alunos, exclusivamente, para serem professores de ensino fundamental e médio. Quando bem planejada e estruturada, a carreira como educador físico é extremamente promissora e possibilita muitos caminhos para o profissional da área.

Quer descobrir o que faz e onde atua um educador físico e, de quebra, ainda conhecer 6 razões para apostar no curso de Educação Física? Continue lendo o nosso post de hoje e confira!

O que faz um educador físico

O educador físico é o profissional responsável por planejar, supervisionar e coordenar programas de atividades físicas e recreativas em diversos tipos de ambientes. O profissional dessa área também atua na promoção e reabilitação da saúde, em diferentes faixas etárias e em grupos com necessidades especiais, por meio da prática de atividades físicas.

Como é o curso de Educação Física e onde se pode atuar depois de formado

O curso de Educação Física é regulamentado pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura) e tem 4 anos de duração. Ao ingressar, o aluno pode optar por cursar o bacharelado, em que se formará treinador físico, basicamente; ou licenciatura, em que receberá instrução pedagógica a fim de tornar-se um professor de Educação Física, apto a lecionar nos ensinos fundamental e médio.

Durante o curso são aprendidas matérias de cunho geral como Nutrição, Anatomia e Fisiologia Humanas, Prevenção de Lesões e Primeiros Socorros, bem como matérias mais voltadas especificamente para o curso, como Atletismo, Esportes Aquáticos, Dança, Ginástica, Esportes, etc.

Depois de formado, o educador físico, devidamente registrado no CREF (Conselho Regional de Educação Física) de sua região, como previsto em lei, pode exercer suas atividades profissionais em diversas áreas de atuação, como:

  • Escolas;

  • Academias;

  • Personal Trainer;

  • Assessoria Esportiva;

  • Treinador Esportivo;

  • Reabilitação de movimentos;

  • Eventos/Turismo; e

  • Ginástica Laboral (empresas).

Se você ainda não está totalmente convencido de que fazer o curso de Educação Física é uma boa opção, confira alguns outros bons motivos para investir nessa carreira, listados no próximo tópico.

6 razões para apostar no curso de Educação Física

Readequação do currículo às exigências do mercado de trabalho

Em 2010 o MEC, antenado às tendências e exigências que o mercado de trabalho vinha cobrando dos profissionais de Educação Física, promoveu modificações na grade curricular obrigatória do curso. Assim, foram incluídas matérias muito importantes e interessantes para a formação dos alunos, alinhadas a todas essas mudanças e exigências.

Ginástica Laboral, Antropologia e Fisiologia do Corpo, Fisiologia do Exercício, Saúde Coletiva, Lazer e Empreendedorismo são alguns exemplos de disciplinas que agora estão, obrigatoriamente, no currículo de qualquer curso de Educação Física autorizado pelo MEC a formar profissionais dessa área.

A matéria de Empreendedorismo, por exemplo, foi um grande avanço na formação de educadores físicos. Isso porque, depois de formados, muitos profissionais decidem lançar-se no mundo dos negócios, abrindo academias ou centros de treinamento ou mesmo tornando-se personal trainers. Com essa disciplina adicionada aos currículos, os alunos aprendem noções de administração de empresas, marketing e gestão de negócios.

Múltiplas possibilidades de especialização

Para quem deseja ter uma carreira bem-sucedida como educador físico, só a graduação não basta. É necessário estar em constante aprendizado e aperfeiçoamento. A boa notícia é que, como profissional formado na área, você pode escolher entre variadas opções de cursos de especialização, mestrado e doutorado, tornando-se um especialista naquele assunto que você mais curte.

Entre as opções de cursos de pós-graduação em Educação Física, disponibilizados em diversas universidades e instituições de ensino espalhadas pelo país, estão:

  • Biomecânica do Exercício;

  • Administração e Marketing Esportivo;

  • Psicologia do Esporte;

  • Fisiologia do Exercício;

  • Acupuntura; e

  • Treinamento Desportivo.

Esses são apenas alguns exemplos, mas existem muito mais opções disponíveis. É só escolher aquela que mais tem a ver com você e investir nisso! O mercado de trabalho costuma absorver rapidamente profissionais de Educação Física especialistas em determinadas áreas do conhecimento.

Aumento da procura por um estilo de vida mais saudável

A cada dia que passa, mais e mais pessoas têm se preocupado com o estilo de vida extremamente estressante e maléfico para a saúde que temos vivido nos dias atuais. A prática regular de exercícios e o aumento da qualidade de vida tornaram-se objetivos buscados por milhares de pessoas.

Por isso, a procura por educadores físicos que atuem como instrutores de atividades físicas, professores de ginástica e outras modalidades, bem como personal trainers e supervisores de corridas, tem crescido bastante, aumentando também as oportunidades para esses profissionais.

Aumento da procura por esportes de aventura

Outra modalidade de exercício que vem ganhando mais adeptos a cada dia são os chamados esportes de aventura: montanhismo, escalada, trilhas, mergulho e mountain bike, por exemplo. As pessoas buscam adrenalina em atividades fora de suas rotinas para liberarem o estresse e sentirem-se mais livres. Se você curte atividades ao ar livre e em contato com a natureza, tornar-se um instrutor de algum esporte de aventura pode ser uma ótima opção, você não acha?

Possibilidade de trabalhar com turismo

Especialmente em regiões turísticas do Brasil, como o Nordeste, a busca por educadores físicos que atuem como instrutores de atividades recreativas em eventos e turismo aumentou bastante. Hotéis, spas, resorts e até mesmo navios de cruzeiro vêm contratando profissionais de Educação Física para planejarem e proporem atividades lúdicas e brincadeiras para os hóspedes.

Possibilidade de ajudar as pessoas em centros de reabilitação

Para quem curte trabalhar ajudando quem mais precisa, formar-se como educador físico pode ser uma ótima opção. Isso porque também vem aumentando o número de vagas para esses profissionais em centros e clínicas de reabilitação de movimentos, ONGs e hospitais.

Nesse tipo de trabalho, os profissionais de Educação Física trabalham diretamente com o paciente que sofreu algum tipo de lesão ou perda de movimentos ou que tem alguma necessidade especial. Em conjunto com outros profissionais, como o médico e o fisioterapeuta, o educador físico tem papel crucial no restabelecimento dessas pessoas.

Essas são apenas algumas razões para você investir no curso de Educação Física. Existem diversas outras, mas a principal questão é: essa profissão tem a ver com você e com quem você é? Se a resposta for sim, não perca mais tempo e estude para ser um educador físico!

Você pensa em fazer o curso de Educação Física? Quais as suas razões? Conte para a gente nos comentários e enriqueça a discussão sobre esse assunto!