6 erros que você deve evitar ao escolher a profissão

Escolher a profissão é uma tarefa que todo mundo, cedo ou tarde, acaba tendo que enfrentar. E, por ser uma decisão complicada, todo cuidado é pouco na hora de saber, enfim, qual caminho seguir.

Segundo uma reportagem da Folha de São Paulo, baseada em informações do Ministério da Educação, mais universitários trancam do que concluem a graduação, o que é um forte indício de que há algo errado na hora de escolher o curso superior.

Assim, se você está prestes a investir em uma profissão, é preciso conhecer alguns equívocos a serem evitados nessa jornada. Por isso hoje vamos mostrar os principais erros dos quais você deve se precaver durante seu processo de escolha.

Confira!

Ingressar em uma profissão que seus pais amam, mas você, não

Os adultos sempre querem o bem dos filhos. Por isso, na hora de escolher a profissão, é normal que seus pais desejem auxiliar em uma decisão tão importante.

De fato a experiência de vida dos mais velhos pode ser de extrema utilidade para ajudar você a optar por uma carreira promissora. Contudo, alguns pais projetam nos filhos seus próprios sonhos e desejos, e suas opiniões sobre a melhor escolha a se fazer inevitavelmente estarão relacionadas à forma como eles encaram o mundo.

É evidente que ouvir o que seus pais têm a dizer é relevante, mas não se esqueça de que a escolha da profissão irá impactar diretamente em sua vida e, portanto, a palavra final caberá a você e mais ninguém.

Uma escolha precipitada ou equivocada pode trazer sérios prejuízos ao seu futuro e a forte influência dos pais, pode atrapalhar na sua decisão, o que é confirmado por uma matéria veiculada no portal da Globo.

Analise de forma racional e com consciência as opiniões de seus pais, mas não perca de vista seus próprios pontos de vista, desejos e expectativas. 

Escolher uma profissão pensando apenas no retorno financeiro

É claro que você precisa considerar a remuneração da carreira que vai seguir; afinal, dinheiro é uma parte necessária da vida. Entretanto, ingressar em uma profissão pensando apenas no retorno financeiro é um dos maiores erros que você pode cometer.

Existem muitas carreiras promissoras que vão estar em alta nos próximos anos, mas será que elas são para você? Profissionais de tecnologia da informação, médicos, engenheiros: esses são exemplos de profissionais que têm excelentes chances de boa remuneração. Mas e se as áreas que despertam seu interesse forem completamente diferentes dessas? Vale a pena abrir mão daquilo de que você efetivamente gosta apenas em busca de um salário mais alto?

Nenhum grande salário pode amenizar uma rotina desgastante, que te exige fazer algo de que não gosta. Você deve, sim, tentar encontrar uma profissão na qual você possa ter um bom futuro. Porém, empregue todos os seus esforços para alinhar uma carreira próspera com uma profissão na qual você veja propósito e se sinta realizado exercendo.

Não pesquisar sobre o real funcionamento da profissão

Muitos estudantes prestam o vestibular, começam seus estudos universitários, se formam e, anos depois, quando começam a trabalhar na área, percebem que fizeram uma escolha errada na hora em que ingressaram naquela carreira.

Nesses casos, o sentimento de frustração é inevitável. Isso acontece pela simples falta de informação e maturidade na hora de dar os primeiros passos em direção ao futuro profissional.

Antes de escolher qual profissão seguir, é preciso informar-se profundamente a respeito da rotina e da realidade da carreira na qual você pretende investir. Quais são as atribuições típicas dessa profissão? Quais são as perspectivas de carreira? Como é o dia a dia do profissional? De que maneira a rotina da profissão poderá interferir em sua vida pessoal?

Antes de ingressar na faculdade, é essencial ler muito sobre a carreira e, se possível, conversar com profissionais já formados e atuantes no mercado, para que você saiba o que te espera na vida real se você resolver mergulhar de cabeça em determinada profissão.

Essas simples medidas ajudarão você a tomar suas decisões com mais sabedoria, minimizando as chances de você se decepcionar com o cotidiano profissional

Não ter clareza sobre seus objetivos e planos

A princípio, você pode pensar que a escolha de uma profissão refere-se apenas à maneira com a qual você irá ganhar a vida. Pois saiba que a esfera profissional não é apenas uma ferramenta para prover nosso sustento: nossa profissão interfere em muitos aspectos de nossa existência.

Afinal, é nosso trabalho que ajuda a definir nossa condição financeira, nosso círculo social, o tempo livre que teremos, nossa rotina e o que faremos com grande parte do nosso tempo ao longo do dia.

Por essa razão, um dos erros que você deve evitar ao escolher a profissão é não ter clareza sobre seus objetivos de curto, médio e longo prazo e também sobre seus planos de vida. Analise o que você espera para os próximos anos, pois a profissão que você deseja seguir desempenhará um papel determinante em seu cenário de vida.

Desvalorizar seus interesses e aptidões

O que você gosta de fazer? Quais são suas habilidades? O que faz seus olhos brilharem? Investir em autoconhecimento e investigar suas verdadeiras paixões e seus reais interesses pode ajudar você a encontrar uma profissão que se alinhe com aquilo que você é.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Coaching, uma das maneiras mais eficazes de se escolher a profissão é alinhá-la com suas preferências e aptidões pessoais.

Por outro lado, se você desvalorizar sua própria essência, é grande a chance de ingressar em uma carreira que não tem nada a ver com você. O resultado? Uma provável frustração profissional que, cedo ou tarde, irá se manifestar.

Assim, a saída é saber exatamente aquilo que faz seu coração bater mais forte quando o assunto é trabalho. É claro que há outras questões a serem consideradas, mas partir desse ponto já é bastante interessante.

Desconsiderar o futuro do mercado

Você já sabe o que quer fazer da vida, e escolheu uma profissão que tem tudo a ver com você. Mas será que o mercado ainda tem espaço suficiente para essa carreira? É preciso analisar a situação atual do mercado para saber o que esperar de uma profissão.

O mercado já está saturado com relação a algumas carreiras. Contudo, para outras profissões, a situação é de expansão e bastante promissora. É importante ter consciência do que te espera depois de formado, para que você opte por uma carreira de que goste, mas que também tenha um bom grau de empregabilidade.

Ao desconsiderar a situação do mercado de trabalho, você corre o risco de, depois de formado, não conseguir emprego com rapidez, ou até mesmo ter uma remuneração inferior ao esperado.

Como você viu, a escolha de uma profissão é uma decisão complexa e, para ser bem-sucedido e feliz em uma carreira, é preciso investir em autoconhecimento e muita pesquisa. O trabalho tem um papel muito importante na vida de qualquer pessoa, e optar por uma profissão condizente com seu perfil é essencial para encontrar a realização pessoal.

Gostou de nosso texto? Então aproveite e baixe nosso Guia completo para acertar na escolha da profissão, que vai ajudá-lo ainda mais a fazer a sua escolha com segurança e firmeza!



Deixe uma resposta