4 motivos para cursar Engenharia de Controle e Automação 4 motivos para cursar Engenharia de Controle e Automação

4 motivos para cursar Engenharia de Controle e Automação

Você está em busca de uma profissão estável, interessante e bem paga? Vale a pena tirar um tempinho nas suas pesquisas para conhecer a Engenharia de Controle e Automação. Ela forma profissionais com uma vasta área de atuação e uma instrução acadêmica muito ampla, envolvendo, inclusive, várias disciplinas de outras áreas da Engenharia.

Ficou interessado? Então acompanhe este texto até o fim, pois vamos te dar quatro bons motivos para fazer um curso de Engenharia de Controle e Automação:

Quem se forma em Engenharia de Controle e Automação é um profissional polivalente

De maneira geral, podemos dizer que a função desse tipo de engenheiro é automatizar tarefas que antes eram realizadas por pessoas. Aqueles “braços”mecânicos que você vê desempenhando trabalhos repetitivos como soldar peças de carros nas grandes fábricas automobilísticas são uma boa imagem.

Um profissional formado em Engenharia de Controle e Automação projeta máquinas, desenvolve tecnologia para elas e gerencia o seu funcionamento. Isso quer dizer que ele precisa entender de mecânica, computação e ser capaz de desenvolver sistemas elétricos e peças eletrônicas. 

O piso salarial da profissão é alto

A gente sabe que não é só dinheiro que importa na hora de escolher uma profissão. Mas esse quesito também pesa muito.

Assim como acontece com outros profissionais da área de Engenharia, o engenheiro de controle e automação tem um piso salarial bem interessante. Os seus rendimentos variam conforme a carga horária: engenheiros que trabalham seis horas têm, garantido por lei, um piso de 6 salários-mínimos, o que hoje daria algo em torno de 5,3 mil reais por mês. 

A partir daí, o salário sobe quase proporcionalmente às horas trabalhadas. E lembre-se, estamos falando do valor mínimo permitido por lei. Há caso de profissionais que chegam a ganhar mais de 40 mil reais!

Há diversas áreas em que o profissional pode atuar

O mercado de trabalho para esse profissional é bem vasto. Veja quantas áreas têm uma demanda constante pelo trabalho do engenheiro de controle e automação:

Automação industrial

Se você parar pra pensar, praticamente toda empresa de médio ou grande porte — e até mesmo algumas pequenas empresas — precisam automatizar seus processos. Isso porque, com máquinas desenhadas para uma tarefa específica, não há desperdícios nem cansaço. O trabalho é feito de forma ininterrupta e o percentual de erro é muito menor.

Com elas, os colaboradores da empresa também ficam livres para operar as máquinas ou exercer um papel organizacional e de liderança. O trabalho intelectual é o que as pessoas fazem de melhor num ambiente de uma companhia.

Automação residencial

Além das áreas já mencionadas, há um campo de atuação desse tipo de engenheiro que é pouco conhecido: a domótica. Também conhecida como automação residencial, a ideia por trás dessa área é informatizar residências para que diversas tarefas possam ser desempenhadas por máquinas ou softwares.

A lista dessas tarefas não é pequena: irrigação automática de jardins, lâmpadas que se acendem com hora marcada e economizam energia elétrica, dispositivos automáticos de segurança são apenas alguns exemplos.

Pode-se pensar que serviços como esses estão restritos a pessoas com alto poder aquisitivo. Quem já conhece o conceito de Internet das Coisas, porém, sabe que mecanismos inteligentes usados em residências (como elevadores que programam sua própria revisão, fechaduras que reconhecem o rosto do dono da casa e geladeiras que acessam a internet) são uma forte tendência do mercado tecnológico atual.

E as oportunidades de atuação profissional do engenheiro de controle e automação não param por aí. Ele pode atuar nas áreas da metalurgia, da construção civil, de extração de petróleo, mineração, eletrônica e têxtil, só para citar as mais comuns. Acredite: depois dos cinco anos de curso, quando você sair da faculdade, emprego é o que não vai faltar.

O profissional dessa área tem uma formação muito ampla

Para projetar suas máquinas e sistemas industriais, o engenheiro de controle e automação precisa entender um pouco de outras áreas da Engenharia. Isso o torna um profissional flexível e com uma visão generalista preciosa. Entenda melhor sua formação:

Sistemas elétricos

Claro, a formação do engenheiro de controle e automação nessa área é muito mais genérica do que a do engenheiro eletricista. Mas ele precisa conhecer os fundamentos da Engenharia Elétrica, pois deve projetar os sistemas que farão suas máquinas funcionarem. É desejável que saiba como torná-los econômicos, seguros e funcionais.

Mecânica

Acionamentos hidráulicos, sistemas pneumáticos, transformação de trabalho manual em serviço mecânico em geral. Para que suas máquinas substituam ações que antes eram desempenhadas por pessoas, o engenheiro de controle e automação aprende um pouco da parte mecânica necessária para fazer seu maquinário funcionar.

Informática

Hoje, muitas máquinas que automatizam o trabalho industrial ainda são operadas por pessoas. Isso otimiza o trabalho, sem dúvida, mas a tendência é que no futuro haja cada vez mais sistemas operados por softwares. Por esse motivo, a formação desse tipo de engenheiro inclui também disciplinas de programação e informática

Engenharia Eletrônica

Componentes eletrônicos muito específicos podem ser necessários para a automação industrial ou residencial. Por isso, o profissional dessa área deve entender também um pouco de eletrônica. Em casos extremos, em que simplesmente não há no mercado uma peça para uma máquina que ele quer projetar, ele mesmo terá que criar o projeto dessa peça!

Se você é fã de tecnologia, máquinas e computadores e tem facilidade com Matemática, Química e Física, considere essa profissão com carinho. Afinal, como vimos, a Engenharia de Controle e Automação é uma área de atuação com alta demanda no mercado, bons salários e uma formação acadêmica vasta e muito interessante para quem se sente atraído pelo conhecimento técnico e sua aplicação.

Gostou de saber sobre a área de controle e automação, mas quer conhecer outras áreas da Engenharia antes de decidir uma profissão? Não deixe de dar uma olhada no nosso Guia dos Engenheiros: saiba tudo sobre a carreira desses profissionais e suas áreas de atuação. Entendendo como todas as engenharias funcionam, não tem como errar!