Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Cesar Augusto Bana
Título(s): O envelhecimento fisiológico, a qualidade de vida e o uso de medicamentos
Resumo: [pt] O processo de envelhecimento é um percurso progressivo que ocorre durante a vida afetando todos os organismos, resultando em alterações dos padrões fisiológicos de um indivíduo, em uma relação mútua de fatores sociais, culturais, biológicos e psicológicos. O conceito de envelhecer pode ser entendido como algo subjetivo e de transformações biopsicossociais que modificam aspectos comuns em indivíduos saudáveis, levando-os a novas percepções de enfrentamento da vida. Entre as alterações que podem ser percebidas e servir como balizas importantes para esse processo são os fatores extrínsecos, como a prática de atividades físicas, hábitos nutricionais, uso de medicamentos, fatores psicológicos e indicadores de qualidade de vida. O objetivo desse estudo foi investigar os parâmetros, em indivíduos de meia idade que estão iniciando o processo do envelhecimento, comparando aos indivíduos adultos. Para isso, se fez necessário uma avaliação dos hábitos de cada indivíduo através de um questionário em meio eletrônico (Google Forms). As análises dos dados foram feitas através de estatísticas inferencial, teste de normalidade de Kolmogoroy Smimoff e as análises de associação foram feitas pelo teste de Qui Quadrado. Os resultados obtidos foram de 85,7% de pessoas que dorme bem, 65,7% que fazem atividades física, 48,6% das pessoas trabalham 40 horas semanais , 82,8% dos participantes levando mais do que 30 minutos para chegar ao trabalho, 65,7% dos indivíduos tomam algum tipo de medicamento, 48,6% possuem doenças pré-existentes e 57,1% acompanhamento médico. Conclui-se que os 46,2% dos indivíduos adultos usam medicamentos, uma diferença de 28,8% a menos em relação ao grupo de meia idade, diminuindo possivelmente o uso indiscriminado de medicamentos. 65% dos indivíduos de meia idade conseguem realizar algum tipo de atividade física, 4,2% a menos que os indivíduos adultos.
Resumo: [en] The aging process is a progressive path that occurs throughout life, affecting all organisms, resulting in changes in an individual's physiological patterns, in a mutual relationship of social, cultural, biological and psychological factors. The concept of aging can be understood as something subjective and of biopsychosocial transformations that modify common aspects in healthy individuals, leading them to new perceptions of coping with life. Among the changes that can be perceived and serve as important beacons for this process are extrinsic factors, such as the practice of physical activities, nutritional habits, use of medications, psychological factors and quality of life indicators. The aim of this study was to investigate the parameters, in middle-aged individuals who are starting the aging process, compared to adult individuals. For this, it was necessary to evaluate the habits of each individual through an electronic questionnaire (Google Forms). The analysis of the data were made through inferential statistics, Kolmogoroy Smimoff normality test and the association analysis were made by the Chi Square test. The results obtained were 85.7% of people who sleep well, 65.7% who do physical activities, 48.6% of people work 40 hours a week, 82.8% of the participants taking more than 30 minutes to reach the work, 65.7% of individuals take some type of medication, 48.6% have pre-existing diseases and 57.1% It is concluded that 46.2% of adult individuals use medications, a difference of 28.8% less compared to the middle age group, possibly decreasing the indiscriminate use of medications. 65% of middleaged individuals are able to perform some type of physical activity, 4.2% less than adult individuals.
Titulação: Mestrado Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Érico Chagas Caperuto
Banca

-

Assuntos: Envelhecimento. Meia idade, Medicamento, Qualidade de vida
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica