Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Rejane Brunelli Ribeiro
Título(s): Impacto do uso de cosmético facial na redução de rugas, na autoestima e qualidade de vida em mulheres.
Resumo: [pt] O envelhecimento é um processo biológico contínuo, caracterizado por alterações celulares e moleculares, que levam a diminuição da capacidade de homeostase. A pele, sobretudo a facial é a ligação do indivíduo com o ambiente externo, e para mulheres o processo de envelhecimento pode gerar um prejuízo na autoestima devido às mudanças que passam a demonstrar os sinais do tempo. Além disso, o aumento da expectativa de vida aumenta o interesse em envelhecer sem parecer velho e consequentemente de retardar as marcas no organismo. Considerando a importância da manutenção das características da pele no processo de autoestima em mulheres, associada a utilização dos cosméticos que visam minimizar os sinais do envelhecimento, o presente estudo teve como objetivo avaliar o impacto da utilização de formulações cosméticas com ativos antienvelhecimento sobre análise qualitativa e quantitativa das rugas, sobre a autoestima e qualidade de vida de mulheres acima dos 45 anos. Trata-se de um estudo prospectivo, longitudinal e duplo cego desenvolvido na Universidade São Judas Tadeu, no qual foram incluídas 43 participantes do sexo feminino, caracterizadas com fototipo de II a IV e com faixa etária de 45 a 60 anos. Foram excluídas do estudo, mulheres portadoras de doenças crônicas, tabagistas e que apresentassem enfermidades da pele. As participantes foram aleatoriamente divididas em dois grupos experimentais: controle, no qual as fizeram uso de uma formulação sem os ativos antienvelhecimento; e teste, no qual fizeram uso de formulações que continham ativos antienvelhecimento, durante 60 dias. Inicialmente, foi realizada aplicação de um questionário socioeconômico, bem como das escalas para análise de autoestima e de qualidade de vida. Em seguida, as participantes receberam o cosmético com ou sem ativos antienvelhecimento e foram fotografadas em situação de repouso e movimento para análise qualitativa e quantitativa do tamanho das rugas, para posterior análise via software Image J. A hipótese de que o uso de formulações antienvelhecimento pode diminuir o tamanho das rugas e afetar positivamente a autoestima e a qualidade de vida de mulheres foi realizada por meio de análises inter e intragrupo, usando métodos paramétricos e não paramétricos, com nível de significância estabelecido em 5% (p 0,05). Os resultados obtidos demonstraram que a associação dos ativos antienvelhecimento resultou na melhora qualitativa dos sinais do envelhecimento cutâneo, o que foi verificado quantitativamente para as rugas presentes em situação de repouso e para a região periorbital. Além disso, as participantes que fizeram uso da formulação antienvelhecimento apresentaram aumento dos níveis de autoestima e qualidade de vida perante o domínio psicológico e ambiental após o tratamento, resultados não observados para o grupo controle. Sugere-se que o uso de formulações estéticas com ativos antienvelhecimento melhoram não só os aspectos faciais do processo de envelhecimento, bem como o nível de autoestima e de qualidade de vida para o domínio psicológico e ambiental. Palavras-chave: envelhecimento, pele, cosmecêuticos, autoestima, qualidade de vida.
Resumo: [en] Aging is a continuous biological process characterized by cellular and molecular changes that lead to decreased capacity for homeostasis. The skin, especially the facial is the individual's connection with the external environment, and for women the aging process can cause a harmful in self-esteem due to the changes that show the signs of time. In addition, to the increased life expectancy increase the interest in aging without seems old, slowing the marks on the body. Considering the importance of maintaining skin characteristics in the self-esteem process in women, associated with the use of cosmetics that aim to minimize the signs of aging, the present study aimed to evaluate the impact of the use of anti-aging active cosmetic formulations on qualitative and quantitative analysis on the wrinkles, on the self-esteem and quality of life of women over 45 years. This is a prospective, longitudinal and double-blind study conducted at the São Judas Tadeu University, which included 43 female participants, characterized with phototype II to IV and aged 45 to 60 years. Women with chronic diseases, smokers and those with skin diseases were excluded from the study. Participants were randomly divided into two experimental groups: control, in which they made use of a formulation without anti-aging actives; and test, in which they used formulations containing anti-aging actives, for 60 days. Initially, a socioeconomic questionnaire was applied, as well as scales for self-esteem and quality of life analysis. Then, the participants received the cosmetic with or without anti-aging active and were photographed at rest and movement for qualitative and quantitative analysis of wrinkle size, for further analysis via Image J software. The hypothesis that the use of anti-aging formulations can decrease the wrinkle size and positively affect women's self-esteem and quality of life by means were analyzed by of inter- and intra-group using parametric and nonparametric methods, with a significance level established at 5% (p0.05). The results showed that the combination of anti-aging actives resulted in a qualitative improvement of the signs of skin aging, which was verified quantitatively verified for the wrinkles present at rest and for the periorbital region. In addition, participants who used the anti-aging formulation showed increased levels of self-esteem and quality of life to the psychological and environmental domain after treatment, results not observed for the control group. In conclusion, the use of aesthetic formulations with anti-aging actives improves not only the facial aspects of the aging process, as well as the level of selfesteem and quality of life for the psychological and environmental domain.
Titulação: Mestrado em Ciências do envelhecimento
Orientador (a): Marta Ferreira Bastos
Banca

-

Assuntos: Envelhecimento, Pele, Cosmecêuticos, Autoestima, Qualidade de vida
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica