Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Sonia Regina Ribeiro de Castro Maturana
Título(s): Efeitos do treinamento aeróbio moderado na aorta torácica de ratas Wistar de meia idade ovariectomizadas
Resumo: [pt] O objetivo do presente estudo foi analisar o efeito do treinamento físico no remodelamento da parede da aorta torácica de ratas ovariectomizadas de meia idade. Foram utilizados dois grupos de ratas com 13meses de idade: Grupo Ovariectomizado Controle (GOC) e Grupo Ovariectomizado Treinado (GOT). Os animais do grupo GOT foram submetidos a exercício físico regular em esteira ergométrica adaptada, 1 hora/dia, cinco vezes por semana, por 12 semanas consecutivas com velocidade moderada. Os animais do grupo controle realizaram o exercício 1 vez por semana. Através de análises morfoquantitativas por microscopia de luz (ML) e eletrônica de transmissão (MET) foram avaliados os seguintes parâmetros: espessura da parede, densidade numérica de núcleos de células musculares lisas, densidade de lamelas elásticas, (número de lamelas por campo), densidade de volume de fibras colágenas e espessura das fibrilas colágenas. Nossos resultados mostraram que o treinamento promoveu redução da espessura da parede da aorta, densidade numérica de lamelas elásticas, densidade de volume das fibras colágenas, diâmetro médio das fibrilas colágenas e maior densidade numérica de núcleo dos miócitos. Os resultados nos permitem considerar que treinamento moderado em animais com hipoestrogenismo de meia-idade são eficazes e contribuem para a minimizar as alterações decorrentes do processo de envelhecimento, promovendo deste modo a prevenção de doenças cardiovasculares, no que tange a alterações da aorta torácica.
Resumo: [en] The aim of the present study was to analyze the effect of physical training on remodeling of the thoracic aorta wall of middle-aged ovariectomized rats. Two groups of 13-month-old rats were used: Control Ovariectomized Group (COG) and Trained Ovariectomized Group (TOG). The animals oft he GOT group underwent regular physical exercise in adapted treadmill. , 1 hour / day, five times a week, for 12 consecutive weeks with moderate speed. Control animals performed the exercise once a week. Through morpho chemical analysis by light microscopy (ML) and transmission electron (MET) the following parameters were evaluated: wall thickness, density of smooth muscle cell nuclei, elastic lamella density, (number of lamella per field), and volume density of collagen fibers and thickness of collagen fibrils. Our result showed that training promoted aortic wall thickness reduction, elastic lamella numeric density, collagen fiber volume density, collagen fibrils mean diameter and higher myocyte nucleic density. The results allow us to consider that moderate training in animals with middle age hypoestrogenism are effective and contribute to minimize the changes resulting from the aging process, thus promoting the prevention of cardiovascular disease, regarding changes in the thoracic aorta.
Titulação: Mestrado Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Laura Beatriz Mesiano Maifrino
Banca

-

Assuntos: estrogênio; menopausa; exercício aeróbio; elasticidade aorta
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica