Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Aline Caroline Vivoda Cruz
Título(s): Comportamento de idosos jovens e longevos segundo análise de correspondência múltipla
Resumo: [pt] Introdução: O fenômeno do envelhecimento vem acontecendo em nível mundial. Existem diferenças entre idosos jovens e longevos, aqueles com idade igual ou superior a 80 anos apresentam características diferenciadas dos demais idosos. Atualmente este grupo etário representa parcela reduzida da população, porém em rápida expansão apresentando peculiaridades, que devem ser consideradas no planejamento das ações e serviços de uma sociedade. Objetivo: Identificar as características sociodemográficas e físicas de idosos jovens e longevos. Método: Trata-se de um estudo transversal, do tipo quantitativo de campo sem intervenção, com coleta de dados entre maio/2016 a dezembro/2017, com 254 idosos divididos em dois grupos: idosos jovens (G1: < 80 anos) e longevos (G2: ≥ 80 anos) de ambos os sexos, que vivem em diferentes contextos comunitários no Estado de São Paulo. Para verificar as associações entre variáveis do estudo foi utilizado o método de Análise de Correspondência Múltipla (ACM). Resultados: A média da idade do G1 foi de 70,4 anos associados com o estado civil casado, menor frequência de hipertensão arterial, ausência de doenças osteomusculares, irregularmente ativos e com dinapenia enquanto o G2 apresentou média de 83 anos, em sua maioria viúvos, hipertensos, com a presença de doenças osteomusculares, sedentários e sem dinapenia. A partir da ACM pode-se evidenciar perfis heterogêneos dos idosos estudados. Conclusão: O processo de envelhecimento ocorre de forma diferente entre os idosos e à medida que a idade avança observa-se maior presença de prejuízos à saúde, o que torna necessária atenção individualizada e interdisciplinar a este grupo etário que mais cresce no país.
Abstract: [en] Introduction: The phenomenon of aging has been happening worldwide. There are differences between the young and the elderly, those aged 80 years or older present different characteristics of the elderly. Currently, this age group represents a small part of the population, but in a rapid expansion, presenting peculiarities that must be considered in the planning of the actions and services of a society. Objective: To identify the sociodemographic and physical characteristics of the young and long-lived elderly. Method: This is a cross-sectional, quantitative field study with no data collection between May 2016 and December 2017, with 254 elderly people divided into two groups: the elderly (G1: <80 years) and the elderly (G2: ≥ 80 years) of both sexes, who live in different community contexts in the State of São Paulo. To verify the associations between variables of the study, the Multiple Correspondence Analysis (MCA) method was used. Results: The mean age of G1 was 70.4 years associated with marital status, lower frequency of arterial hypertension, absence of musculoskeletal diseases, irregularly active and with dynapenia while G2 presented a mean of 83 years, mostly widowed , hypertensive, with the presence of musculoskeletal diseases, sedentary and without dynapenia. From the MCA we can show heterogeneous profiles of the elderly studied. Conclusion: The aging process occurs differently among the elderly and, as the age advances, there is a greater presence of health impairments, which makes individual and interdisciplinary attention necessary to this growing age group in the country.
Titulação: Mestrado em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Profa. Dra. Rita Maria Monteiro Goulart.
Banca

-

Assuntos: envelhecimento; fatores associados; idosos jovens; idosos longevos.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica