Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Paulo Roberto Souza e Silva
Título(s): Efeitos da suplementação aguda de l- carnitina com cafeína sobre a oxidação de ácidos graxos livres em corredores de rua
Resumo: [pt] O uso de suplementos vem se tornando cada vez mais expressivo nas últimas décadas por um grande número de pessoas que visam a melhora do desempenho físico e redução da gordura corporal. A quantidade de pessoas que estão aderindo a prática de corrida de rua de forma amadora aumentou consideravelmente, sendo assim estima-se que 5% da população brasileira consideram-se corredores de rua. A cafeína é comumente descrito na literatura pelo seu efeito ergogênico quando consumida de maneira isolada para melhora do desempenho de corredores. A l-carnitina age no transporte de ácidos graxos para o interior da mitocôndria através de B-oxidação. Objetivo: Avaliar os efeitos da associação da suplementação de l-carnitina com cafeína sobre parâmetros metabólicos e desempenho em corredores de rua. Metodologia: Foram avaliados 26 participantes, de ambos os sexos, com idades entre 18 e 40 anos, corredores de rua. Os participantes realizaram 4 corridas de 10km no seu melhor tempo com 4 diferentes intervenções aleatórias agudas, Placebo (PLC), Cafeína (CAF), L- carnitina (LC), Carnitina e Cafeína (CNCAF). A suplementação foi oferecida aleatoriamente e seguindo o modelo duplo cego. Sendo assim, 3g de amido resistente para o PLC, 420mg de cafeína para a CAF, 2000mg de l-carnitina para a LC e 87mg/kg de cafeína + 300 mg de l- carnitina para a CAFCARN por cápsula, com o volume das cápsulas equalizado. As cápsulas foram ingeridas pelos participantes 60 minutos antes da realização da corrida teste. Os participantes foram avaliados pelo tempo para percorrer os 10km, peso corporal, estatura, pressão arterial, frequência cardíaca, glicemia, lactato, escala subjetiva de percepção de esforço (BORG), desconforto gástrico e concentração de ácidos graxos livre no sangue pré e pós a corrida de 10km. Resultado: O estudo mostra que os resultados obtidos na suplementação combinada de cafeína com l-carnitina em corredores de rua não apresentaram diferença estatística na oxidação de ácidos graxos e a l-carnitina se mostrou pouco eficiente quando comparada a cafeína na melhora do desempenho. Conclusão: A associação da cafeína e l-carnitina combina partes das características de ambos os suplementos na melhora do desempenho e que os suplementos isolados tem funções muito próximas para o metabolismo de gordura como descrito na literatura científica.
Abstract: [en] The number of people who are practicing amateur street racing has increased considerably, so it is estimated that 5% of the Brazilian population consider themselves street runners. The use of supplements has become increasingly expressive in recent decades by a large number of people who aim at improving physical performance and reducing body fat. Tests that evaluate combinations of substances and even the effects of some supplements on street corridors, a subject rarely studied, leave a scientific gap in the quest for improved physical performance. The consumption of supplements such as l-carnitine and caffeine, which is involved in energy metabolism, especially in relation to lipids, is already well described in the literature. However, the combination of l-carnitine and caffeine is not the subject of many publications. Objective: To evaluate the effects of the association of l-carnitine supplementation with caffeine on metabolic parameters and performance in street corridors. Methodology: Twenty-six participants, of both sexes, aged 18 to 40 years, street runners were evaluated. Participants performed 4 10km races in their best time with 4 different acute interventions, Placebo (PLC), Caffeine (CAF), L-carnitine (LC), Carnitine and Caffeine (CNCAF). Supplementation was offered at random and following the double blind model. Thus, 3g of resistant starch for PLC, 420mg of caffeine for CAF, 2000mg of l-carnitine for LC and 87mg / kg of caffeine + 300mg of l-carnitine for CAFCARN, with the volume of the capsules equalized. The capsules were ingested by participants 60 minutes before the test run. Participants were assessed for time to go 10K, body weight, height, blood pressure, heart rate, blood glucose, lactate, subjective range of effort perception (BORG), gastric discomfort and concentration of free fatty acids in pre and post a 10km race. Result: The results obtained in the study did not present statistical difference when comparing the groups. Conclusion: We can conclude that isolated supplements have functions very close to those described in the scientific literature and that the combination combines parts of the characteristics of the two supplements.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Prof. Erico Chagas Caperuto
Banca

-

Assuntos: l-carnitina, Cafeína, Ácidos graxos, Exercícios de endurance
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica