Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Maria Daniela Clementino
Título(s): Nível de atividade física e qualidade de vida em idosos octogenários
Resumo: [pt] O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial que se intensificou na humanidade a partir do século XX. Sendo que entre as pessoas idosas, ocorre maior aumento dos mais idosos (80 anos ou mais). As alterações morfológicas e funcionais atribuídas ao processo do envelhecimento podem provocar variação do estado nutricional (EN) dos idosos. A prática de atividade física (AF) tem se mostrado como fator de proteção e prevenção para uma melhor qualidade de vida (QV) deste público. Objetivo: avaliar a relação entre o nível de atividade física (NAF) e a QV de idosos octogenários. Métodos: trata-se de um estudo transversal, tipo quantitativo de campo sem intervenção, realizado com 104, com idade ≥ 80 anos, de ambos os sexos e de diferentes contextos comunitários no Estado de São Paulo. Os idosos foram avaliados a partir de medidas antropométricas, força de preensão palmar, velocidade de marcha, NAF e QV. Resultados: do total de idosos avaliados, 54,9% eram eutróficos e 51,0% eram sedentários. Os idosos com sobrepeso apresentaram QV positiva nas facetas autonomia (p <0,001) e intimidade (p = 0,045) do Whoqol-Bref. O NAF apresentou QV positiva na faceta atividades passadas, presentes e futuras (p=0,0050) do Whoqol-Old. Conclusão: quando verificado a associação do estado nutricional com a QV, os idosos obesos apresentaram QV positiva. Em relação ao NAF, para os idosos deste estudo ser sedentário, irregularmente ativo, ativo ou muito ativo, não influenciou a percepção da QV desta população.
Abstract: [en] Population growth is a worldwide phenomenon that has intensified in humanity since the 20th century. Being that the elderly, older age of the older (80 years or more). Morphological and structural alterations, contrary to aging, can cause changes in the nutritional status of the elderly. The practice of physical activity (PA) has been considered as a protection and prevention factor for a better quality of life (QoL) of this public. Objective: to evaluate a relationship between the level of physical activity (NAF) and a QoL of octogenarian elderly. Methods: This is a cross-sectional, quantitative study of work without intervention, carried out at age 104, aged ≥ 80 years, of both sexes and of different contexts in the State of São Paulo. The adults were evaluated using anthropometric measurements, palmar grip strength, gait velocity, NAF and QV. Results: 54.9% of the elderly were eutrophic and 51.0% were sedentary. The elderly with overweight QoL positive in the autonomy facets (p <0.001) and intimacy (p = 0.045) of the Whoqol-Bref. The NAF delivered positive QV on the past, present and future activities (p = 0.0050) of the Whoqol-Old. Conclusion: when it is an association of nutritional status with a QOL, the obese elderly who QL positive. Regarding NAF, for the elderly of the sedentary, irregularly active, active or very active, did not influence the perception of the QoL of this population.
Titulação: Mestrado em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Prof. Rita Maria Monteiro Goulart
Banca

-

Assuntos: Octogenários, Estado nutricional, Atividade física, Qualidade de vida
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica