Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Gilberto Martins Freire
Título(s): Esporte adaptado e ergonomia: bancos de arremesso para atletas paralímpicos.
Resumo: [pt] Os níveis de desempenho de atletas com deficiência têm melhorado expressivamente e as pesquisas nesta área têm colaborado com os profissionais envolvidos na preparação física, técnica, tática e desenvolvimento de equipamentos e artefatos para tornar as atividades exequíveis. As configurações dos bancos de arremesso e lançamento recentemente sofreram alterações regimentares que podem dificultar a concepção de bancos que atendam as possibilidades e as capacidades funcionais de seus usuários. O banco de arremesso e lançamento não colabora com a interface entre o atleta e seu artefato esportivo e os regimentos não consideram a inclusão de novas conformações que favoreçam a prática esportiva. O objetivo desta investigação foi criar um banco ergonômico de arremesso e lançamento para as classes funcionais esportivas F54 a F57. A pesquisa é de natureza aplicada do tipo descritiva com amostragem por conveniência. Foi desenvolvida em três fases (Avaliação, Concepção e Teste). Contou com quatro atletas pertencentes ao quadro arremessadores das classes funcionais esportivas F54 a F57, que competem no circuito Paraolímpico Loterias da Caixa de Atletismo, promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro. A coleta de dados contou com protocolos de avaliação dos atletas, bancos, do desempenho, entrevista estruturada, questionário bipolar de queixas musculoesqueléticas. Para a análise foram utilizados os Softwares Ergolândia 5.0, o programa Kinovea Vídeo Editor e IBM SPSS, versão 2. Os atletas foram submetidos a uma rotina de treinamento de 6 semanas com o banco usual e posteriormente o ergonômico. As avaliações foram realizadas antes e após treinamento. O banco customizado mostrou se efetivo na redução da dor e possibilitou alteração nos resultados dos arremessadores. O estudo finalizou com a produção de quatro bancos de arremessos para as classes funcionais de 54 a 57 que tiveram como característica a estrutura bipartida com acessórios específicos para cada uma das classes.
Abstract: [en] Performance levels of athletes with disabilities have improved significantly, and research in this area has collaborated with practitioners involved in the physical, technical, tactical, and development of equipment and artifacts to make activities feasible. The settings of frame throwers do not cooperate with the interface between the athlete and his sporting artifact. Regiments do not consider the inclusion of forms that favor sports practice. Frame throwers have recently undergone regimental changes which may hamper the design and the possibilities and functional capabilities for their users. This study aims to create an ergonomic frame thrower specific for the sports functional classes F54 and F57. The research was developed in three phases (Evaluation, Design and Testing). Four athletes who compete in the “Circuito Paraolímpico Loterias da Caixa de Atletismo”, sponsored by the Brazilian Paralympic Committee. Data collection included protocols for the evaluation of athletes, benchmarks, performance, semi-structured interview, bipolar questionnaire for musculoskeletal complaints. The software Ergolândia 5.0, Kinovea Video Editor program and IBM SPSS version 2 were used for the analysis. The athletes underwent a 6-week training routine with the usual frame thrower and later with the ergonomic one. The evaluations were performed before and after training. The customized frame thrower not only showed to be effective in reducing pain and complaints but also it allowed a change in the results. The study ended with the production of four pit banks for the functional classes from 54 to 57 that had as a characteristic the bipartite structure with specific accessories for each of the classes.
Titulação: Doutorado em Educação Física
Orientador (a): Prof. Graciele Massoli Rodrigues
Banca

-

Assuntos: Atletismo, Esporte Adaptado, Ergonomia.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica