Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Rafael Mathias Pitta
Título(s): Associação entre o nível de aptidão física e o perfil sérico, metabólico e da qualidade de vida de idosos com Síndrome Metabólica.
Resumo: [pt] INTRODUÇÃO: A prevalência de Síndrome Metabólica está aumentando, nos países desenvolvidos e em desenvolvimento e, já se tornou grande ameaça à saúde pública global. Os principais fatores de risco associados ao seu desenvolvimento são: o tabagismo, inatividade física, aumento na ingestão calórica e no consumo de álcool. Tendo em vista o impacto negativo atrelado ao desenvolvimento da SM, torna-se a importante uma avaliação prévia, utilizando alguns marcadores simples e de baixo custo, para um diagnóstico preventivo na Saúde. OBJETIVO: O objetivo primário do estudo foi comparar o perfil antropométrico, sérico e pressórico de idosos com Síndrome Metabólica em relação ao nível de aptidão física. Já o objetivo secundário foi verificar a associação entre o nível de aptidão física e o perfil antropométrico, sérico e pressórico de idosos com Síndrome Metabólica. METODOLOGIA: Foram avaliados, no período de Janeiro a Dezembro de 2016, 707 idosos de ambos os sexos e submetidos a avaliações antropométricas, séricas e pressóricas. RESULTADOS: Os resultados do presente estudo demonstram diferença significativa entre os valores médios de Hemoglobina Glicada de acordo com a faixa etária e o nível de força de preensão palmar. Idosos com Síndrome Metabólica e menores níveis de força de preensão palmar possuem risco 3,06 vezes maior de desenvolverem alteração no LDL Colesterol. Já idosos, com SM e idade maior ou igual a 80 anos possuem risco duas vezes maior de desenvolverem alteração no Colesterol total e 1,29 vezes maior de apresentarem alterações no Triglicérides. CONCLUSÃO: Diante dos resultados apresentados destaca-se a importância da utilização da força de preensão palmar em consultas clínicas, sendo considerada uma importante ferramenta de avaliação, relacionada a eventos futuros na Saúde do indivíduo idoso.
Abstract: [en] RATIONALE: The prevalence of Metabolic Syndrome in our developed and developing countries is already a major threat to global public health. The main risk factors associated with its development are: smoking, physical inactivity, increased caloric intake and non-alcohol consumption. "The negative impact throughout the development of Metabolic Syndrome becomes an earlier preventive process, bringing some simple and low-cost events to a preventive diagnosis in Health." OBJECTIVE: The primary objective of the study was physical, physical and auditory fitness. The test of the balance between the level of physical fitness and the anthropometric, serum and pressure profile of elderly with Metabolic Syndrome. METHODOLOGY: From January to December 2016, 707 elderly of both sexes and submitted to anthropometric, serum and pressure assessments were evaluated. RESULTS: The results obtained show a significant difference between the mean values of Glycated Hemoglobin according to the age range and level of Hand Grip Strength. Elderly with Metabolic Syndrome and lower levels of Hand Grip Strength have a 3,06 times greater risk of developing LDL cholesterol change. In the elderly, with Metabolic Syndrome and age greater than or equal to 80 years, they are twice as likely to develop changes in Total Cholesterol and 1.29 times higher to have changes in Triglycerides. CONCLUSION: In view of the results obtained from a perspective of the use of FPP in clinical consultations, having been considered one of the main tools for long term evaluation.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Prof. Aylton José Figueira Junior
Banca

-

Assuntos: Síndrome metabólica, Aptidão física.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica