Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Carlos Alexandre Falconi
Título(s): [pt] Atividade física, aptidão física, comportamento sedentário e autoconceito em jovens.
Resumo: [pt] Contexto: A inatividade física, e o comportamento sedentário de adolescentes pode ser considerado preocupante do ponto de vista da saúde populacional. Além disso a aptidão física é um determinante de saúde juvenil, sendo considerada um importante indicativo de saúde, diminuindo o risco de doenças crônicas não comunicáveis. Outro fator importante é a relação que pode haver entre a atividade física e a aptidão física na melhora do autoconceito, apoiando a prática motora no desenvolvimento físico e psicológico, auxiliando principalmente no estilo de vida saudável, e na interação social, proporcionando uma percepção mais positiva sobre si. Objetivo: Verificar a relação entre o tempo de atividade física, a aptidão física, o comportamento sedentário e o autoconceito em jovens. Método: Essa pesquisa de caráter epidemiológico, descritiva e transversal contou com análise quantitativa das informações. A amostra foi composta intencionalmente por 190 jovens, na faixa etária de 14-17 anos de idade, regularmente matriculados no ensino médio de uma Escola Técnica Estadual da cidade de São Paulo (ETEC). Os participantes responderam ao questionário de estilo de vida para adolescentes com perguntas sobre o tempo ativo e o comportamento sedentário; uma escala de autoconceito multidimensional, nos domínios Global, Atlético, Físico, Social e Percepção de si; também realizaram avaliações antropométricas e testes de aptidão física nos componentes de agilidade, força muscular, aptidão cardiorrespiratória e flexibilidade. Resultados: Os achados nesse trabalho corroboram com trabalhos anteriores, revelando que a atividade física e a aptidão física estão relacionadas positivamente ao autoconceito dos adolescentes, enquanto que a maior composição corporal, e tempo inativo parecem ter efeito contrário em relação a essa variável.
Abstract: [en] Context: Physical inactivity and sedentary behavior of adolescents can be considered of concern from the point of view of population health. In addition, physical fitness is a determinant of youth health and is considered an important health indicator, decreasing the risk of chronic noncommunicable diseases. Another important factor is the relationship that can exist between physical activity and physical fitness in the improvement of self-concept, supporting the motor practice in the physical and psychological development, assisting mainly in the healthy lifestyle, and in the social interaction, providing a more positive perception about you. Objective: To verify the relationship between physical activity time, physical fitness, sedentary behavior and self-concept in youngsters. Method: This epidemiological, descriptive and cross-sectional study counted on quantitative analysis of the information. The sample was intentionally composed of 190 young people, aged 1417 years, regularly enrolled in high school at a State Technical School in the city of São Paulo (ETEC). Participants responded to the lifestyle questionnaire for adolescents with questions about active time and sedentary behavior; a multidimensional self-concept scale in the Global, Athletic, Physical, Social and Self Perception domains; They also performed anthropometric assessments and physical fitness tests on the components of agility, muscular strength, cardiorespiratory fitness and flexibility. Results: The findings in this study corroborate previous studies, revealing that physical activity and physical fitness are positively related to the selfconcept of adolescents, whereas the higher body composition and inactive time appear to have a different effect in relation to this variable.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Prof. Marcelo Callegari Zanetti
Banca

-

Assuntos: Atividade Física, Sedentarismo, Aptidão Física, Jovens, Autoconceito
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica