Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Amanda de Jesus dos Santos
Título(s): [pt] Avaliação da relação entre depressão, risco nutricional e capacidade funcional em idosos longevos
Resumo: [pt] Os idosos mais velhos constituem um seguimento crescente da população e apresentam características carentes de pesquisa. A identificação do risco de depressão e risco nutricional é relevante à medida que implica em diversas consequências que afetam a vida dos idosos longevos, uma vez que pode afetar sua capacidade funcional, tornando-o fragilizado. Objetivo: Avaliar a relação entre risco de depressão, risco nutricional e capacidade funcional, com características sociais, econômicas, demográficas e de saúde, em idosos longevos que vivem em diferentes contextos comunitários. Casuística e métodos: Trata-se de uma pesquisa transversal, de caráter descritivo, realizada em quatro municípios do estado de São Paulo. Para a análise dos dados foram utilizados os seguintes instrumentos: Escala de Depressão Geriátrica (GDS-15), Mini Avaliação Nutricional (MAN), e um conjunto de questões relativas às atividades de vida diária (AVDs), sendo elas: atividades avançadas de vida diária (AAVD), atividades instrumentais de vida diária (AIVD), atividades básicas de vida diária (ABVD) e expectativa de cuidado. Foram investigadas as relações conjuntas entre as variáveis estudadas por meio da técnica de análise de correspondência múltipla (ACM). Resultados: Foram avaliados 103 idosos, a maioria do sexo feminino (68,90%), com idade entre 80 e 90 anos (99,03%) e 52,40% com até quatro anos de estudo. Com relação aos instrumentos, observou-se 26,20% de risco de depressão (depressão leve) e 28,20% de risco nutricional. Nas AAVD, 85,40% dos participantes são mais ativos, nas AIVD, 49,50% dependentes parciais e nas ABVD, 33,00% dependentes parciais. Ao realizar a ACM as variáveis que se associaram foram risco de depressão, risco nutricional, atividades avançadas de vida diária, atividades instrumentais de vida diária, autoavaliação da saúde regular e baixa escolaridade. Conclusão: Os principais achados do presente estudo foram a associação entre as variáveis presença de risco de depressão e de risco nutricional, atividades avançadas de vida diária inativo, atividades instrumentais de vida diária dependente, autoavaliação da saúde regular e baixa escolaridade.
Abstract: [en] Older adults are a growing segment of the population and lack research characteristics. The identification of the risk of depression and nutritional risk is relevant as it implies several consequences that affect the lives of the elderly people, since it can affect their functional capacity, making them fragile. Objective: To evaluate the relationship between risk of depression, nutritional risk and functional capacity, with social, economic, demographic and health characteristics in elderly people living in different community contexts. Casuistry and methods: This is a cross-sectional, descriptive research carried out in four municipalities in the state of São Paulo. The following instruments were used to analyze the data: Geriatric Depression Scale (GDS-15), Mini Nutritional Assessment (MAN), and a set of questions related to activities of daily living (ADLs), which are: advanced life activities daily activities (AAVD), instrumental activities of daily living (AIVD), basic activities of daily living (ABVD) and expectation of care. We investigated the joint relationships among the studied variables through the technique of multiple correspondence analysis (ACM). Results: A total of 103 elderly individuals, mostly females (68.90%), aged 80-90 years (99.03%) and 52.40% with up to four years of age were evaluated. Regarding the instruments, there was a 26.20% risk of depression (mild depression) and 28.20% of nutritional risk. In the AAVD, 85.40% of the participants are more active, in the AIVD, 49.50% are partial dependents and in the ABVD, 33.00% are partial dependents. When performing ACM the variables that were associated were risk of depression, nutritional risk, advanced activities of daily living, instrumental activities of daily living, regular selfevaluation of regular health and low level of schooling. Conclusion: The main findings of the present study were the association between the presence of risk of depression and nutritional risk, advanced activities of inactive daily life, instrumental activities of daily living, self-assessment of regular health and low schooling.
Titulação: Mestrado em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Prof. Rita de Cássia de Aquino
Banca

-

Assuntos: Idosos octogenários, Depressão, Desnutrição e capacidade funcional
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica