Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Bruna Gabriela Marques
Título(s): [pt] Autocuidado, atividade física e envelhecer: saberes e olhares nas vozes poéticas do Jardim Rincão
Resumo: [pt] A investigação ora apresentada tem como pressupostos teóricos e metodológicos a visão de mundo colaborativa permeada por pesquisas participativas. Envolve o contexto de saúde de mulheres idosas moradoras da zona norte de São Paulo, usuárias da unidade básica de saúde Jardim Rincão. Este estudo teve por objetivos: (1) compreender os significados de envelhecer no bairro Jardim Rincão, (2) investigar as questões que envolvem o autocuidado e o acesso à prática de atividade física na referida comunidade e (3) evidenciar os desafios e potencialidades no uso da imagem fotográfica como instrumento metodológico com mulheres em contextos de vulnerabilidade social. A organização metodológica realizou-se em duas fases: FASE 1- estudo da realidade, no qual realizou-se a caracterização de informações sociodemográficas e indicadores subjetivos de 190 mulheres atendidas pela Estratégia da Saúde da Família. Após o levantamento das informações, foi oferecido às moradoras oficinas de Educação popular em Saúde com o propósito de construir, coletivamente, práticas educativas de cuidado com o corpo. Na Fase 2 da investigação – Quatro moradoras do bairro participaram do projeto: Saberes Populares em Foco: Saúde, Câmeras, Ação! Um projeto FotoVozes. No qual as copesquisadoras da investigação, produziram fotografias para identificar e representar a realidade de seu bairro tendo como eixo norteador a percepção de como é envelhecer neste local. O material produzido pelo grupo-pesquisador no projeto FotoVozes-fotografias e narrativas do grupo- foi analisado segundo os procedimentos de codificação para a análise qualitativa propostos por Saldaña. Os resultados indicam que as moradoras percebem na vizinhança facilitadores e dificultadores do envelhecer no bairro Jardim Rincão. Foram elencados cinco aspectos facilitadores: dois fatores no ambiente físico (a ampliação dos serviços de saúde e conviver com a natureza) e três fatores relacionados ao ambiente social (suporte social informal, orgulho em ser da comunidade e a generatividade). As vertentes relacionadas às barreiras comportam cinco aspectos que se relacionam com o ambiente físico da vizinhança: a escassa infraestrutura para o lazer, esporte e cultura; acessibilidade, transporte, saneamento básico e a degradação ambiental. A análise do material empírico evidencia que, envelhecer no bairro Jardim Rincão é um processo que envolve muita luta popular para a conquista de direitos básicos relacionados ao ambiente físico e as desigualdades presente no local. Apesar da exposição a estes fatores, há uma percepção positiva atrelada ao envelhecer no bairro devido o ambiente social, especificamente o suporte social informal, vinculado à religiosidade presente na vizinhança. Neste sentido, salienta-se a necessidade de operacionalização dos recursos de suporte social informal na promoção de práticas que envolvam o autocuidado e a educação popular em saúde. Conclui-se que, o uso da fotografia participativa com mulheres em situação de vulnerabilidade social, contribui para o desenvolvimento de uma atitude proativa e reivindicatória. Mostra-se, portanto, como uma metodologia pertinente para acessar significados e visões sobre o contexto ou situação de opressão em que os indivíduos estão inseridos pelo seu próprio ponto de vista.
Abstract: [en] ] The research presented here has as theoretical and methodological assumptions the collaborative world view permeated by participatory research. It involves the health context of elderly women living in the northern region of São Paulo, who use the basic health unit Jardim Rincão. The objectives of this study were: (1) to understand the meaning of aging in the Jardim Rincão neighborhood; (2) to investigate issues involving self-care and access to physical activity in the community; and (3) to use photographic image as a methodological tool with women in contexts of social vulnerability. The methodological organization was carried out in two phases: Phase 1 - the study of reality, in which the characterization of sociodemographic information and subjective indicators of 190 women attended by the Family Health Strategy was carried out. After the information was collected, the residents were offered workshops on Popular Education in Health with the purpose of collectively constructing educational practices of care for the body. In Phase 2 of the investigation - Four people from the Jardim Rincão neighborhood participated: Popular Knowledge in Focus: Health, Cameras, Action! A PhotoVoices project. The co-researchers produced photographs to identify and represent the reality of their neighborhood, having as a guiding axis the perception of aging. The material produced by the research group in the FotoVozes project - photographs and narratives of the group - was analyzed according to the coding procedures for the qualitative analysis proposed by Saldaña. The results indicate that the residents perceive in the neighborhood facilitators and difficulties of aging in the Jardim Rincão neighborhood. Five facilitating factors were listed: two factors in the physical environment (the expansion of health services and living with nature) and three factors related to the social environment (informal social support, pride in being a member of the community and the generability). The barriers- five aspects that relate to the physical environment of the neighborhood: scarce infrastructure for leisure, sports and culture; accessibility, transportation, basic sanitation and environmental degradation. The analysis of the empirical data shows that aging in the Jardim Rincão neighborhood is a process that involves a lot of popular struggle for the achievement of basic rights related to the physical environment and the inequalities present in the neighborhood. Despite the exposure to these risk factors, there is a positive perception linked to aging in the neighborhood due to the social environment, specifically informal social support, linked to the religiosity present in the neighborhood. In this sense, it is evident the need to operationalize the resources of informal social support in the promotion of practices that involve self-care and popular education in health. It is concluded that the use of participatory photography with women in situation of social vulnerability contributes to the development of a proactive and demanding attitude. It is therefore shown as a relevant methodology for accessing meanings and visions about the context or situation of oppression in which individuals are inserted by their own point of view.
Titulação: Doutorado em Educação Física
Orientador (a): Profa. Maria Luiza de Jesus Miranda
Banca

-

Assuntos: Pesquisa participativa baseada na comunidade, Educação popular, Movimentos sociais, Promoção da saúde, Educação Física.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica