Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Evelin Rodrigues Siqueira
Título(s): [pt] Fatores associados à constipação intestinal em idosos
Resumo: [pt] A expectativa de vida e o número de idosos têm aumentado nos últimos anos, o avanço da ciência tem a sua contribuição para o controle e tratamento de diversas doenças que foram responsáveis pela mortalidade da população no século passado. Os fatores e causas associados à constipação intestinal em idosos estão relacionadas com a idade, com maior frequência em mulheres, baixo consumo de fibras, uso de medicamentos e alteração da microbiota intestinal. A constipação intestinal é definida como um transtorno por uma dificuldade persistente de evacuar (3 - 4 evacuações por semana) e/ou uma sensação incompleta e/ou movimentos intestinais infrequentes. Diante dessas considerações e tendo em vista que a constipação intestinal é um transtorno que pode impactar a qualidade de vida e saúde do idoso e alguns fatores de risco podem ser tratados antecipadamente visando à prevenção e o controle de algumas doenças, este estudo tem o objetivo de verificar os fatores associados e a prevalência de constipação intestinal em idosos. Este estudo é caracterizado como observacional de análise transversal e descritiva, que irá investigar a prevalência e os fatores associados á constipação intestinal em idosos frequentadores da Clínica Dr. Família no município de São Caetano do Sul no estado de São Paulo. Foram aplicados seguintes questionários: sócio demográfico, avaliação das práticas alimentares, hábito intestinal, estado nutricional, estilo de vida, nível de atividade física, e avaliação da qualidade do sono. Foram avaliados 68 idosos, no qual foi encontrada a prevalência de constipação intestinal de 39,7%, observou-se uma prevalência maior nas mulheres, ambos os grupos apresentou excesso de peso, embora os estilo de vida foi avaliado como muito bom, a prática de atividade física foi adequada em ambos os grupos, porém no grupo de constipados a recomendação mínima foi significantemente atingida. Por fim, os achados deste trabalho mostra o impacto negativo da constipação intestinal na saúde dos idosos e implica no aprimoramento e extensão dos serviços de assistência à saúde que pode contribuir para a prevenção de sintomas.
Abstract: [en] ] Life expectancy and the number of elderly have increased in recent years, the advance of science has contributed to the control and treatment of several diseases that were responsible for population mortality in the last century. The factors and causes associated with intestinal constipation in the elderly are related to age, more frequently in women, low fiber intake, use of medications and alteration of the intestinal microbiota. Intestinal constipation is defined as a disorder due to persistent difficulty in bowel movements (3-4 bowel movements per week) and / or an incomplete sensation and / or infrequent bowel movements. Considering these considerations and considering that intestinal constipation is a disorder that can impact the quality of life and health of the elderly and some risk factors can be treated in advance to prevent and control some diseases, this study aims to To verify the associated factors and the prevalence of intestinal constipation in the elderly. This study is characterized as an observational cross-sectional and descriptive analysis that will investigate the prevalence and factors associated with intestinal constipation in elderly patients attending the Dr. Familia Clinic in the municipality of São Caetano do Sul in the state of São Paulo. The following questionnaires were applied: demographic partner, dietary habits, intestinal habits, nutritional status, lifestyle, physical activity level, and sleep quality assessment. A total of 68 elderly subjects were evaluated, in which the prevalence of intestinal constipation of 39.7%, it was observed a higher prevalence in women, both groups were overweight, although lifestyle was assessed as very good, physical activity practice was adequate in both groups, including in the constipated group The minimum recommendation was significantly reached. Finally, the findings of this study show the negative impact of intestinal constipation on the health of the elderly and implies the improvement and extension of health care services that can contribute to the prevention of symptoms.
Titulação: Mestrado em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Prof. Danilo Bocalini
Banca

-

Assuntos: Constipação intestinal, Idoso, Prevalência, Fatores associados
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica