Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Pedro Cardozo Júnior
Título(s): [pt] Edifícios inteligentes e sustentáveis na arquitetura paulistana contemporânea
Resumo: [pt] Na Era Digital, o contínuo crescimento da população urbana e a decorrente concentração de edifícios nas cidades e megacidades têm gerado aumento exponencial na quantidade de resíduos, consumo de energia e recursos naturais impactando o aquecimento global. Em 2016, as nações signatárias do Acordo de Paris, incluindo o Brasil, se comprometeram a reduzir os gases de efeito estufa. Assim, para atingir a sustentabilidade do ambiente construído deverão ser aplicados novos conceitos, inclusive aplicações de controle e automação: domótica, inmótica e urbótica, os quais estabelecem a transdisciplinaridade entre arquitetura, engenharia elétrica (eletrônica, telecomunicações, controle e automação) e computação. A implementação de sistemas automatizados tanto nas edificações quanto nas cidades resulta em melhoria no desempenho, na segurança, no conforto, na flexibilidade de uso dos espaços e, adicionalmente, contribui com a sustentabilidade ambiental. O objetivo desse trabalho é apresentar como a tecnologia, principalmente a inmótica, tem sido aplicada em projetos de edifícios corporativos considerados inteligentes e sustentáveis, na cidade de São Paulo, edificados a partir da década 2000, com certificação LEED, triple A e projetados pelo escritório Aflalo/Gasperini Arquitetos. Metodologicamente foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre os melhores exemplos nacionais, como também internacionais, desse tipo de edifício; um levantamento de projetos realizados na cidade de São Paulo; os principais recursos de tecnologia e automação disponíveis e entrevistas com profissionais envolvidos. Dessa forma, este trabalho visa contribuir com futuros projetos e pesquisas nas áreas envolvidas, analisar quais as principais tendências desse tipo de edifício e entender em que medida a produção arquitetônica contemporânea se insere neste novo contexto.
Abstract: [en] In the Digital Age, the continuous growth in urban population and the resulting concentration of buildings in cities and megacities, has generated an exponential increase in the amount of waste, energy consumption and natural resources, impacting global warming. By 2016, signatory nations to the Paris Accord, including Brazil, have pledged to reducing greenhouse gases. In order to achieve the sustainability of the built environment, new concepts must be applied, including control and automation applications: home, build and urban automation, which establish the transdisciplinarity between architecture, electrical engineering (electronics, telecommunications, control systems and automation) and computing. The implementation of automated systems in both buildings and cities results in improved performance, safety, comfort, flexibility of places use and additionally contributes to environmental sustainability. The purposes of this work is to present how the technology, especially the inmotica, has been applied in corporate buildings projects, considered as smart and sustainable, in São Paulo city, built from the 2000 decade, with LEED certification, triple A and designed by Aflalo / Gasperini Architects. As methodology a bibliographical research was carried out on the best national examples, as well as international examples of this type of building; a survey of this type of project in São Paulo city; the main technology and automation resources available and interviews with professionals involved. This work aims to contribute with future projects and research in the areas involved, analyze the main tendencies of that type of building and understand what extent the contemporary architectural production is inserted in this new context.
Titulação: Mestrado em Arquitetura e Urbanismo
Orientador (a): Profa. Edite Galote Carranza
Banca

-

Assuntos: Edifícios Inteligentes, Sustentabilidade, Tecnologia, Automação, Arquitetura paulistana.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica