Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Carolina de Campos
Título(s): [pt] Eficácia percebida por atletas e treinador de judô paralímpico.
Resumo: A presente dissertação tem como objetivo avaliar a percepção de autoeficácia competitiva de atletas paralímpicos de judô e a percepção do treinador sobre a eficácia competitiva de seus atletas. Participaram da pesquisa 16 atletas com deficiência visual, integrantes da principal Seleção Brasileira Paralímpica de Judô, convocados no primeiro semestre do ano de 2016, de ambos os gêneros (nove homens e sete mulheres), com idades entre 19 e 45 anos (29,52 ± 7,67). Também foi sujeito da pesquisa o treinador da equipe. Todos os participantes responderam a quatro questionários que avaliaram a percepção de eficácia sobre as habilidades psicológicas, físicas, técnicas e táticas dos judocas em dois momentos distintos (janeiro e maio/2016). Os atletas se autoavaliaram, enquanto o treinador, sem saber das respostas dos judocas, respondeu aos instrumentos informando sua percepção sobre cada atleta em cada variável avaliada. Para verificar o grau de concordância entre as avaliações de treinador e atletas foi realizado o cálculo da correlação de Spearman entre os dois momentos de coleta de dados e, para avaliar se houve diferença de percepção de judocas e treinador entre os dois momentos, utilizou-se o teste de Wilcoxon e o cálculo do delta percentual. O nível de significância adotado para todos os cálculos foi de p‹0,05. Os resultados mostraram que, no primeiro momento, houve concordância significativa entre a percepção de treinador e atletas em apenas uma variável (técnicas de luta de solo) investigada através do questionário de habilidades técnicas. Já no segundo momento da coleta de dados as correlações foram ligeiramente mais altas que no primeiro momento, apesar de haver concordância significativa da percepção de treinador e atletas em apenas três variáveis (concentração, potência de golpes e técnicas de pé ou perna). Os cálculos do delta percentual e do teste de Wilcoxon demonstraram que os atletas perceberam melhoras em todas as habilidades investigadas, enquanto o treinador notou melhora somente das habilidades físicas e técnicas. A partir dessas constatações, pode-se considerar que o tempo de treinamento e, por consequente, de relacionamento entre o treinador e os atletas tenha colaborado para uma maior concordância da percepção de ambos sobre a eficácia dos atletas. Entretanto, mesmo com o aumento de concordância, muitas variáveis avaliadas apresentaram diferenças de percepção de eficácia, demonstrando que, apesar do tempo de convivência auxiliar o estreitamento das percepções, ainda se observou divergências entre as percepções de ambos.
Abstract: This dissertation aims to evaluate the perception of competitive self-efficacy of Paralympic judo athletes and the trainer's perception of the competitive efficacy of their athletes. Took part in this survey 16 visually impaired athletes from the main Brazilian Paralympic Judo Team called in the first half of 2016, of both genders (nine men and seven women), aged between 19 and 45 years (29.52 ± 7.67). The coach of the team was also subject of the research. All participants responded to four questionnaires that assessed the perceived efficacy of judoka's psychological, physical, technical and tactical skills at two different times (January and May 2016). The athletes self-assessed, while the coach, unaware of the judokas' answers, responded to the instruments by informing his perception of each athlete in each evaluated variable. In order to verify the degree of agreement between the evaluations of coach and athletes, the Spearman correlation was calculated between the two moments of data collection and to evaluate if there were differences of perception of judokas and the coach between the two moments was used the test of Wilcoxon and the calculation of the Percentage Delta. The significance level adopted for all calculations was p ‹0.05. The results showed that, in the first moment, there was a significant agreement between the perception of the coach and the athletes in only one variable (Wrestling Techniques) investigated through the technical skills questionnaire. At the second moment of data collection, the correlations were slightly higher than in the first moment, although there was a significant agreement of the perception of the coach and the athletes in only three variables (concentration, judo undertaking power and foot or leg techniques). Percentage Delta and Wilcoxon test calculations demonstrated that athletes noticed improvements in all abilities investigated, while coach noticed improvement of physical and technical skills only.From these findings, it can be considered that the training time and, consequently, the relationship between the coach and the athletes has contributed to a greater agreement of the perception of both on the effectiveness of the athletes. However, even with the increase in agreement, many variables evaluated showed differences in perception of efficacy, showing that, despite the time of coexistence or the narrowing of perceptions, there were still divergences between perceptions of both.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Profa. Maria Regina Ferreira Brandão
Banca

-

Assuntos: Autoeficácia, Percepção, Deficiência visual, Relação treinador-atleta, Paralímpico
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica