Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Paulo Barreto dos Santos
Título(s): [pt] Os piscinões do Alto do Tamanduateí: da contenção de enchentes à criação de não lugares.
Resumo: [pt] Nas grandes cidades, a impermeabilização crescente do solo e a ocupação das áreas de várzea de rios e córregos, com usos diversos, tornou mais frequente as situações de enchentes em períodos de grandes chuvas. Na intenção de resolver estes problemas vários sistemas foram desenvolvidos para controlar o volume das águas pluvias. Um destes sistemas consiste na criação de reservatórios de armazenagem das águas, conhecido como piscinões. Este trabalho parte de um breve estudo revisional bibliográfico sobre o controle de águas pluviais na história dos grandes centros para chegar ao estudo específico da implantação de reservatórios no Brasil e em especial na região metropolitana de São Paulo, em municípios do chamado ABCD paulista situados sobre a bacia do Alto Tamanduateí. Modelos de reservatórios criados nos Estados Unidos e na França serviram de referência a outros modelos de sistemas controladores de águas de chuva implantados ao redor do mundo, caracterizando sistemas chamados de “In-line” e “Off- line” e também tornaram-se referência para os piscinões brasileiros com algumas adaptações. O objetivo do texto é compreender além das questões técnicas, como estas obras de grande impacto sobre o urbano influenciam a paisagem e intereferem no cotidiano da população. Obras como os piscinões criam vazios na malha urbana que ampliam a sensação de “não lugares” numa concepção contemporânea de cidades em transformação como é o caso das cidades de São Bernardo e Diadema. Este trabalho mostra-se relevante uma vez que, já que se ampliam as construções de piscinões no país, seria necessário ampliar a discussão sobre a descaracterização do urbano em prol de grandes obras, refletindo sobre soluções flexíveis com respostas ousadas e de agrado ao bem comum. As conclusões ajudam a compreender a importância desta discussão e a como procurar reverter a condição de “não lugares” nos grandes centros.
Abstract: [en] In large cities, increasing soil sealing and occupation of floodplain areas of rivers and streams, in many ways, has made flooding situation more frequent during periods of heavy rains. In order to solve these problems several systems were developed to control the volume of rainwater. One of these systems consists in the creation of water storage tanks, known as “piscinões” (large swimming pools); This work is based on a brief bibliographic review of the control of rainwater in the history of large centers to reach the specific study of reservoir implantation in Brazil and especially in the metropolitan area of São Paulo, in municipalities called ABCD in São Paulo on the Basin of the Upper Tamanduateí river. Reservoir models created in the United States and France served as reference to other models of rainwater management systems in use around the world, characterizing systems called "In-line" and "Off-line" and also became a model for the Brazilian reservoirs with some adaptations. The purpose of the text is to understand besides the technical questions, how these constructions of great impact on the urban influence the landscape and interfere in people´s routine. Constructions like the “large swimming pools” create voids in the urban network that increase the feeling of "non-places" in a contemporary conception of cities in transformation as is the case of the cities of São Bernardo and Diadema. This work is relevant since the construction of reservoirs in the country is expanded, it would be necessary to broad the discussion about the decharacterization of the urban in favor of great works, reflecting on flexible solutions with bold responses and pleasing results to the common good . The conclusions help to understand the importance of this discussion and how to reverse the condition of "non-places" in large centers.
Titulação: Mestrado em Arquitetura e Urbanismo
Orientador (a): Profa. Maria Carolina Mazivieiro
Banca

-

Assuntos: Estruturas Hidráulicas, Reservatórios, Inundações.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica