Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Aécio Flávio de Souza Lacerda Júnior
Título(s): [pt] Habitação de Interesse Social: Jardim Edith da favela ao conjunto residencial.
Resumo: [pt] Jardim Edith, era o nome de uma antiga favela que existiu na zona sul de São Paulo, com origem nos anos de 1970, numa época em que a região não oferecia atrativos imobiliários. O terreno ocupado pela comunidade abrangia quase todo o cruzamento da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini com a Avenida Jornalista Roberto Marinho, que foi desocupada e destinada a construção do viário de conexão com Marginal do Rio Pinheiros e Ponte Estaiada. Atualmente, tornou-se o novo centro financeiro e a área mais valorizada da cidade. A permanência de algumas famílias na parte remanescente do terreno foi destinada a construção do Conjunto Residencial Jardim Edith, que após muitos embates e persistência, conquistaram o direito de continuarem no local de origem. Esta característica distinguiu-se dos parâmetros usuais, praticados até pouco tempo na habitação social, que previa a remoção das famílias para locais distantes das áreas em que viviam. Essa premissa tornou possível a realização de um estudo monográfico sobre a história desta comunidade, que narra em três capítulos o desenvolvimento do bairro, a luta pela moradia digna e a qualidade da arquitetura social. Como método, a pesquisa realizou a revisão bibliográfica sobre o tema, levantamento de reportagens disponíveis em periódicos da época, visitas in loco ao conjunto habitacional e entrevistas. Esta dissertação visa não apenas conhecer, estudar e analisar a história da comunidade Jardim Edith, mas também identificar os elementos que tornam este projeto uma referência para a habitação social.
Abstract: [en] Jardim Edith was the name of an old favela that existed in the south of São Paulo, which originated in the 1970s, at a time when the region offered no real estate attractions. Today it is the most valued area of the city and has become the new financial center. The land occupied by the community covered almost all of the intersection of Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini and Avenida Jornalista Roberto Marinho, which was unoccupied and destined to the construction of the connecting road with the Rio Pinheiros and Ponte Estaiada. The permanence of some families in a remnant part of the land was destined to the construction of the Residential Complex Jardim Edith, after many battles and persistence they won the right to stay in the place of origin. This characteristic was distinguished from the usual parameters, practiced until recently in social housing, which provided for the removal of families to places far from the areas where they lived. This premise made possible the realization of a monographic study on the history of this community, which narrates in three chapters the development of the neighborhood, the struggle for decent housing and the quality of social architecture. As a method, the research carried out the bibliographic review on the subject, survey of available articles in periodicals of the time, on-site visits to the housing complex and interviews. This dissertation aims not only to know, study and analyze the history of the Jardim Edith community, but also to identify the elements that make this project a reference for social housing.
Titulação: Mestrado em Arquitetura e Urbanismo
Orientador (a): Prof. Dr. Edite Galote Carranza
Banca

-

Assuntos: Habitação popular, Urbanização – São Paulo (SP), Favelas - Urbanização.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica