Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Karina Maffei Marques
Título(s): [pt] Dinapenia e fatores associados em idosos residentes no município de São Caetano do Sul.
Resumo: [pt] INTRODUçãO: O processo de envelhecimento é marcado por alterações psicológicas, sociais, nutricionais e biológicas, entre as quais destaca-se a dinapenia, que pode representar um risco adicional de morbimortalidade para os idosos. OBJETIVO: Avaliar a presença de dinapenia em idosos residentes no município de São Caetano do Sul e os fatores associados. CASUíSTICA E MéTODOS: Estudo transversal descritivo, realizado, entre fevereiro de 2014 a fevereiro de 2015, com 295 idosos, com 60 anos ou mais, de ambos os gêneros, frequentadores dos Centros Integrados de Saúde e Educação da Terceira Idade (CISE) e de Unidades Básicas de Saúde (UBS) localizadas no referido município. As variáveis sociodemográficas estudadas foram: idade, gênero, escolaridade, estado civil, composição familiar e renda per capita. A dinapenia foi identificada pela força de preensão palmar, o estado nutricional foi avaliado pelas medidas antropométricas de peso, estatura, circunferências do braço, abdominal e panturrilha e dobra cutânea tricipital. Adicionalmente foi avaliado o consumo proteico, a presença de doenças e a prática de atividade física. Para a classificação de dinapenia foi utilizado o parâmetro preconizado por Lauretani et al. (2003), que considera a força de pressão palmar (FPP) adequada > 20 kg/f (quilograma-força) para o gênero feminino e > 30 kg/f para o gênero masculino. A associação entre dinapenia e os fatores associados foi investigada por regressão logística multivariada. Para análise estatística foi utilizado o software Stata (Statistics/Data Analysis, versão 10.0, Texas, USA), o nível de significância adotado foi p‹0,05. RESULTADOS: Foram avaliados 295 idosos sendo a maioria do gênero feminino (n=251), idade média de 70,6 anos (± 7,0). A presença de dinapenia foi observada em 24,07% dos idosos (n=71), atingindo 47 mulheres (18,73%) e 24 homens (54,55%). No modelo de regressão logística multivariado, observou-se que a idade, gênero masculino e menor circunferência do braço, circunferência de panturrilha e dobra cutânea triciptal mantiveram-se associados á dinapenia (p‹0,05). CONCLUSãO: Os resultados mostraram que um quarto dos idosos estudados apresentaram dinapenia, sendo associada ao gênero masculino e idade. A dinapenia representa maior risco de morbimortalidade em idosos e, com o aumento deste grupo etário na população, é importante que políticas públicas sejam direcionadas para a promoção de saúde e prevenção de riscos.
Abstract: [en] INTRODUCTION: The aging process is marked by psychological changes, social changes, nutritional changes, and biological changes, of which we can stand out dynapenia that can represent an additional risk of morbiditymortality for elder people.GOAL: To evaluate dynapenia in elder people who live in the city of São Cateano do Sul and related factors. CASE & METHODS: Crosssectional and descriptive study, with 295 elder people, at 60 years old or more, both genders, carried out between February 2014, and February 2015, who used to attend Medical and Education Center for the Elderly (CISE/Centros Integrados de Saúde e Educação da Terceira Idade) and Basic Health Unit (UBS/Unidade Básica de Saúde) in the mentioned city. Social and demographic variables studied were age, gender, education, marital status,family, and per capita income. Dynapenia was identified due to statistical analysis, nutritional status was assessed by anthropometric measurements of weight, height, arm circumferences, waist circumference, and calf and triceps skinfold thickness. Additionally, protein consumption and presence of diseases, and physical activities. In order to classify dynapenia, parameters proposed by Laurentani et al. (2003) were used, considering statistical analysis (FPP) and gender, suitable to > 20 kg/f (kilogramforce) for female and for male. Association between dynapenia and associated factors was investigated according to multivariate logistic regression. Statistical analysis was carried out using software Stata (Statistics/Data Analysis , version 10.0, Texas, USA), significance level adopted p‹0.05. RESULTS: 295 elder people were evaluate, mostly female (n=251). Average age was 70.6 years old (± 7.0). Dynapenia was observed in 24.07% of elder people (n=71), that is 47 female (18.73%) and 24 male (54.55%). In the model of multivariate logistic regression, gender, age group, were associated to dynapenia (p‹0.05). It was observed that older age, male gender and lower arm circumference, calf circumference and triceps skinfold remained associated with dynapenia(p ‹0.05). CONCLUSIONS: Dynapenia is a good morbiditymortality index and can bechanged according to changes in life and health conditions. Identifying dyspenia in elder people in the city of São Caetano do Sul made.
Titulação: Mestre em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Profa. Dra. Rita Maria Monteiro Goulart
Banca

-

Assuntos: Idoso, Dinapenia, Estado nutricional.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica