Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Luiz Carlos Marinovic Doro
Título(s): [pt] Surfe e qualidade de vida do idoso: uma pesquisa exploratória
Resumo: [pt] Com o avanço da ciência no controle de diversas doenças, tem aumentado significativamente a expectativa de vida no ser humano. Há evidências cientificas de que a atividade física realizada por idosos relacionada a hábitos de vida saudáveis proporcionam uma expectativa de melhor qualidade de vida, e contribuem para retardar os efeitos do envelhecimento. Dentre essas modalidades esportivas está o surfe, modalidade esportiva que trabalha capacidades físicas, como: equilíbrio, flexibilidade, coordenação motora geral, e variáveis psicológicas como: confiança e autoestima além de possibilitar novas relações interpessoais. O objetivo deste trabalho foi identificar a percepção subjetiva da Qualidade de Vida do idoso praticante de um programa de surfe. Para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva do tipo exploratório de cunho qualitativo. Participaram desta pesquisa seis idosos do sexo masculino e feminino com idade entre 60 e 75 anos, com status funcional ativo e fisicamente independente. Para a coleta de dados foram utilizados os seguintes instrumentos: Questionário de Qualidade de Vida, WHOQOL-Bref, WHOQOL-Old, Questionário de Classificação Econômica Brasil (ABEPE, 2014), Questionário de Anamnese e entrevista individual semiestruturada. Para a análise de dados obtidos pelos instrumentos tipo questionários utilizaram-se as orientações específicas de cada instrumento. As entrevistas foram submetidas á Análise de Conteúdo, adotando o tema como unidade central. Concluímos que os participantes do estudo apresentaram percepção subjetiva, em relação á Qualidade de Vida, de boa para muito boa. A prática do surfe foi considerada como fator positivo para a Qualidade de Vida dos participantes influenciando predominantemente nos domínios psicológico, ambiental e social. Isso indicou que os participantes referem-se mais aos elementos psicológicos, ambientais e sociais que a prática do surfe pode oferecer para sua Qualidade de Vida do que pelos benefícios físicos e metabólicos. Os elementos psicológicos preponderantes foram ás conquistas e sentimentos positivos. O elemento ambiental preponderante foi a oportunidade de aprender novas habilidades. O elemento social preponderante foi o suporte social.
Abstract: [en] Life expectancy in human being has increased significantly with the science advancement in control of various diseases. There are scientific evidences that physical activities performed by elderly people and related to healthy lifestyle habits provide a better quality of life expectancy and they can slow down the effects of aging. Among these sports is surfing. This sport deals with physical abilities, such as balance, flexibility, general coordination, and psychological variables such as confidence and self-esteem. Furthermore, surfing can enable new interpersonal relationships. The objective of this study was to identify subjective perception of life quality by elderly people, who are taking part of a surfing program. For this purpose a descriptive research of exploratory type, with qualitative approach, was carried out. Six elderly men and women aged between 60 and 75 years old participated in this research, with active functional status and physically independent. For data collection, the following instruments were used: Life Quality Questionnaire, WHOQOL Bref, Old WHOQOL, Questionnaire of Brazil’s Economic Classification (ABEPE, 2014), Anamnese Questionnaire and semi-structured individual interviews. For the analysis of data, which were obtained by instruments like different questionnaires, we used the specific guidelines of each of them. The interviews were subjected to Content Analysis, adopting the theme as central unit. We concluded the studied participants showed subjective perception concerning life quality, changing from good to very good. The practice of surfing was considered a positive factor for Life Quality by participants, influencing predominantly in the psychological domains, environmental and social fields. This indicated that the participants refer more to the psychological, environmental and social elements which the practice of surfing can offer to their quality of life, than the physical and metabolic benefits. The predominant psychological elements were the achievements and positive feelings. The major environmental element was the opportunity to learn new skills. The dominant social element was social support.
Titulação: Mestre em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Profª Ana Martha de Almeida Limongelli
Banca

-

Assuntos: Atividade Física, Envelhecimento, Atividades Aquáticas.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica