Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Sabrina Caldas
Título(s): [pt] Intervenção sobre comportamento alimentar em idosas: modelo transteórico e bem-estar subjetivo
Resumo: [pt] O envelhecimento populacional está acontecendo de forma rápida em todo mundo, assim como no Brasil. O envelhecer é determinado não só pela cronologia, mas é um processo fortemente afetado pelas singularidades individuais, entre as quais se destacam as práticas alimentares e seus conjuntos de relações, que podem ter consequências sobre a saúde e bem-estar de idosos. Realizou-se uma pesquisa longitudinal, quase-experimental com estratégia de campo e amostra por conveniência para avaliar e intervir sobre o comportamento alimentar. Foram investigadas 34 mulheres com 60 anos ou mais, porém somente 26 chegaram ao final do estudo. A avaliação pré e pós intervenção utilizou o Questionário URICA e a Escala de Bem-Estar Subjetivo, além da Anamnese Nutricional e mensurações antropométricas, as quais repetiram-se em seis momentos de acompanhamento e intervenção, esta última considerando as distintas necessidades de cada participante. Orientações sobre os riscos das doenças associadas ao sobrepeso e obesidade, sobre alimentação saudável e um formulário para autocontrole da alimentação constituíram as estratégias interventivas. Constatou-se, inicialmente, que 58,8% das participantes estavam com sobrepeso e obesidade, apresentando risco de complicações metabólicas. A maioria das participantes era casada e com ensino superior e médio, favorecendo a melhor adesão aos tratamentos propostos. Na primeira consulta, a maioria das mulheres encontrava-se no estágio de pré-contemplação e os afetos positivos e a satisfação com a vida predominaram, independente do desejo de mudar de dieta. Após intervenção nutricional, verificou-se redução significativa do peso e menor circunferência da cintura (CC) e melhora quanto á qualidade da alimentação, entretanto o bem-estar subjetivo não mostrou alteração. Estudos posteriores, valendo-se de outros instrumentos, maior número de participantes, com outras estratégias interventivas e nos quais haja acompanhamento para verificar a modificação da alimentação, são sugeridos para aprofundamento quanto ao conhecimento na área.
Abstract: [en] Population aging is happening fast in Brazil and worldwide. The age is determined not only by chronology, but it is a process strongly affected by individual peculiarities, among which stand out the feeding practices and their sets of relationships that may have consequences on the health and well-being of seniors. It was conducted a longitudinal, quasi-experimental with field with strategy and convenience sample research to evaluate the eating behavior and the subjective well-being of elderly before and after intervention on nutrition, using as instruments nutritional Anamnesis, the URICA Questionnaire and the Subjective Well-Being Scale and performing anthropometric checks and nutritional guidelines in six times. There were studied 26 women, aged 60 years or more, throughout the procedure, for which different operations , depending on theirs needs were performed. The results showed that 58.8% of participants were overweight and obese, most had secondary or higher education, promoting better adherence to the proposed treatments. At the first visit, the pre-contemplation stage was the most evident and positive affect predominated. After intervention there was weight loss and significant reduction of waist circumference while the subjective well-being showed no changes. Qualitatively, there was increase on consumption of vegetables and decrease on fats and sugars daily. Further studies are suggested using other tools, larger and more diverse sample and follow-up of participants in order to verify the permanence of the changes achieved on nutrition habits.
Titulação: Mestra em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): ProfÂȘ Ana Lúcia Gatti
Banca

-

Assuntos: [pt] Velho, Dieta, Satisfação pessoal.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica