Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Patricia do Nascimento Tavares
Título(s): [pt] Efeitos de treino e intervenção psicoeducativa em memória episódica
Resumo: [pt] No processo normal de envelhecimento, verifica-se o declínio de diversas funções cognitivas, sendo a memória uma das funções que merece especial atenção, pois se trata de uma queixa comum entre as pessoas idosas, podendo comprometer sua capacidade funcional e, consequentemente, sua qualidade de vida. O presente estudo teve como objetivo geral avaliar os efeitos de um treino de memória com utilização de múltiplas estratégias, na memória de idosos saudáveis. Especificamente, objetivou-se quantificar alterações no pré e pós-teste correlacionando com as variáveis autoeficácia, metamemória, velocidade de processamento e uso de estratégias mnemônicas. Participaram do estudo 21 idosos, com média de idade de 65,33 anos e 9,81 anos de escolaridade, sem depressão e comprometimento neurológico, subdivididos aleatoriamente em Grupo Experimental (GE) e Grupo Controle (GC). Os participantes foram submetidos a avaliação neuropsicológica antes e após o programa de intervenção de 16 sessões. As sessões de treino foram realizadas duas vezes por semana, com duração de 60 minutos cada e contemplaram conteúdo psicoeducativo sobre memória e envelhecimento, aprendizagem e prática de estratégias de atenção, categorização, associação e formação de imagens mentais. Os resultados revelaram melhora no Pós-Teste para o GE em medidas de desempenho cognitivo global, aumento no número de grifos e melhor autoeficácia em memória. Os participantes do GE evocaram um número maior de itens da lista de supermercado e aumentaram o desempenho em velocidade de processamento no Pós-Teste, embora esse resultado não tenha alcançado significância estatística. Os participantes menos escolarizados do GE apresentaram médias superiores em velocidade de processamento e medida de memória episódica, indicando que os efeitos do treino foram mais benéficos para esse grupo. Medidas de metamemória e humor permaneceram estáveis após a intervenção. Esses resultados ilustram o efeito modesto do treino em medidas de memória episódica na amostra estudada. Sugere-se a realização de novas pesquisas com maior tamanho amostral que possibilitem a generalização dos dados.
Abstract: [en] Through the aging process it is noticed the decline of several cognitive functions. Memory is one of them which is worth special attention, since it is an usual complain among elderly people and it can compromise their functional capacity and, consequently, their quality of life. The general objective of this study was to evaluate the memory training effects on healthy elderly people’s memory using multiple strategies. The specific objective was to quantify alterations in the pretest and post-test correlating it with the variables self-efficacy, metamemory, processing speed and use of mnemonic strategies. Twenty-one (21) elderly participated in the study, with average age of 65.33 years and 9.81 years of education, without depression or neurological impairments, randomly subdivided into Experimental Group (GE) and Control Group (GC). The neuropsychological evaluation was carried out with the participants before and after the 16-session intervention program. The training sessions were performed twice a week of 60 minutes each which included psychoeducational content about memory and aging, learning and practicing attention strategies, categorization, association and formation of mental images. The outcomes showed improvement in the post-test to GE in global cognitive performance, increase of underlines and better self-efficacy in memory. The GE participants evoked a higher number of items from the grocery list and increased the performance in processing speed in the post-test, although this outcome did not reach statistical significance. The GE less educated participants showed higher averages in processing speed and episodic memory, indicating that the training effects were more beneficial to this group. Metamemory and humor measures remained stable after the intervention. These outcomes illustrate the modest training effect in measures of episodic memory in the studied sample. The accomplishment of new researches with bigger sample that enable the data generalization is suggested.
Titulação: Mestra em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Profª Carla Witter
Banca

-

Assuntos: [pt] Idoso, Envelhecimento, Intervenção Cognitiva.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica