Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Leandro Ribeiro Marques
Título(s): [pt] A influência da atividade física no ambiente escolar sobre os parâmetros de aptidão física e imagem corporal em alunos de 13 e 14 anos do ensino fundamental de uma escola pública do estado de São Paulo
Resumo: [pt] A prática da atividade física é recomendada, por ser capaz de desenvolver diversos benefícios aos seus praticantes, dentre elas as adaptações sobre a percepção da imagem corporal e melhora da aptidão física, que pode contribuir para a melhora da saúde. Atualmente o adolescente tem cada vez menos participado de programas de atividade física, sofrendo assim com diversos problemas causados pelo sedentarismo. A escola se tornou um importante local para a prática da atividade física, já que em seu currículo a disciplina de Educação Física é obrigatória, estimulando a prática de diferentes atividades corporais com regularidade, podendo também realizar atividades extracurriculares de diversas modalidades esportivas como o futsal nas escolas públicas do Estado de São Paulo. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi de verificar a influencia da atividade física no ambiente escolar sobre a aptidão física e percepção da imagem corporal de alunos do ensino fundamental. Metodologia: Fizeram parte deste estudo 32 alunos entre 13 e 14 anos, do sexo masculino, que foram divididos em dois grupos: Quinze alunos para o grupo Educação Física (GEF) e dezessete para o grupo Educação Física mais treino de futsal (GEFT). A pesquisa consistiu em 12 semanas de atividades físicas e treinamento com frequência de duas a três sessões semanais e mais duas sessões para a avaliação final, onde foi analisado a Percepção da Imagem Corporal e as Aptidões Físicas, IMC, resistência abdominal, flexibilidade, aptidão cardiorrespiratória, força explosiva dos membros superiores e inferiores, agilidade e velocidade de deslocamento. Para a análise dos resultados foi utilizado o teste de Kolmogorov–Smirnoff como análise da normalidade dos dados, após utilizou-se o teste t-Student independente para comparar os dois grupos. A significância foi determinada a p‹0,05. Resultados: O GEFT apresentou superioridades significativas nos testes de resistência abdominal, aptidão cardiorrespiratória, força explosiva dos membros inferiores e agilidade. Nas avaliações do IMC, força explosiva dos membros superiores e velocidade de deslocamento não foram observadas diferenças entre os grupos. A percepção da imagem corporal mostrou que ambos os grupos tiveram alterações significativas quando comparamos o valor referido (imagem indicada pelo aluno, como a que ele acha que mais parece com sua imagem contendo um determinado IMC) ao valor aferido (valor real de IMC), os grupos não mostraram diferenças entre os valores referidos e desejados. Conclusão: Quando comparados os adolescentes que realizaram as aulas de Educação Física regular, os adolescentes que realizaram as aulas de Educação Física regular e também os treinos de Atividade Curricular Desportiva de futsal, dentro do ambiente escolar, apresentaram melhor aptidão física geral, no entanto, não houve melhora na percepção e satisfação corporal.
Abstract: [en] Physical activity is recommended because it is able to promote several benefits to its practioners, among these, improvements on body image perception and physical fitness that are important to health. Teenager’s interest in physical activity is decreasing currently and with this, they are more exposed to a sedentary and risky lifestyle. School has become an important place to physical practices; since Physical education is an obligatory part of the curriculum thus it stimulates several different activities regularly. There are some other sports activities promoted by the school such as futsal in São Paulo state. The objective of this study was to verify the influence of school environment physical activity on physical fitness and body image perception of secondary school students. Methods: 32 male students with age between 13 and 14 years were divided in 2 groups: 15 students for the Physical Education group (GEF) and 17 students for the Physical education and futsal training group (GEFT). There were 12 weeks of physical education classes and training and two extra sessions to the final evaluation where body image perception and phisycal fitness were evaluated. We evaluated BMI, abdominal resistance, flexibility, cardio respiratory fitness, upper and lower limbs explosive strength, agility and speed. We used Kolmogoro–Smirnoff test as normality test and Student T test to compare both groups. Significance was set to p ‹0.05. results: GEFT showed significant higher values for abdominal resistance, cardiorespiratory fitness, lower limbs explosive strength and agility. BMI, upper limbs explosive strength and speed didn’t show any significant differences between groups. Body image perception showed that both groups had significant changes when we compare the referred to the measured value. There was no difference between referred and desired values. Conclusion: The teenagers that did school physical education and futsal training presented better physical fitness with no changes in body image perception and satisfaction.
Titulação: Mestre em Educação Física
Orientador (a): Profª érico Chagas Caperuto
Banca

-

Assuntos: [pt] Aptidão física na adolescência, Aptidão Física, Percepção da imagem corporal.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica