Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Fátima Pedro Barbosa Ortolani
Título(s): [pt] Relação entre perfil nutricional, atividade física e doença cardiovascular em idosos hospitalizados.
Resumo: [pt] A maior longevidade da população vem modificando o perfil epidemiológico no país, com mudanças na morbimortalidade por doenças crônicas não transmissíveis, dentre elas as doenças cardiovasculares, que aparecem em primeiro lugar dentre as causas de morte em todo mundo. O objetivo do presente estudo foi determinar o perfil de idosos com doença cardiovascular segundo o estado nutricional e níveis de atividade física, bem como testar a relação entre estas variáveis e tempo de internação dos sujeitos. Estudo transversal descritivo, com 30 idosos de 60 anos ou mais, de ambos os gêneros, atendidos na clínica médica de um serviço público de saúde. Foram realizados um levantamento do perfil sociodemográfico, avaliação nutricional por meio de dados antropométricos de peso e altura, circunferência da panturrilha (CP) e circunferência de braço (CB), dobra cutânea tricipital (DCT), questionário de frequência alimentar (QFA), teste de força de pressão palmar (FPP), e foi aplicado o questionário internacional de atividade física – IPAQ (Versão Curta). Os principais achados do presente estudo indicam que a idade média de idade dos participantes foi de 75,1±9,3 anos, em relação á situação conjugal, a proporção de homens casados, foi superior a de mulheres, que apresentou maior número de viúvas, baixa escolaridade, baixa renda (0–1 Salário), para ambos os sexos, em relação á ocupação, a maioria dos idosos é aposentada ou pensionista. O tempo médio de internação para homens foi de 6,4±3 dias e para mulheres foi de 6,1±3 dias, não havendo diferenças entre eles (P=0,897). Houve predomínio, em ambos os sexos para a hipertensão arterial sistêmica, prevalência de desvio nutricional, com proporções maiores de desnutrição para o sexo masculino e obesidade e desnutrição em igual proporção para o sexo feminino, prevalência de inatividade física em ambos os sexos. Uma correlação entre a força de preensão palmar e tempo de internação nos indivíduos estudados de ambos os sexos (r = -0,6486; P = 0,0008) foi observada. Além disso, outra correlação entre o IMC e o tempo de internação para o gênero masculino, demonstrando que quanto menor o IMC, maior é o tempo de internação (r = -0,5900; P = 0,0039). Quanto ao consumo alimentar, dentre outras variáveis estudadas, o consumo diário de óleos/banha entre homens e mulheres foi frequente, consumo elevado de alimentos fonte de carboidratos complexos, porém com baixo teor de fibras, bem como baixo consumo de frutas. Conclui-se que houve uma prevalência de desvios nutricionais, consumo alimentar inadequado e sedentarismo nos idosos estudados. Por meio dos resultados obtidos, constata-se que há a necessidade de um melhor acompanhamento nutricional e mudança no estilo de vida para a melhoria da saúde dos cardiopatas.
Abstract: [en] The longevity of the population has been changing the epidemiological profile in Brazil, with changes in morbidity and mortality from chronic noncommunicable diseases. Cardiovascular diseases appear in the first place among the causes of death worldwide. The aim of this study was to determine the profile of elderly people with cardiovascular disease according to nutritional status and physical activity levels, as well as test the relationship between these variables and hospitalization time of the subjects. A descriptive cross-sectional study with 30 elderly subjects, aged 60 years or more, both genders, attended at the medical clinic of a public health service was conduced. Sociodemographic profile, nutritional assessment through anthropometric data, as weight and height, circumference of the calf (CP) and arm circumference (AC), triceps skinfold thickness (TST) were evaluated. Food Frequency Questionnaire (FFQ), Hand Grip Strength (FPP), and International Physical Activity Questionnaire - IPAQ (Short Version) were applied. The main findings of this study indicated that the age participants was 75.1±9.3 years; in relation to marital status, the proportion of married men was higher than women, with the highest number of widows, low education, low income (0-1 Salary). Relating to occupation, the most was retired or pensioner in both sexes, The average hospitalization time for men was 6.4±3 days and for women was 6.1±3 days, with no difference between them (P=0.897). Hypertension was predominant in both sexes; the prevalence of nutritional disorders, with higher proportions of malnutrition for males and obesity and malnutrition in equal proportion for females, and the increased prevalence of physical inactivity between both sexes were identified. Correlations between handgrip strength and hospitalization time both sexes (r = -0.6486, P = 0.0008), as well as between BMI and hospitalization time for males were observed (r = -0.5900; P = 0.0039). As for food intake, among other variables, the daily consumption of oils / fat for men and women was common, high intake of complex carbohydrates source of food, but low in fiber and low fruit. The results of the present study can suggest that there was a prevalence of nutritional disorders, inadequate food intake and physical inactivity in the aged. Through these results, it was demonstrated that there is necessary a better monitoring and nutritional change in lifestyle to improve health status of the cardiac patients.
Titulação: Mestra em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Profª Bruno Rodrigues
Banca

-

Assuntos: [pt] Envelhecimento, Estado nutricional, Atividade física, Doenças cardiovasculares.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica