Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Lindanor Jacó Chaves
Título(s): [pt] Concepções de idosos sobre espiritualidade relacionada ao envelhecimento e qualidade de vida
Resumo: [pt] O aumento da expectativa de vida e com ele a promessa de longevidade pela medicina atual culminam na reflexão acerca do desenvolvimento da espiritualidade e sua importância no processo de envelhecimento. Esta pesquisa teve como objetivo verificar e analisar qual é a concepção do idoso sobre espiritualidade e como esta interfere em sua qualidade de vida. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, quanti-qualitativo tendo uma amostra composta de 12 participantes idosos acima de 60 anos. Como instrumentos para a coleta de dados, foram utilizados questionário sociodemográfico, entrevista semiestruturada, questionário WHOQOL-Bref WHOQOL-SRPB e o domínio VI (Espiritualidade) do WHOQOL-100. Para a análise dos dados utilizou-se o programa estatístico SPSS 21.0 e a técnica de Análise de Conteúdo. A pontuação média geral dos Domínios Psicológico e das Relações Sociais WHOQOL-Bref mostrou-se mais elevada que os demais e os dados do WHOQOL-SRPB revelaram médias altas, em todas as facetas. Verificou-se que seis dos oito domínios SRPB (Espiritualidade, Religiosidade e Crenças Pessoais) apresentaram associação positiva com a qualidade de vida (WHOQOL-Bref e Domínio VI). Com base na análise do conteúdo obtido por meio das entrevistas, concluiu-se que há relação entre espiritualidade e qualidade de vida. A presença de percentual mais elevado no domínio Psicológico bem como o maior número de correlações com as facetas SRPB revela a influência da Espiritualidade no enfrentamento e desenvolvimento de pensamentos e sentimentos positivos que conferem aos participantes altos níveis de satisfação com sua qualidade de vida. A espiritualidade foi concebida como Apoio, Relação com o Sagrado e Transcendência, distinguindo-se da Religião, definida pela Afiliação religiosa, Cultural, Dogmas e Fé. Todos os participantes reconhecem a importância da espiritualidade em suas vidas; entretanto, nem todos a relacionam com a velhice. Para aqueles que a vivenciam de forma perceptível nessa fase da vida, a relação entre o construto e a velhice está na capacidade oferecida pela Espiritualidade de suportar as limitações fisiológicas, as dificuldades gerais da velhice e as perdas inerentes ao processo. A utilização dos instrumentos WHOQOL associada às entrevistas para a coleta de dados mostrou-se adequada para alcançar os objetivos propostos. As correlações entre os domínios também revelam uma associação entre os resultados das escalas e a percepção dos idosos, obtidas por meio do conteúdo de suas falas, sobre a relação entre Espiritualidade e Qualidade de Vida na Velhice nos domínios: Físico, Psicológico e Relações Sociais. Assim, neste estudo, foi possível observar a heterogeneidade da vivência espiritual entre o grupo de idosos participantes, tendo todos em comum o reconhecimento da importância do construto para sua vida, bem como a sua relevância na vivência da velhice com Qualidade de Vida.
Abstract: [en] The increase in life expectancy and, with it, the promise of a longer life thanks to modern day medicine lead to reflections regarding spiritual development and its important role in the aging process. The objective of this research is to verify and analyze what views do the elderly hold on spirituality and its impact on their quality of life. This is a descriptive, exploratory, quantitative, and qualitative study, with a sample of 12 elderly adults over the age of 60. The tools used to collect data were: a social-demographic questionnaire, a semi-structured interview, the WHOQOL-Bref and WHOQOL-SRPB questionnaires, and the WHOQOL-100’s domain VI (spirituality). The SPSS 21.0 program and the content analysis technique were used to analyze the collected data. The mean average points in the Psychological and Social Relations domains in the WHOQOL-Bref were shown to be higher than in other domains, and the WHOQOL-SRPB data revealed high average points in all facets. Six of the eight SRPB domains (spirituality, religion, and personal beliefs) were shown to hold positive connections with quality of life (WHOQOL-Bref and domain VI). Analysis of the content obtained through the interviews has led to the conclusion that spirituality and quality of life are, indeed, related. The higher percentage in the Psychological domain, as well as the higher number of correlations with the SRPB categories, reveal the influence of spirituality in dealing with and developing positive feelings that can grant participants high levels of satisfaction with their quality of life. Spirituality was understood as being Support, Relation with the Sacred, and Transcendence, as opposed to the Religion (as described by religious affiliation), Cultural, Dogmas, and Faith. All of the participants recognize the important role played by spirituality in their lives. However, not all of them believe that there is a relation between spirituality and old age. For those who are clearly experiencing this stage of life, the relation between the construct and old age can be seen in the individual’s ability provided by Spirituality to learn how to deal with physiological limitations, the general obstacles that appear as one grows old, and that which is inherently lost as the aging process progresses. The use of the WHOQOL tools and the interviews data collection were suitable to meet our goals. The correlations between domains also revealed a connection between the scale results and the elderly’s perceptions (both of which were obtained as part of the content of what the participants have said) on the relations between spirituality and quality of life during old age in the Physical, Psychological, and Social Relations domains. Thus, it was possible to observe the heterogeneity of the spiritual life among the group of elderly participants in this study. All of the participants recognized the importance of the construct in their lives, as well as how relevant it is in the elderly’s quality of life.
Titulação: Mestre em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Profª Draª Claudia Aranha Gil
Banca

Prof.ª Dra. Vera Socci
Prof.ª Dra. Ana Lúcia Gatti
Prof.ª Dra. Claudia Aranha Gil

Assuntos: [pt] Pessoa Idosa, Significado de Vida, Bem-estar, Manifestações Religiosas.
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica