Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Autor: Adriana Justino
Título(s): [pt] Transição de carreira esportiva de atletas de voleibol masculino infanto-juvenil
Resumo: [pt] A carreira atlética passa por diferentes transições e mudanças ao longo de seu desenvolvimento, como a transição do esporte infantil para o juvenil, juniores para adulto; esporte amador para o profissional, ou a transição para o término da carreira esportiva, todas elas com exigências de ajustamento e características próprias. Partindo desta premissa, o objetivo deste estudo foi investigar e compreender as variáveis que interferem na transição na/de carreira de atletas de voleibol infanto-juvenil de um centro de esportes de categoria de base da Prefeitura de São Paulo. Foram avaliados 16 atletas de voleibol, do sexo masculino, entre 17 e 18 anos, utilizando-se um questionário elaborado para este estudo com questões que permitiram algumas respostas abertas e outras fechadas, e que se pautou nas propostas do paradigma bioecológico do desenvolvimento humano de Uri Bronfenbrenner e no modelo adaptado de desenvolvimento em transições enfrentadas pelos atletas na carreira esportiva, fase de desenvolvimento psicológico, psicossocial e acadêmico/profissional de Wylleman & Lavallee (2004). As questões abertas foram analisadas através dos procedimentos propostos por Miles & Huberman (2004) e as fechadas através de porcentagens. Os resultados mostram uma valorização da prática do esporte em si e o sentimento de respeito e o compromisso necessários para que se possa ser considerado atleta. A paixão pela modalidade esportiva aparece como forma de validação da extrema dedicação. Observou-se um alto nível de escolaridade da amostra, e que há apoio da família e do próprio centro esportivo para a continuidade dos estudos. A maioria dos atletas pretende continuar na categoria juvenil, no entanto, em algum momento, pensou em abandonar a carreira e planeja ter outra profissão quando parar de jogar vôlei. O microssistema caracterizado pela influência dos pais, técnicos e professores no desenvolvimento da carreira esportiva, desde as fases iniciais até o momento de vida atual dos atletas deste estudo, apareceu como muito intenso e pode ter importância significativa nas decisões ao decorrer da trajetória atlética. O apoio dos pais na manutenção da prática esportiva também se mostra imprescindível, uma vez que, o desenvolvimento da carreira atlética exige importantes decisões de vida justamente na adolescência, quando o indivíduo vive as dúvidas naturais da faixa etária e é com os familiares que conversam sobre o planejamento de suas carreiras. Os resultados deste estudo podem auxiliar a equipe técnica no estabelecimento de metas e planos de carreira, a fim de orientar atletas na escolha de seus caminhos profissionais, oferecendo mais segurança às difíceis decisões, o que poderá criar condições para que o atleta se sinta mais seguro, melhorando, inclusive, o desempenho nas quadras e a qualidade de vida neste momento de transição de/na carreira.
Abstract: [en] The career in sports experiences in its development several transitions and changes, such as the transition from children´s to juvenile categories, and junior to adult, from amateurs to professionals, or the transition to the end of the career in sports, all of them bearing specific characteristics and needs of adjustments. With this proposition in view, the objective of this study is to investigate and understand the variables that affect the transition in/of the career of juvenile volleyball athletes of a sports center for the junior categories in the city of São Paulo. Sixteen male volleyball players aged 17 and 18 were evaluated. A questionnaire was applied, which was then analyzed according to the procedures recommended by Miles & Huberman (2004), and discussed according to the bioecological paradigm for human development of Uri Bronfenbrenner and the adapted development model in transitions experienced by athletes in their sports career, psychological, psychosocial and academic/professional development of Wylleman & Lavallee (2004). The results show the value of sports per se and the feeling of respect and the necessary commitment for one to be considered an athlete. The passion for the sports modality appears as validation of their extreme dedication. The study observed a high level of education in the sample, being education fostered by the support received from the family and also from the sports center. Most athletes intend to continue in the junior categories, yet, in some moment they have considered quitting the career and they plan to follow a different profession when they stop playing volleyball. Also the support from their parents is fundamental to keep them practicing sports, given that the development of such a career demands that important decisions be made during the period of adolescence, when the individual is subject to the characteristic questionings that occur during this stage of life, and it is their family they resort to when willing to talk about the planning of their career. The results of this study can help the technical staff in the establishment of goals and career plans to guide athletes in choosing their professional ways, providing more support to the decision making. This may create conditions for the athletes to feel more confident, also improving their performance in the court and the quality of life in this moment of transition in/of their career.
Titulação: Mestra em Educação Física
Orientador (a): Profª Drª Maria Regina Ferreira Brandão
Banca

Profa. Dra. Maria Regina Ferreira Brandão [Orientadora]
Profa. Dra. Maria Luiza de Jesus Miranda
Prof. Dr. Gerson dos Santos Leite

Assuntos:

[pt] esporte, psicologia, significado, voleibol

Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica