Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Mesaque Silva Correia
Título(s): [pt] Educação física escolar no contexto da educação popular na escola pública: a construção da realidade desejada na imperfeição do fazer diário
Resumo: [pt] O presente estudo foi desenvolvido no interior da Escola Estadual de Educação Popular Professor Paulo Freire, pertencente ao sistema de ensino público amapaense. A referida escola foi criada com a utopia de vivenciar o desenvolvimento de uma Educação Popular no solo da escola pública e atender jovens e adultos que por inúmeras razões encontravam-se afastado do ambiente escolar. No entanto, com o passar dos anos por conta do descaso do poder público local seus reais motivos de existência foram aos poucos sendo esquecidos, e a escola que foi construída para atender o povo deixou de existir aos poucos e encontra-se em um processo de sucateamento total. Motivos esses que desencadeou na equipe de professores de Educação Física da referida escola a vontade de transformar o imobilismo o qual se encontravam em ação. Foram essas uma das razões que deram origem a estruturação desse estudo, que teve como objetivos de compreender o contexto político educacional no qual as aulas de Educação Física estavam sendo realizadas e identificar possibilidades de desenvolvimento de uma Educação Física crítica e emancipatória no contexto da educação popular na escola pública. Para tanto, estruturou-se um processo de pesquisa da prática educativa, em que estiveram envolvidos quatorze agentes escolares dentre eles a direção escolar, membros da equipe técnica pedagógica, quatro professores de Educação Física e professores de outros componentes curricular. Para dinamização do estudo e problematização da prática pedagógica os referidos participantes foram divididos em dois grupos ─ o grupo que caracterizei como geral em que dele participavam todos os sujeitos envolvidos no processo de pesquisa; e o grupo dos professores de Educação Física, grupo esse responsável em problematizar especificamente o trabalho desenvolvido em nossa área de conhecimento e atuação. Como técnica de coleta de dados, empregou-se a entrevista semiestruturada a qual foi aplicada à gestora escolar com o objetivo de obter maiores esclarecimentos sobre as bases filosóficas da escola e o momento político em que a escola foi pensada. Fez-se uso da dinâmica do Círculo de Cultura para problematização do cotidiano escolar. Como instrumentos de coleta de dados, utilizou-se o diário de campo, registros fotográficos e gravações de alguns depoimentos realizados no momento de dinamização do Círculo de Cultura. A realização dessa investigação revelou que o desenvolvimento de uma educação crítica e emancipatória, no cotidiano da Educação Popular na escola pública, só é possível mediante a formação crítica dos educadores, que ocorrerá no processo democrático da educação, isto é, da tentativa de se construir a autonomia intelectual e profissional do educador juntamente com a autonomia social da instituição educativa, do contrário a garantia da política oficial do governo continuará permeando os espaços educativos e a escola continuará sendo um aparelho ideológico do Estado responsável pela produção e reprodução das desigualdades sociais enquanto legitimadora das desigualdades existentes, independente da nomenclatura a ela atribuída. Mediante os debates e conflitos suscitados com o grupo de professores de Educação Física, e pelos acordos fomentados no decorrer do processo de formação, conclui-se que as aulas de Educação Física desenvolvidas na escola poderão formar um aluno (a) crítico (a) capaz de exercer sua cidadania plena na vida em sociedade, e, especificamente, no que concerne ao acesso, ao consumo e à participação na cultura corporal. Enquanto educador freireano envolvido nesse processo de pesquisa e formação afirmo que é chegada a hora dos profissionais de Educação Física avançarem na descoberta de caminhos democráticos e participativos para o desenvolvimento de projetos educativos verdadeiramente comprometidos com a emancipação social, práticas utopicamente possíveis de realização e necessárias. Práticas estas que, pela dinâmica da vida social e escolar, apresentam-se como ações concretas e inacabadas, portanto, imperfeitas e parciais, mas que por meio delas, a Educação Física nas dependências da escola, poderá sair do status de obrigatoriedade para o de legitimidade.
Abstract: [en] This study was developed within the State School Adult Education Teacher Paulo Freire, belonging to the Amapá State education system. That school was created with the utopia of experiencing the development of popular education in the soil of public school and meet young people and adults who for various reasons were away from the school environment. However, over the years due to the neglect of local government their real motives of existence were gradually forgotten, and the school that was built to meet the people gradually ceased to exist and is in the process of scrapping total. These reasons that triggered the staff of the Physical Education teachers of that school will transform stasis which were in action. These were some of the reasons that led to the structuring of this study, which aimed to understand the educational policy context in which physical education classes were being held and identify opportunities to develop a critical and emancipatory Physical Education in the context of popular education in public school. To this end, a structured research process of educational practice, they were involved in fourteen school agents among them school management, teaching crew members, four physical education teachers and teachers of other curriculum components. To study the dynamics of teaching practice and questioning those participants were divided into two groups ─ the group characterized as general in which it participated in all subjects involved in the research process, and the group of physical education teachers, this group responsible for problematize specifically the work in our area of knowledge and activity. As a technique for data collection, we used a semi-structured interview which was applied to the school management in order to obtain further information about the philosophical underpinnings of the school and the political moment in which the school was designed . Made use of the dynamics of the Culture Circle for questioning the school routine. As instruments for data collection, we used the field diary, photographic records and recordings of some statements made at the time of energizing the Culture Circle. The realization of this investigation showed that the development of a critical and emancipatory education, in everyday Popular Education in public schools, is possible only through critical training of teachers, which will take place in the democratic process of education , ie, the attempt to build intellectual and professional autonomy of the teacher along with the social autonomy of the educational institution, otherwise the guarantee of official government policy will continue permeating the educational spaces and the school will continue to be an ideological state apparatus responsible for the production and reproduction of social inequalities as legitimizing the inequalities , regardless of the nomenclature assigned to it . Through debates and conflicts arising with the group of physical education teachers , and encouraged by agreements during the training process, it is concluded that physical education classes developed at school may discipline a student ( a) critical ( a) able to exercise their full citizenship in society, and specifically with regard to access , consumption and participation in physical culture . While Freire educator involved in research and training process say that the hour of physical education professionals to advance the discovery of democratic and participatory ways to develop educational projects truly committed to social emancipation, utopian practices of achievement possible and necessary. These practices that the dynamics of social and school life, present themselves as unfinished concrete actions and therefore imperfect and partial, but through them, the Physical Education on school grounds, you can leave the status of the obligation to legitimacy.
Titulação: Mestre em Educação Física
Orientador (a): Profª. Maria Luiza de Jesus Miranda
Assuntos: [pt] Educação física escolar
[pt] Educação Popular
[pt] Pedagogia Feireana
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica