Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Hamilton Gomes Coelho
Título(s): [pt] As posturas e o saneamento básico em Aracaju entre 1855 a 1920
Resumo: [pt] Para ordenar o uso e a ocupação do solo nas cidades brasileiras, assim como orientar o comportamento dos citadinos, desde o período monárquico (1822 - 1889), foi criado em cada cidade, de acordo com a realidade local, um conjunto de regras denominado posturas. Estas elencavam uma série de orientações sobre os padrões arquitetônicos exigidos aos proprietários das casas, a higiene da cidade, o comportamento adequado em sociedade, entre outras. A cidade de Aracaju, capital de Sergipe, localizada no Nordeste brasileiro, tem sua ocupação inicial marcada por Posturas. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo central discutir o surgimento da cidade de Aracaju sob a perspectiva da influência das primeiras Posturas de Aracaju sancionadas a partir de 1856 e da engenharia sanitária entre 1855 e 1920. Para tanto, a pesquisa será elucidada por intermédio de dois capítulos, além da introdução e das considerações finais: Sergipe Del Rey: para conhecer a história; Aracaju: capital planejada. Para o desenvolvimento da presente pesquisa foram realizados os seguintes procedimentos metodológicos: levantamento e leitura do material bibliográfico; pesquisa e análise documental e levantamento cartográfico. Os cuidados com a estética da cidade e as determinações para edificar dominaram o teor das primeiras posturas, mas também se fizeram presentes aquelas sobre comportamentos dos usuários da cidade no espaço público (proibição de gritos nas ruas, proferir palavras ou gestos obscenos, lavar-se de dia em rios, praias ou qualquer lugar público do município, se não estivesse “vestido de maneira que não ofenda a moral pública”). As principais capitais do país apresentavam reformas para a melhoria da qualidade de vida dos habitantes, e seguindo essa tendência, Aracaju inaugura em 1908 o serviço de água encanada, considerado um luxo para a época, e em 1914 é a vez dos esgotos sanitários. Concluiu-se que as posturas foram de ímpar importância no ordenamento da cidade e na prevenção da contaminação da água consumida pelos aracajuanos, enquanto não existia o sistema de água e esgoto, porém em função de a fiscalização ser deficitária, observou-se um sério problema na saúde pública da época, ocasionado pela falta de qualidade da água.
Abstract: [en] To order the use and occupation of land in Brazilian cities and guide the behavior of the townspeople, from the monarchic period (1822 - 1889), was created in each city according to the local reality, a set of rules called postures. These enumerated a series of guidelines about architectural standards required of homeowners, city hygiene, proper behavior in society, among others. The city of Aracaju, capital of Sergipe located in Northeastern Brazil, is marked by its initial occupation postures. In this sense, the present work aims to discuss the emergence of the central city of Aracaju from the perspective of the influence of the first Postures Aracaju sanctioned from 1856 and the sanitary engineering between 1855 and 1920. Therefore, the search will be elucidated through two chapters, besides the introduction: Sergipe Del Rey: to know the history; Aracaju: Planned capital. For the development of this research were performed the following instruments: survey and bibliography of reading, research and document analysis and mapping. The care of the aesthetics of the city and the determination to build mastered the content of the first positions, but those were also present on users' behaviors in the public space of the city (prohibition of shouting in the streets, uttering obscene words or gestures, wash Day in rivers, beaches or any public place if the city is not "dress so as not to offend public morals"). The main cities of the country presented reforms to improve the quality of life for residents, and following this trend, Aracaju inaugurated in 1908 piped water service, considered a luxury for the time and in 1914 it is the turn of sewage. It was concluded that the postures were unique importance in city planning and the prevention of contamination of water consumed by Aracajunian while there was no water and sewer system, but supervision by a deficit there was a serious problem in public health time caused by lack of water quality.
Titulação: Mestre em Arquitetura e Urbanismo
Orientador (a): Ana Paula Koury
Assuntos: [pt] Cidades
[pt] Posturas
[pt] Saneamento Básico
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)
   

Pesquisa Específica