Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Danielle da Silva Dias
Título(s): [pt] Efeitos do envelhecimento em parâmetros cardiovasculares e de estresse oxidativo em ratas submetidas à privação dos hormônios ovarianos: papel do treinamento físico
Resumo: [pt] O envelhecimento e a privação dos hormônios ovarianos são associados com aumento do risco cardiovascular. Por outro lado o treinamento físico aeróbio tem sido recomendado na prevenção e tratamento de várias condições fisiopatológicas. Neste sentido, o objetivo do presente estudo foi investigar os efeitos do envelhecimento em parâmetros cardiovasculares e de estresse oxidativo em ratas submetidas à privação dos hormônios ovarianos, bem como o papel do treinamento físico nesta condição. Foram utilizadas 16 ratas adultas e 24 ratas velhas Wistar divididas em 5 grupos (n=8 em cada grupo): adultas controle (CS); adultas ooforectomizadas sedentárias (OS); velhas sedentárias controle (VC); velhas ooforectomizadas sedentárias (VOS); e velhas ooforectomizadas treinadas (VOT). A ooforectomia foi realizada pela retirada bilateral dos ovários. O treinamento foi realizado em esteira rolante durante 8 semanas. A pressão arterial (PA) e a frequência cardíaca (FC) foram avaliadas pelo registro direto da PA através de um sistema de aquisição de dados.A sensibilidade barorreflexa (SBR) foi avaliada pelas respostas taquicárdicas (RT) e bradicárdicas (RB). O perfil oxidativo foi avaliado pela medidas de lipoperoxidação por Quiluminescência iniciada por tbooh (QL) e pelas substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e pela determinação das enzimas antioxidades catalase (CAT), superóxido dismutase (SOD) e glutationa peroxidades (GPx) nos tecidos ventricular (VE), muscular e renal. O peso corporal foi maior nas ratas velhas (VC e VOS) e nas adultas ooforectomizadas (OS) em relação ao grupo CS. Observou-se aumento da capacidade física no grupo VOT em relação ao grupo VOS. Os triglicérides sanguíneos foram maiores nos grupos VC e VOS quando comparado ao grupo CS e o grupo VOT apresentou valores reduzidos desse parâmetro em comparação ao grupo VOS. O envelhecimento induziu aumento da PA diastólica. Houve aumento da PAM no grupo OS (124±1,3 mmHg) em relação ao grupos CS (110±2,8mmHg). O grupo VOS (130±5,05 mmHg) apresentou valores maiores quando comparado aos grupos CS e VC (116±2,5 mmHg), no entanto, o grupo VOT (112±2,7 mmHg) diminuiu os valores de PAM quando comparado ao grupo VOS. Não houve diferença na FC entre os grupos sedentários, todavia o treinamento físico promoveu bradicardia de repouso (VOT: 344±3,8 vs. VOS: 384±10,7 bpm). A SBR estava atenuada nos grupos OS e VC em relação ao grupo CS. Nas RB e RT houve um prejuízo adicional no grupo VOS (-0,68±0,06 e -1,07±0,12 bpm/mmHg) quando comparado ao grupo OS (-1,10±0,11 e -2,09±0,19 bpm/mmHg). O grupo VOT (-1,49±0,14 e -3,16±0,35 bpm/mmHg) apresentou atenuação do prejuízo nas respostas RB e RT em relação ao grupo VOS. O TBARS no VE foi maior no grupo OS (3,92±1,19 μmol/mg proteína) comparado com os grupos CS (2,88±1,13 μmol/mg proteína), VC (2,15±0,56 μmol/mg proteína) e VOS (2,33±0,40 μmol/mg proteína). A CAT no VE estava reduzida no grupo OS quando comparado ao CS e a GPx estava reduzida no grupo VOS em relação aos grupos OS e VC. O grupo VOT reduziu os valores de TBARS e de QL (VOT: 1666 ±223 vs. VOS: 2080±223 cps/mg proteína), além de aumentar a CAT no VE. No tecido renal o TBARS estava aumentado nos grupos OS (3,04±0,13 μmol/mg proteína) e VOS (2,81±0,08 μmol/mg proteína) quando comparado com o grupo CS (1,69±0,09 μmol/mg proteína) e VC (2,30±0,07 μmol/mg proteína). A CAT estava reduzida após a ooforectomia nos grupos OS e VOS em relação aos grupos CS e VC. O grupo VOS apresentou redução da SOD quando comparado com o grupo OS. O grupo VOT apresentou redução no TBARS renal quando comparado ao grupo VOS. O treinamento físico induziu aumento dos valores das enzimas CAT, SOD e GPx em relação ao grupo VOS no tecido renal. No tecido muscular, o grupo OS (5,64±0,74 μmol/mg proteína) e VOS (3,52±0,35 μmol/mg proteína) apresentaram aumento do TBARS quando comparado ao seus grupos controles (CS: 2,35±0,27 e VC: 1,88±0,25 μmol/mg proteína). A GPx estava diminuída no grupo OS e VOS em relação aos grupos CS e VC. A QL e o TBARS estavam reduzidos e a GPx aumentada no tecido muscular do grupo VOT em relação ao grupo VOS. Concluindo, tais achados demonstram que o envelhecimento em ratas induziu prejuízo metabólico, na capacidade física e cardiovascular, associado à redução da SBR e aumento da lipoperoxidação em tecido renal. A privação dos hormônios ovarianos em ratas promoveu prejuízo cardiovascular e na SBR (exacerbados pelo envelhecimento), acompanhadas de aumento da lipoperoxidação de membranas e de uma forma geral prejuízo nas enzimas antioxidantes nos tecidos cardíaco, renal e muscular. Entretanto, o achado mais importante do presente estudo foi o efeito benéfico do treinamento físico nas ratas velhas submetidas à privação dos hormônios ovarianos, evidenciado por melhora cardiovascular associada a aumento da SBR, redução da lipoperoxidação de membranas e aumento das enzimas antioxidantes nos tecidos avaliados.
Abstract: [en] Aging and ovarian hormone deprivation are associated with increased cardiovascular risk. On the other hand, the aerobic exercise training has been recommended in the prevention and treatment of various pathophysiological conditions. In this sense, the objective of this study was to investigate the effects of aging on cardiovascular and oxidative stress parameters in female rats submitted to ovarian hormone deprivation, as well as the role of exercise training in this condition. Sixteen adult female Wistar rats and 24 aged Wistar rats were divided into five groups (n = 8 in each group): adult control (CS), ovariectomized sedentary (OS), aged sedentary control (VC), aged ovariectomized sedentary (VOS) and aged ovariectomized trained (VOT). Ovariectomy was performed by bilateral ovaries removal. The exercise training was performed on a treadmill for 8 weeks. Blood pressure (BP) and heart rate (HR) were evaluated by recording direct through a PA system for data acquisition. The baroreflex sensitivity (SBR) was evaluated by tachycardic (RT) and bradycardic (RB) responses. The oxidative profile was evaluated by measurement of lipid peroxidation (chemiluminecencia initiated by tbooh (CL) and by thiobarbituric acid reactive substances (TBARS) and determination of catalase (CAT), superoxide dismutase (SOD) and glutathione peroxidases (GPx) antioxidades enzymes in ventricular (LV), muscle and renal tissues. Body weight was higher in aged rats (VC and VOS) and in ovariectomized (OS) as compared to CS group. The physical capacity was increased in VOT group compared to the VOS group. Blood triglycerides were higher in VC and VOS groups when compared to CS group; and VOT group showed reduced values of this parameter compared to the VOS group. The diastolic AP was increased by aging. There was a mean AP (MAP) increase in the OS group (124 ± 1.3 mmHg) compared to CS group (110 ± 2.8 mmHg). The VOS group (130 ± 5.05 mmHg) had higher MAP values compared to the CS and VC group (116 ± 2.5 mmHg), however, the VOT group (112 ± 2.7 mmHg) reduced this values when compared to VOS group. There was no difference in HR among sedentary groups, however physical training induced resting bradycardia (VOT: 344 ± 3.8 vs. VOS: 384 ± 10.7 bpm). The SBR was attenuated in the OS and VC groups compared the CS group. There were an additional loss in The BR and the TR in the VOS group (-0.68 ± 0.06 and -1.07 ± 0.12 bpm/mmHg) compared to OS group (-1.10 ± 0, 11 and -2.09 ± 0.19 bpm/mmHg). The VOT group (-1.49 ± 0.14 and -3.16 ± 0.35 bpm/mmHg) showed attenuation of these impaired responses in relation to the VOS group. The TBARS in LV was higher in the OS group (3.92 ± 1.19 μmol/mg protein) compared with the CS group (2.88 ± 1.13 μmol/mg protein), VC (2.15 ± 0.56 μmol/mg protein) and VOS (2.33 ± 0.40 μmol/mg protein). The CAT in LV was reduced in the OS when compared to CS group and the GPx was reduced in the VOS group in relation to OS and VC groups. The VOT rats reduced TBARS and QL (VOT: 1666 ± 223 vs. VOS: 2080 ± 223 cps/mg protein), and increased CAT in LV. In the renal tissue, the TBARS was increased in OS groups (3.04 ± 0.13 μmol/mg protein) and VOS groups (2.81 ± 0.08 μmol/mg protein) when compared to the CS group (1.69 ± 0.09 μmol/mg protein) and VC (2.30 ± 0.07 μmol/mg protein). The CAT was reduced after ovariectomy in the OS and VOS groups compared to CS and VC groups. The VOS group presented a reduction in SOD compared to SO group. The VOT group showed a reduction in renal TBARS when compared to VOS. Physical training induced an increase in the levels of CAT, SOD and GPx in relation to the VOS group in renal tissue. In muscle tissue, the SO group (5.64 ± 0, 74 μmol/mg protein) and VOS (3.52 ± 0.35 μmol/mg protein) showed an increase in TBARS when compared with their control groups (CS: 2.35 ± 0.27 and VC: 1.88 ± 0.25 μmol/mg protein). The GPx was decreased in the VOS and OS group when compared to CS and VC groups. QL and TBARS were reduced and GPx were increased in muscle tissue in VOT group compared to VOS group. In conclusion, these findings demonstrate that the aging in rats induced metabolic, physical capacity and cardiovascular impairments associated with reduced BRS and increased lipid peroxidation in renal tissue. The ovarian hormones deprivation in rats promoted cardiovascular and SBR impairments (exacerbated by aging), accompanied by increased membrane lipid peroxidation and a general impairment in antioxidant enzymes in heart, renal and muscle tissues. However, the most important finding of this study was the beneficial effects of exercise training in aged rats submitted to ovarian hormone deprivation, demonstrated by cardiovascular improvement associated with SBR increase, reduction in membrane lipid peroxidation and increase in antioxidant enzymes in studied tissues.
Titulação: Mestre em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Bruno Rodrigues
Assuntos: [pt] Envelhecimento
[pt] Estresse oxidativo
[pt] Menopausa - aptidão
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica