Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Sueli dos Santos Vitorino
Título(s): [pt] Qualidade de vida percebida por idosos de um programa educativo: avaliação de uma intervenção psicológica
Resumo: [pt] Sabendo-se do crescimento mundial da população idosa e percebendo a necessidade de estudos que viabilizem o bem-estar psicológico nessa faixa etária, este trabalho teve como objetivo geral avaliar os efeitos de uma intervenção psicológica sobre a qualidade de vida (QV) levando em consideração os níveis de ansiedade/depressão e, subjetivamente, a percepção de qualidade de vida e de satisfação com a vida de idosos atendidos numa universidade particular na cidade de São Paulo. Após preenchimento do TCLE, os instrumentos foram aplicados para medir a ansiedade e a depressão (escalas de Beck), a qualidade de vida (WHOQOL-old), a satisfação com a vida (escala de satisfação com vida adaptada), antes e após a intervenção psicológica que foi realizada, em dois grupos que funcionaram paralelamente, durante 12 sessões, 21 idosos de ambos os gêneros iniciaram, dos quais 11 foram até o fim e avaliados pós-intervenção. Os principais resultados permitem aferir que a caracterização dos participantes revelou um perfil semelhante a diversos trabalhos publicados sobre idosos, tais como: maioria do sexo feminino, com idade média de 66 anos, viúvas, morando com outras pessoas (cônjuge ou filhos), com renda em torno de três salários mínimos. A intervenção psicológica foi qualitativamente positiva sobre a qualidade de vida de ambos os grupos de idosos atendidos no Programa Educativo, pois ficou claro que todos os participantes conseguiram ter um olhar diferente para a própria vida, fato este que não lhes tinha ocorrido antes e que favoreceu sua vivência emocional. Quanto a análise, antes e após a intervenção, foi possível verificar que, no grupo, os níveis de ansiedade e de satisfação para com a vida, praticamente, mantiveram-se entre a pré e pós-intervenção. Já os níveis de depressão e a qualidade de vida tiveram ligeira melhora, apresentando resultados estatisticamente significantes nas facetas Presente Passado e Futuro, Participação Social e Intimidade. Na correlação entre os níveis de ansiedade e depressão com a satisfação e a qualidade de vida, antes e após a intervenção, foi verificada forte correlação (com diferença estatisticamente significante) entre Ansiedade e Depressão, Ansiedade e Qualidade de Vida e Satisfação com a vida na avaliação pré-intervenção. Na avaliação pósintervenção obteve-se diferença estatisticamente significante somente para Ansiedade e Depressão e Ansiedade e Qualidade de Vida. É importante frisar que a pesquisa apresentada limitações devido à quantidade de idosos participantes da intervenção (n= 11), o que impede a generalização dos dados. Além disso, a complexidade da temática e das variáveis envolvidas não permitiu afirmar com precisão a eficácia da intervenção psicológica na qualidade de vida dos idosos, porém os resultados revelaram principalmente os qualitativos, que os encontros foram positivos porque permitiram uma maior reflexão sobre aspectos da vida dos participantes. Dessa forma, conclui-se que é fundamental que sejam realizadas outras pesquisas sobre intervenções psicológicas com idosos, pois há uma lacuna na área da Psicologia no que se refere às pesquisas que envolvam intervenções psicológicas para promover o bem-estar e a qualidade de vida dos idosos.
Abstract: [en] Knowing about the world ancient population, and noticing the need of the studies that makes feasible the psychological well being in this age group, this work had as its main goal, avaluate the effects of a psychological intervention about the quality of life. Taking in consideration the level of anxiety/depression and, subjectively the perception of life quality and the satisfaction with ancient life, granted in a private university in Sao Paulo city. After filling in the TCLE, the instruments were applied to measure the anxiety and the depression (Beck Scale), the quality of life (WHOQOL – old), the life satisfaction (Scale of satisfaction with the adaptable life), before and after the psychological intervention that was fulfilled in two groups that worked parallel. During 12 sections, 20 elderly from both sex started. From the 21 only 11 ended and were avaluated after the intervention. The principal results permit to assign that the characterization of the subjects revealed a profile similar to several works published about elderly like: most female with average age of 66 years old, widows living with others people (spouse or sons) with lace around three minimum wages. The psychological intervention was qualitatively positive about the quality of life of both elderly groups granted in the educative Project, because it was clear that the entire subject got a different look to their own lives, in fact they hadn’t noticed about it before, what benefits their emotional life. About the analysis, before and after the intervention, it was possible to check that, in the group, the levels of anxiety and satisfaction with life practically were kept between before and after intervention. But the levels of depression and the quality of life had a light improvement, showing results statistically meaningful in the Present, Past and Future facets, social participation and intimacy. In the correlation between the levels of anxiety and depression with the satisfaction and the quality of life, before and after the intervention, it was verified the strong correlation (with meaningfully and statistically difference) between anxiety and depression, anxiety and quality of life and satisfaction with life in the pre-intervention. In the postintervention avaluation which had meaningfully and statistically difference only for anxiety and depression and anxiety and quality of life. It is important to underline that the research shows limitations because the quantity of elderly participating of the intervention (n=11), what impede the generalization of the information besides, the complexity of the thematic and the variable involved didn’t permit to assert with precision and effectiveness of the psychological intervention, in the quality of life of the elderly, but the results reveal, principally the qualitative ones, that the meetings were positive, because they permitted a higher reflection about the aspects of the subjects’ life. Then, we can conclude that it is fundamental to create other researches about psychological intervention with elderly, because there is a gap in the psychology area which refers to the researches that involves psychological intervention to promote the well-being and quality of life of elderly.
Titulação: Mestre em Ciências do Envelhecimento
Orientador (a): Carla Witter
Assuntos: [pt] Envelhecimento
[pt] Idosos – Psicologia
[pt] Qualidade de vida
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica