Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Victor Longo Cesar da Paixão
Título(s): [pt] Analógico e digital : do desenho ao modelo, do modelo ao desenho
Resumo: [pt] Este trabalho partiu da reflexão sobre a introdução das tecnologias digitais em projetos de arquitetura e ponderou o impacto e o posicionamento que impulsionam os arquitetos a caminhos que antes não eram acessíveis por meio do ferramental analógico. Buscou, na origem etimológica da palavra “desenho”, sua acepção mais “pura”, para assim entender quais das características do desenho concerniam diretamente ao momento analógico e como o momento digital se mostrava perante essa realidade. Para tal, procurou reconhecer o desenho em momentos decisivos para sua conformação como ferramenta técnica, desde seu surgimento como instrumental prospectivo, no Renascimento, pela leitura de Alberti e outros contemporâneos, e depois no contexto regional da arquitetura brasileira moderna, resgatando, na figura de Vilanova Artigas e em seu ensaio sobre “O desenho” (1967), os fins necessários para traçar um modus operandi do arquiteto analógico. Discutiu ainda o desenho em seu momento digital e como o modelo construído por computador assume a condição de suporte dos anseios projetivos do arquiteto. Para definir o que seria o estar digital, ou o projetar digital, escolhemos um equivalente digital e, pelo trabalho do arquiteto estadunidense Greg Lynn, procuramos mostrar que pensar por meio do computador influencia diretamente o processo projetivo, possibilitando um caminho que não existia com o ferramental analógico. Finalmente, a pesquisa acredita num estar híbrido, em que convivem o analógico e o digital para proporcionar um novo estar à própria arquitetura, e ilustra essa convicção com modelos digitais que se mostraram capazes de articular técnica e arte.
Abstract: This work started by reflecting on the introduction of digital technologies in architecture projects and pondered the impact and positioning that move architects to paths that were previously inaccessible through the analog tools. We explore the etymological origin of the word “drawing”, in its “purest” significance in order to understand which features of “drawing” directly concerned the analog moment and how the digital moment demonstrated that reality. We sought to recognize turning points in drawing for its conformation as a technical tool, since its emergence as prospective instrument in Renaissance through the readings of Alberti and other contemporaries, and then in the regional context of modern Brazilian architecture, by rescuing in the figure of Vilanova Artigas and his essay “O desenho” (1967), the ends necessary to trace a modus operandi of the analog architect. We also discussed drawing in its digital moment and how the model constructed by computer assumes the role of supporting the designing wishes of the architect. To define what is being digital or digital design, we chose an equivalent one, the work of the American architect Greg Lynn to show that thinking through the computer directly influences the projective process, allowing a path that did not exist with the analog tool. Finally, the research believes in being hybrid, where analog and digital coexist to provide a new way of being for architecture, and illustrates this conviction with digital models that were able to articulate technique and artistry.
Titulação: Mestrado em Arquitetura e Urbanismo
Orientador (a): Ana Paula Koury
Assuntos: [pt] Computação gráfica
[pt] Desenho arquitetônico
[pt] Projeto auxiliado por computador
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica