Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Edmar Souza das Neves
Título(s): [pt] A prática da atividade física no sistema prisional brasileiro: algumas iniciativas da educação penitenciária no início do Século XX
Resumo: [pt] O presente estudo refere-se a uma pesquisa documental, que teve como objetivo analisar a oferta da prática da atividade física no Sistema Penitenciário Brasileiro, enfocando algumas iniciativas da educação penitenciária no início do século XX. Para isto, analisamos alguns relatórios ministeriais (brasileiros) produzidos pelos diretores das casas de Correções do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e do Presídio Ilha de Fernando de Noronha, assim como da Penitenciária de Florianópolis. Foi possível analisar que a oferta da prática da atividade física no Sistema Penitenciário Brasileiro, naquele período, foi utilizada especificamente como forma de tratamento físico, moral, educativo e psicológico ao indivíduo criminoso, uma vez que as atividades oferecidas variavam de instituição para instituição, e dependiam da forma como seus diretores viam a necessidade de ofertá-las, indo desde o banho de sol, à prática de modalidades esportivas, como voleibol, futebol, basquete, assim como ginástica, entre outras. Concluímos que as atividades físicas foram utilizadas no Sistema Penitenciário da época como uma forma para melhorar as condições psicológicas e o desvirtuamento da conduta do delinquente por meio de um conjunto especial de atributos que disciplinariam, com regras rígidas, assim como promoveriam a saúde, através das atividades corporais, além de ser um instrumento de regeneração das virtudes e da moral, tirados milagrosamente do corpo e da alma dos homens.
Abstract: This study refers to a documentary research, which aimed to analyze the supply of physical activity in the Brazilian Penitentiary System, focusing on some penitentiary education initiatives at the beginning of the twentieth century. For this, we analyzed some Brazilian ministerial reports produced by the directors of Casas de Correções of Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul and the Prison of Fernando de Noronha, as well as of the Penitentiary of Florianopolis. It was possible to analyze that the supply of physical activity in the Brazilian Penitentiary System, in the early twentieth century, was used specifically as a treatment procedure of the individual criminal, and the activities offered differed from institution to institution, and depended on how its directors saw the need to offer them, ranging from sunbathing to the practice of sports such as volleyball, soccer, basketball, and gymnastics, among others. We concluded that the physical activities were used in the penitentiary system of that time as a form of treatment of the delinquents because they offered a special set of attributes: discipline, through their rules, health promotion, through corporal activity, besides being an instrument of regeneration of virtues and morals, miraculously taken from the body and the soul of criminal men.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Maria Luiza de Jesus Miranda
Assuntos: [pt] Atividade física
[pt] Sistema penitenciário - Brasil
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica