Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Roberto Ferraboli
Título(s): [pt] Efeitos do exercício físico (natação) nos grânulos atriais dos cardiomiócitos de camundongos com doença de chagas crônica. análise morfoquantitativa
Resumo: [pt] A doença de Chagas é causada por um protozoário que infecta várias espécies de mamíferos, incluindo humanos de qualquer idade. Na maioria dos indivíduos infectados, se manifesta inicialmente pela disseminação do parasita no sangue e tecidos com formas clínicas diversas, desde assintomática até miocardite aguda com destruição de células cardíacas, inclusive miócitos podendo causar óbito. O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos do exercício físico (natação) nos grânulos atriais e componentes dos cardiomiócitos de camundongos com doença de Chagas crônica. Foram selecionados 20 camundongos machos, divididos em quatro grupos de cinco animais: Grupo controle sedentário (CS); Grupo controle nadador (CN); Grupo chagásico sem exercício (CHS) e Grupo chagásico nadador (CHN). Nos grupos CHS e CHN, foram inoculadas 1000 formas de Trypanosoma cruzi (cepa Y) por via intraperitoneal e após 40 dias da infecção, comprovada a fase crônica, iniciou-se o protocolo de exercícios. Os grupos CS e CHS realizaram o exercício durante 10 min/dia e os grupos CN e CHN seguiram o protocolo de treinamento 5 vezes por semana, durante 30 min por 9 semanas. Os animais foram eutanasiados e o átrio direito retirado. Foram feitos cortes ultrafinos submetidos às análises morfométrica e estereológica, utilizando eletronfotomicrografias, obtidas por microscopia eletrônica de transmissão. Os dados foram submetidos a estatística através do método ANOVA (dois caminhos) e teste post hoc de Tukey (p < 0, 05). Os resultados mostraram que houve aumento na relação peso corpóreo final/peso do coração no grupo CS. Ao analisarmos a densidade numérica de grânulos atriais, observamos que não houve diferença estatística (p>0.05) entre os grupos estudados. Verificamos que o grupo CHN apresentou a menor porcentagem de grânulos pequenos (58%), enquanto que o grupo CHS apresentou a maior porcentagem destes (80%). Verificamos que a densidade de volume das seguintes organelas: complexo de Golgi, grânulos atriais, miofibrilas e mitocondrias, se apresentaram diferentemente nos cardiomiócitos dos grupos estudados. Concluímos que o exercício físico moderado apresentou efeitos benéficos no grupo chagásico nadador.
Abstract: [en] Chagas’ disease is caused by a protozoan that parasites many mammals species, including humans at any age. The majority of infected individuals inicially present dissemination of the parasite in the blood and tissues, with diverse clinical forms, since asymptomatic until acute myocarditis with cardiac cells destruction including myocytes, what may cause death. The aim of this study was to study the effects of physical exercise (swimming) in the atrial granules and cardiomyocites of mice with chronic Chagas’ disease. There were chose 20 male mice, divided into four groups of five animals each: SDCT group: sedentary control; SWCT group: swimming control; SDCH group: sedentary with Chagas’ disease and SWCH groups: swimming with Chagas’ disease. The SDCH and SWCH groups were inoculated with 1000 forms of Trypanosoma cruzi (cepa Y) intraperitoneal and 40 days after the infection, with the chronic phase proved, the physical exercise protocol was started. The SDCT and SDCH groups were submitted to 10 swimming minutes/day and the SWCT and SWCH groups followed the training protocol 5 times/week X 30 minutes/day X during 9 weeks. The euthanasia was done in the animals and the right atrium was removed. There were made ultra-slight cuts that were submitted to morphometric and stereological analysis, using electron-micrography obtained with electronic microscopy. The data were submitted to statistical analyze ANOVA (twoway) and pos hoc Tukey test (p < 0, 05). The results showed increase in the index corporal weight/heart weight in the SDCT group. In analyzing the atrial granules numeric density, we observe that there were no statistical difference (p>0.05) between the studied groups. We verified that the SWCH group showed the decrease percentage of small granules (58%) while the SDCH group showed the increrase percentage (80%). We concluded that moderate physical exercise shows positive effects in the group with Chagas’ disease that used to swim.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Laura Beatriz Mesiano Maifrino
Assuntos: [pt] Chagas, Doença de
[pt] Exercícios físicos
[pt] Morfologia (animal)
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica