Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Alessandra Andrea Monteiro
Título(s): [pt] Corporeidade e educação física: histórias que não se contam na escola!
Resumo: [pt] No mundo atual o corpo tem sido discutido e tratado sob as mais diferentes perspectivas, incluindo-se nesse contexto a perspectiva da corporeidade. Nesse sentido, a corporeidade é uma tentativa de superar as antigas e dominantes interpretações, desde a dicotomia platônica e cartesiana até a visão de corpo como máquina ou como simples objeto. Quando pensamos e discutimos sobre escola e sobre Educação Física escolar, é possível identificarmos diferentes concepções de corpo, que influenciam não somente a prática pedagógica dos professores, mas também e, principalmente, a concepção de corpo dos alunos. Portanto, é fundamental investigar as relações construídas na instituição escolar, desde os alunos até a equipe técnica responsável pela escola. Este trabalho se caracteriza por um estudo de caso descritivo, de caráter qualitativo e tem por objetivo desvelar como a escola contribui para a construção da concepção de corpo dos alunos. Para a realização da pesquisa, optou-se pela técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (LEFÈVRE; LEFÈVRE, 2003) que propõe a construção de um discurso único, na primeira pessoa do singular, a partir de depoimentos semelhantes. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram entrevistas semi-estruturadas com professores, equipe técnica e coordenação pedagógica, questionários com questões abertas para o corpo discente do 4º ano do Ciclo II, observação das aulas dos professores-participantes, pesquisa bibliográfica, leitura e análise dos documentos oficiais da escola (Projeto Pedagógico e Planejamento de Educação Física). O trabalho está estruturado em cinco capítulos. No primeiro capítulo, intitulado “Corpo no paradigma cartesiano: no tempo, na escola e na Educação Física escolar”, procurou-se situar as diferentes concepções de corpo ao longo da história. O segundo capítulo, intitulado “A Pesquisa”, foi destinado aos procedimentos metodológicos. No terceiro capítulo, intitulado “Análise dos dados”, demonstrou-se a análise dos dados e as discussões provocadas por tais análises. O quarto e último capítulo, intitulado “A busca de um novo paradigma da corporeidade: reflexões finais” é dedicado à discussão da corporeidade como uma nova possibilidade de entendimento para os fenômenos discutidos anteriormente. Os resultados encontrados com a construção dos DSC permitem considerar o conceito de corpo em uma diversidade de concepções, desde a que apresenta o corpo como simples matéria até a mais abrangente, que discute corpo em várias dimensões, entre elas a biológica, a emocional, a espiritual, entre outras. Também é preciso ressaltar a necessidade de superação dessa concepção dominante (platônica) na busca de diferentes possibilidades pedagógicas que considerem o corpo em suas múltiplas dimensões.
Abstract: [en] Nowadays the body has been discussed and treated under the most varied perspectives, including in these contexts the corporeality perspective. In this sense, corporeality is an attempt to overcome the old dominant interpretations, from the platonic and Cartesian dichotomy to the idea of the body as a machine or even an ordinary object. When we think and discuss about school and Physical Education in the school, it’s possible to identify different conceptions of body, influencing not only the teachers’ pedagogic practice, but also and, mainly, the conception of the students’ body. Therefore, it’s fundamental to investigate the relationships built in the school, starting with the students and the staff responsible for the school. This study is characterized by a descriptive case study, of qualitative character and has as goal unveiling how the school contributes to the body construction concept for the students. To develop the research the option was the collective being speech technique (LEFÈVRE; LEFÈVRE, 2003), which proposes the construction of only one speech, in the first person singular, from similar testimonies. The instruments used to collect information were semi-structured interviews with teachers, staff and pedagogical coordinators, questionnaires with open questions to the students on the eighth year of elementary school, observation of the participant teachers’ classes, bibliographic research, reading and analysis of the school official documents (Pedagogical Project and Physical Education planning).The study is structured in five chapters. The first one, named “Body in the Cartesian Paradigm: in the time, in the school and in the school Physical Education”, was an attempt of situating the different concepts of body along the history. The second chapter named “The research”, was aimed at methodological procedures. In the third chapter, named “Information Analysis”, the analysis of information and the issues raised by such discussions were shown. The last chapter named “The search for a new corporeity paradigma:final reflextions of understanding the phenomenons discussed previously. The results found on the construction of the DSC allow considering the concept of body in a diversity of conceptions, since the one that represents the body as simple matter until the most comprehensive, which debates the body in several dimensions, including the biological, emotional and spiritual, among others. It's also important to stress the need for overcoming this dominant (platonic)conception in the search for different pedagogical possibilites that consider the body in its multiple dimensions.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Vilma Lení Nista-Piccolo
Assuntos: [pt] Educação física - Estudo e ensino
[pt] Imagem corporal
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica