Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Fabiana Donato Vieira
Título(s): [pt] Efeitos da ooforectomia e exercício aeróbio sobre o músculo papilar do ventrículo esquerdo de ratas wistar: análise morfométrica e estereológica
Resumo: [pt] A literatura mostra que são vários os fatores que influenciam a estrutura do miocárdio. Em relação aos hormônios estrogênicos, alguns trabalhos têm demonstrado efeitos da sua privação sobre o miocárdio do ventrículo esquerdo. Também são conhecidos os benefícios da realização de exercícios sobre o miocárdio. A literatura, porém, não registra trabalhos sobre efeitos da privação de estrógenos associada a exercícios no músculo papilar. O objetivo deste trabalho foi investigar por meio da morfometria e estereologia 1- Os efeitos da falta de estrógenos no músculo papilar e 2- Efeitos da falta de estrógenos associado ao exercício aeróbio na estrutura do músculo papilar do ventrículo esquerdo de ratas Wistar. Foram utilizadas 15 ratas com seis meses de idade da linhagem Wistar e massa corporal variando de 185g a 260g, as quais foram divididas em três grupos com cinco ratas cada: 1. Grupo Ativo (GA) - composto por ratas com 6 meses de idade sem ooforectomia ativas (1vez /semana corrida na esteira até 30% da vel. máxima); 2. Grupo com ooforectomia (GOA) ativo - composto por ratas com seis meses de idade submetidas à ooforectomia bilateral ativas (1vez /semana corrida na esteira até 30% da vel. máxima); 3. Grupo com ooforectomia e exercício aeróbio (GOEX) - ratas de 6 meses de idade submetidas à ooforectomia bilateral mais exercício aeróbio (5 vezes/semana corrida na esteira até 60% da vel. máxima) durante 3 meses. O programa de exercício físico teve duração de 3 meses em períodos de 4 semanas com 3 testes de esforço máximo (TEM). Os animais foram eutanasiados aos 9 meses de vida e seus músculos papilares do ventrículo esquerdo foram retirados. Foram feitos cortes ultrafinos (90μm) submetidos às análises morfométrica e estereológica, utilizando fotomicrografias obtidas por microscopia eletrônica de transmissão. Os Dados foram submetidos à estatística através do ANOVA e teste de Tukey (significância: p<0,05). Os resultados mostraram que houve aumento do peso dos animais do GOA e GOEX em relação ao GA. Quanto ao treinamento, os animais do GOEX tiveram melhor rendimento nos TEMS. A ooforectomia aumentou a densidade numérica de miócitos, sem hipertrofiá-los, talvez por redução do espaço intersticial. A ooforectomia associada ao exercício aeróbio não aumentou a densidade numérica dos miócitos, mas ocorreu sua hipertrofia, com redução significante do espaço intersticial. Concluímos que tanto a ooforectomia isolada como a ooforectomia associada ao exercício aeróbio tem efeitos sobre o miocárdio.
Abstract: [en] The literature shows that there are several factors that influence the myocardium structure. In relation to the estrogenic hormones, some studies have shown effects of their privation on the left ventricle myocardium. The benefits of exercises worked out on the myocardium are also known. There are fewer studies about effects of privation of estrogenic hormones associated with exercises in papillary muscle. The aim of this study was to investigate using morphometric and stereologic methods the effects of the lack of estrogens and the practice of aerobic exercise on the left ventricle papillary muscle structure of Wistar rats. Fifty females Wistar rats were used, six months of age with body mass ranging from 185 to 260g. Rats were divided into three groups of five rats: 1. Group Activity (GA) - composed of rats with 6 months of age without oophorectomy actives (1time / week treadmill running up to 30% of vel. Maximum), 2. Group with ovariectomy (GOA) active - composed of rats with six months of age who underwent bilateral oophorectomy actives (1time / week treadmill running up to 30% vel. Maximum) 3. Group with oophorectomy and aerobic exercise (GOEX) - rats 6 months of age who underwent bilateral oophorectomy more aerobic exercise (5 times / week treadmill running up to 60% of vel. Maximum) for 3 months. The exercise program lasted 3 months in periods of 4 weeks with 3 maximal effort tests (TEM). The animals were euthanized at 9 months of life and its papillary muscles of left ventricle were removed. Ultrathin sections were cut (90μm) submitted to morphometric and stereological analysis, using photomicrographs obtained by transmission electron microscopy. Data were submitted to statistic by ANOVA and Tukey's test (significance: p <0.05). The results showed an increase in weight of the animals and GOA GOEX compared to GA. As for training, the beasts of GOEX had better yield in TEMS. Ovariectomy increased the numerical density of myocyte hypertrophy without them, perhaps by reducing the interstitial space. Ovariectomy combined with aerobic exercise did not increase the numerical density of myocytes, but its hypertrophy occurred, with significant reduction of interstitial space. We conclude that both isolated as oophorectomy oophorectomy associated with aerobic exercise has effects on the myocardium.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Romeu Rodrigues de Souza
Assuntos: [pt] Exercícios aeróbicos – Aspectos fisiológicos
[pt] Ovariectomía
[pt] Coração - Ventrículo esquerdo
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica