Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Marina Alvim Zamarim
Título(s): [pt] O discurso sobre qualidade de vida na pós-graduação em educação física no brasil: sentidos e significados
Resumo: [pt] A Educação Física como área de conhecimento tem divulgado, em muitos estudos, os efeitos da prática de atividades físicas sistemáticas para as populações humanas, ressaltando os benefícios nos aspectos físicos, psicológicos e sociais decorrentes da prática de exercícios, ou da participação em programas estruturados de atividades físicas. Considerando esses benefícios, parece natural que muitas investigações busquem estabelecer relações entre as modificações favoráveis decorrentes da prática com a obtenção de melhores níveis de qualidade de vida. Em conseqüência desses benefícios, muitos estudos e pesquisas têm o intuito de investigar as possíveis influências da prática de atividades físicas sobre a qualidade de vida das pessoas. Alguns estudos apontam relações positivas entre a prática de atividades físicas e a qualidade de vida, mas alguns estudos não apontam essa relação positiva. Os apontamentos positivos ou não dessa relação estão ligados ao discurso dos autores de cada produção científica, ou seja, cada autor apresenta vínculos com grupos científicos que discutem assuntos a partir de determinadas perspectivas epistemológicas e, por isso, cada autor pode fazer uma determinada afirmação sobre a relação entre a prática de atividades físicas e a qualidade de vida, por exemplo. Essa problematização levou-nos a indagar qual é o discurso da Educação Física que podemos verificar em relação à qualidade de vida? E quais são os significados e sentidos apontados pela Educação Física em relação à qualidade de vida? Como estado da arte, esta pesquisa objetivou conhecer e discutir as produções científicas da Educação Física brasileira, especificamente as dissertações de mestrado e teses de doutorado que discursam sobre qualidade de vida. As produções científicas foram analisadas com base no gênero discursivo proposto por Bakhtin. Essa escolha se deu pois Bakhtin parte do princípio de que todo texto é dado por alguém e deve ser analisado a partir do autor da produção e do contexto em ele está, dando sentido ao texto. As análises foram organizadas em perspectivas epistemológicas em que cada autor discursou a qualidade de vida em sua produção científica. O discurso de 11 produções correspondeu à perspectiva biomédica na qual as relações causais entre a atividade física e impacto positivo na qualidade de vida são destacadas; 30 produções discursaram sob a perspectiva biomédica, dando ênfase às questões relacionadas ao comportamento humano; três produções apresentaram seu discurso sob a perspectiva da promoção da saúde e o discurso de cinco produções correspondeu à perspectiva psicossocial na qual o comportamento individual emerge das relações sociais vivenciadas pelo indivíduo. Foi possível observar que os discursos verificados sob a perspectiva biomédica (relação causal e abordagem comportamental) partem do princípio de que o desenvolvimento de um aspecto da qualidade de vida pode influenciar todos os outros aspectos do construto, assim como apontam que a disseminação de informações sobre hábitos e estilos de vida saudáveis é medida suficientemente eficaz para melhorar a qualidade de vida da população, não levando em consideração a dependência de diversos fatores e aspectos da qualidade de vida que se inter-relacionam. Já os discursos verificados a partir da perspectiva da promoção da saúde e psicossocial são visões que se baseiam em noção de vida complexa, o que pode favorecer a saúde e a qualidade de vida do indivíduo. Diante desse estudo, foi possível verificar que, dentre as produções científicas analisadas, grande número dos autores tem discursado acerca da qualidade de vida a partir da perspectiva biomédica que, por sua vez, alimenta as práticas e os programas de Educação Física / atividade física numa relação causal e de adoção de comportamentos considerados saudáveis que, atualmente, tendem a não satisfazer as necessidades humanas.
Abstract: [en] The Physical Education as knowledge area has divulged, in many studies, the effect of systematic practices of physical activities for the populations the human beings, standing out the benefits in physical, psychological and social the aspects decurrent of the practical one of exercises, or the participation in structuralized programs of physical activities. Considering these benefits, it seems natural that many inquiries search to establish relations between the decurrent favorable modifications of the practical one with the attainment of better levels of quality of life. In consequence of these benefits, many studies and research have intention to investigate the possible influences of the practical one of physical activities on the quality of life of the people. Some studies point positive relations between practical of physical activities and the quality of life, but some studies do not point this positive relation. The positive notes or of this relation are not on to the speech of the authors of each scientific production, that is, each author presents bonds with scientific groups that argue subjects from definitive epistemological perspectives and, therefore, each author can make one definitive affirmation on the relation enters practical of physical activities and the quality of life, for example. This situation took us to inquire it which is the speech of the Physical Education that we can verify in relation to the quality of life? And which are the meanings and felt pointed by the Physical Education in relation to the quality of life? As state of the art, this research objectified to know and to argue the scientific productions of the Brazilian Physical Education, specifically the master dissertations and doctoral theses that they make a speech on quality of life. The scientific productions had been analyzed on the basis of the discursive genre considered by Bakhtin. This choice if gave therefore Bakhtin has left of the beginning of that all text is given by somebody and must be analyzed from the author of the production and of the context in it is, giving felt to the text. The analyses had been organized in epistemological perspectives where each author make a speeched the quality of life in its scientific production. The speech of 11 productions corresponded to the biomedical perspective in which the causal relations between the physical activity and positive impact in the quality of life are detached; 30 productions had make a speeched under the biomedical perspective, giving emphasis to the related questions to the behavioral approach; three productions had presented its speech under the perspective of the promotion of the health and the speech of five productions corresponded to the psychosocial perspective in which the individual behavior emerges of the social relations lived deeply by the individual. It was possible to observe that the speeches verified under the biomedical perspective (causal relation and behavioral approach) leave of the beginning of that the development of a aspect of the quality of life can influence all the other aspects of construct, as well as point that the dissemination of information on habits and healthful styles of life is measured enough efficient to improve the quality of life of the population, not taking in consideration the dependence of diverse factors and aspects of the quality of life that if interrelate. Already the speeches verified from the perspective of the promotion of the health and psychosocial are views that are based on notion of complex life, what it can favor the health and the quality of life of the individual. Ahead of this study, it was possible to verify that, amongst the analyzed scientific productions, great number of the authors has make a speeched concerning the quality of life from the biomedical perspective that, in turn, feeds practical and the programs of Physical Education/physical activity in a causal relation and of adoption of considered behaviors healthful that, currently, tend not to satisfy the necessities human beings.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador (a): Dra. Marília Velardi
Assuntos: [pt] Qualidade de vida
[pt] Educação Física
[pt] Gênero discursivo
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica