Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Margarete Simon
Título(s): [pt] Percepção e representação em leibniz: a imaterialidade da matéria
Resumo: [pt] A substância das coisas é a mônada: matéria e enteléquia. Não poderia ser de outro modo, ois a matéria somente não poderia ser. Quando decomposta, a matéria perde suas ropriedades mecânicas, o que não pode ocorrer com a substância, cujo mecanismo não se ltera, mesmo quando dividida. A percepção é o que constitui a substância da matéria. Divide-se em clara e confusa e origina tudo o que existe. Um conjunto dessas percepções, quando compatíveis e compossíveis, obedecendo aos princípios pré-estabelecidos, constitui uma mônada, a substância das coisas. Conforme esses princípios, elas jamais serão iguais, mas somente semelhantes. As Mônadas são verdadeiros centros de força ou energia, vis vives (força viva), o que garante serem intocáveis; são completas, não dependem de nada externo a elas, conseqüentemente, são fechadas. Possuem aspecto inextenso; e comunicam-se entre si através da expressão de suas percepções. Suas percepções expressam ordenadamente as qualidades ou predicados que lhes são inerentes, as quais se exteriorizam transmitindo-nos o aspecto fenomênico da matéria extensa. As representações dessas percepções estão em perfeito acordo ou sintonia com suas expressões, estabelecendo-se a harmonia, e apresentando-nos seu aspecto uno. Diversos conceitos e variantes, todos bem costurados por Leibniz, constituem seu sistema da natureza, dando explicações, tanto para o plano metafísico, como para o físico, denotando o caráter próprio de cada um deles, e ao mesmo tempo os entre - apoiando.
Abstract: [en] The thing's substance is monad: matter and entelechy. It couldn't be other way, because only the matter isn't it. When the matter is divided it loses its mechanical attributes. This couldn't happen for the substance, it needs itself, even divided. The perception forms the matter's substance. This perception split into tow parts, itself: clear and confusion perception. A set of perceptions forms the monad (thing's substance). It's compatible and possible, it obeys the pre-established principles. According to principles, It isn't never the same to another monad, only similar. This monads are power center truly, vis vives or life force. Therefore they can't be to touch, they're completes. They don't depend of something outside them self, for they're closed, they're without extension. They communicate with others monads through of expression them perceptions. The Monad's perceptions express outside qualities and predicates, in order. This qualities and predicates are the perceptions same. The monads express the extensive matter, therefore the extensive matter is phenomenon. The perception's representations are according to them expressions, to establish the harmony, and to show looks of unity. Several concepts and demonstrations well sew by Leibniz forms him natural's system, which give explanation for level metaphysic and physic, its characters and mutual support.
Titulação: Mestrado em Filosofia
Orientador (a): Dra. Regina André Rebollo
Assuntos: [pt] Percepção
[pt] Substância - Filosofia
[pt] Representação
[pt] Matéria
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica