Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Alessandra Galve Gerez
Título(s): [pt] A prática pedagógica em educação física para idosos e a educação em saúde na perspectiva da promoção da saúde: um olhar sobre o Projeto Sênior para a vida ativa - USJT.
Resumo: [pt] Este estudo é resultado de indagações surgidas no cotidiano de minha atuação docente em um Programa de educação física para idosos implantado na USJT. Tendo um caráter educacional, o Projeto Sênior para a Vida Ativa tem como objetivo específico possibilitar aos idosos a aquisição de autonomia frente à atividade física (AF), além de reflexões sobre o seu próprio envelhecer. O projeto norteia suas reflexões e ações a partir dos referenciais teóricos da Promoção da Saúde e do Envelhecimento Bem-Sucedido, adotando como prática educativa a pedagogia da autonomia, alicerçada nos estudos de Paulo Freire. Busca-se, no Projeto, superar o modelo tradicional de educação física para idosos, que traz, na maioria das vezes em suas ações, um entendimento sobre saúde e envelhecimento norteado pelo paradigma biomédico e com práticas pedagógicas mais fundamentadas no discurso epidemiológico do que em teorias educacionais capazes de gerar uma aprendizagem crítica sobre AF. O reconhecimento desta problemática alertou-me sobre a necessidade de contar e investigar a nossa prática docente no Projeto Sênior, para observar em que medida estamos superando o modelo tradicional de educação física e o seu impacto sobre os idosos. Assim, este trabalho tem como objetivo geral uma investigação acerca do modelo pedagógico do Projeto Sênior, tanto em termos de suas bases teóricas quanto da implementação de suas ações práticas. Seus objetivos específicos são a análise das aprendizagens construídas pelos idosos em relação à atividade física, buscando captar manifestações de autonomia, além de querer compreender o significado da participação no projeto em suas vidas. Para tanto, foi adotado o método de pesquisa qualitativa, realizada por meio de um estudo de caso. Participaram deste estudo os professores que ministram as aulas de educação física e os idosos que integraram o Projeto em 2004. Os instrumentos utilizados foram: observação participante, entrevista semi-estruturada, caderno de campo, questionário, projeto pedagógico, planejamento das aulas e avaliações. A análise das bases teóricas do projeto, bem como dos documentos do projeto, foi realizada a partir de procedimentos de análise documental. A observação participante, o questionário dos professores e os relatos dos idosos foram tratados pela da Filosofia Hermenêutica e pelas técnicas de análise de discurso. Os resultados indicaram que houve a incorporação das bases teóricas do projeto por parte de seus professores, além de sua efetivação no cotidiano das aulas observadas e anotadas em caderno de campo. No entanto, alguns preceitos da concepção de autonomia na perspectiva freireana precisam ser redimensionados. A análise das entrevistas com os idosos mostrou a construção de novos conhecimentos sobre a prática de AF e o engajamento em outros programas pela maioria dos idosos, o que denota o incremento do empowerment individual. No entanto, pode-se constatar também que não houve o incremento do empowerment coletivo, objetivo também buscado pelo ideário da Promoção da Saúde.
Abstract: [en] This study was born from the questions raised during my practice as a teacher in a Physical Education Program for elderly people at Universidade São Judas Tadeu. Since it has an educational orientation, the Senior Project for Active Life specifically aims at allowing elderly people the aquisition of autonomy in terms of physical activity, as well as considerations on their own process of growing old. Considerations and actions by the project are based on theoretical references of Health of Promotion and Successful Aging, and it adopts - for its educational practice - the pedagogical practice of autonomy, which is based on studies by Paulo Freire. The Project tries to overcome the traditional pattern of physical education for elderly people, which - in most instances - understands health and the growing old process based on biomedical paradigm and often employs pedagogical practices based more on the speech of epidimiology, rather than on educational theories capaable of generating a critical learning of AF. This problem made us aware of the need to tell and investigate our pedagogical practice in Senior Project, in order to check to what extent we are able to overcome the traditional educational paradigm and its impact upon elderly people. Thus, this paper aims at investigating the pedagogical pattern in the Senior Project, concerning both its theoretical basis and the implemation of its practical actions. It specifically aims at the analysis of learning processes acquired by elderly people from physical activities; our project tries to detect autonomy manifestations, and tries to aprehend the meaning of a participation in the Project for the lives of this specific age group. Teachers responsible for physical education classes, as well as the elderly people in the Projec during 2004, were part of this study. The tools we used were as follows: active observation, semi-structured interviews, field notebooks, questionnaires, pedagogical project, class planning and evaluations. The analysis of the theoretical bases of the project, as well as of its documents, was developed from documentary analysis. Active observation, questionnaires by teachers, and reports by elderly people were dealt with through Hermeneutic Philosophy and techniques of discourse analysis. The results showed that an assimilation - by the teachers in it - of the project's theoretical analyses did occur, besides its consolidation in daily classes, which were observed and written down on field notebooks. Nonetheless, some precepts of the autonomy conception - from the Freirean standpoint - should be re-interpreted. The analysis of interviews with elderly people showed the acquisition of new knowledge concerning the physical activities practice, as well as the adoption of other programs by most elderly people, which points to the increasing of individual empowerment. But we could also realize that there was no increasing in collective empowerment, a goal that the Health Promotion was also looking for.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador: Maria Luiza de Jesus Miranda
Assuntos: [pt] Educação Física - idosos
[pt] Idosos – Exercícios
[pt] Promoção da saúde
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica