Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Oneide Alves Martini
Título(s): [pt] Merleau-Ponty: corpo e linguagem: a fala como modalidade de expressão.
Resumo: [pt] Essa dissertação constitui-se numa retomada dos textos de Merleau-Ponty sobre o corpo e a linguagem, com o sentido de buscar compreender a fala como modalidade expressiva do corpo e não como operação do pensamento. Para tanto, em um primeiro momento, circundamos o "terreno" onde Merleau-Ponty insere a linguagem, ao abordar criticamente as concepções que consideram pensamentos e fala numa relação de exterioridade - a fala destituída de significação própria, como tradução de um pensamento já realizado. Num segundo momento, após descrever o fenômeno da percepção e do corpo como experiências originárias, antes da tematização pela consciência, o corpo é concebido como corpo expressivo, núcleo de significações, revelando uma dimensão de nossa existência em que a fala autêntica expressa o nosso modo de ser no mundo intersubjetivo. Ao aproximar a fala das expressões mudas, em especial da pintura, a reflexão fenomenológica de Merleau-Ponty contribui para compreender o fundo de silêncio em que está enredada a fala autêntica, a experiência de um sentido nascendo na relação do sujeito com o mundo sensível, que deseja expressar significativamente o vivido em sonoridade, sem que seja necessário representar um pensamento já constituído. Nossa proposta é acompanhar descritivamente este movimento de Merleau-Ponty, ao tratar a fala autêntica, não como tradução de um pensamento já constituído, mas como fenômeno de expressão do corpo. Fenômeno este que se nutre do mundo primordial e expressa uma verdade como criação de significação.
Abstract: [en] This thesis is a research about Merleau-Ponty texts concerning body and language, aiming the speech understanding as an expressive body aspect and not as thought activity. For this, firstly, we studied where Merleau-Ponty inserts language, mentioning critically the conceptions that consider thought and speech in a relation of exterior - a dismissed speech of proper meaning, as a translation of a translation of a thought already carried out. Secondly, after describing the perception and body phenomenon as original experience, before nominating by consciousness, body is conceived as an expressive body, a nucleus of meanings, revealing our existence dimension, where authentic speech expresses our way of being in the intersubjective word. Approximating speech to mute expressions, especially painting, Merleau-Ponty's phenomenological reflection contributes to the understanding of the silence depth where the authentic speech is placed. The experience of a sense emerging from the relation of a subject with the sensitive word, that wishes expressing significatively the experienced in life in sonority, without being necessary to represent a thought already constituted. Our purpose is to follow, in a description way, this Merleau-Ponty's movement dealing with the authentic speech not as a translation of a thought already constituted, but as a body expression phenomenon. This phenomenon nourishes itself from the primordial word and expresses a truth as a meaning creation.
Titulação: Mestrado em Filosofia
Orientador: Hélio Salles Gentil
Assuntos: [pt] Linguagem corporal
[pt] Significação (Filosofia)
[pt] Verdade
[pt] Merleau-Ponty, Maurice
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica